Cuiabá, Sábado 20/10/2018

Gastronomia - A | + A

07.06.2018 | 10h05

Referência em peixaria, Lélis tempera cardápio tradicional e criações ousadas

Facebook Print google plus
João Vieira

Na Lélis Peixaria todas as peças da decoração são de Mato Grosso  

Com um extenso cardápio que começa com uma poesia de Manoel de Barros e termina com um dicionário cuiabanês, a Lélis Peixaria é uma referência por tratar a gastronomia regional com uma visão de negócio, mas sem perder a mão no que se refere à valorização da cultura mato-grossense.

E ela (a cultura regional) está por toda parte, na decoração do grande salão de refeições com peças de artesanato, fotografias, objetos, tudo de Mato Grosso; na escolha dos ingredientes, especialmente os peixes das muitas bacias hidrográficas que cortam o Estado; nas preparações que contemplam as receitas tradicionais, mas que também traz algumas saborosas ousadias.

Se a peixaria tivesse que ser definida em algumas palavras, elas seriam diversidade, qualidade dos produtos, cuidado com todos os detalhes e valorização da cultura regional.

João Vieira

Isca de piraputanga servida de maneira sui gêneris

O proprietário da casa, Lélis Fonseca, um mato-grossense de Barra dos Garças (520 km a leste de Cuiabá), sempre teve uma ligação muito forte com cozinha, peixes e empreendimentos de comida e bebida - seu pai tinha um bar, hoje tocado pelo irmão, e a família montava barraca de praia em Porto Seguro (BA).

João Vieira

A viola-de-cocho tem lugar de destaque

“Há 21 anos me mudei para Cuiabá e as coisas que mais me encantam são a cultura, a paisagem, o linguajar”, revela, o que explica os itens incluídos no cardápio e na peixaria aberta em 2007, na rua Marechal Mascarenhas de Moraes, 36, no bairro Duque de Caxias.

“Eu via em Cuiabá uma situação muito longe da ideal. Tínhamos muitas peixarias , cada uma com sua especialidade, mas nenhuma utilizava a grande diversidade de peixes que temos, de pratos, de bebidas”, avalia, acrescentando que a Lélis desmistificou isso, mostrando outras coisas para as pessoas.

João Vieira

Piraputanga assada recheada com cebola na manteiga

“Trabalhamos como empresa, servimos uma grande diversidade de bebidas [a casa tem a própria cachaça e o vinho Branco Lélis Reserva Chardonnay 2107, criado pela vinícola gaúcha Lídio Carraro especialmente para harmonizar com peixes de água doce], o ambiente é devidamente climatizado”, 

João Vieira

Lambari frito faz grande sucesso

descreve.

Voltando ao cardápio, uma lista grande de petiscos, pratos principais, sobremesas e bebidas. Entre os peixes e animais de água doce, além dos tradicionais pacu e pintado, há ainda matrinxã, piraputanga, pirarucu, lambari, jacaré e arraia.

Receitas como o pastelzinho de camarão (xodó da casa), isca de piraputanga servida de uma maneira bastante inusitada, pintado com açafrão, banda de pintado com creme de banana fazem grande sucesso entre a clientela composta por 50% de pessoas de fora de Cuiabá.

João Vieira

Pacu assado recheado com farofa de couve

Mas a grande estrela da casa e, sem dúvida, o rodízio de peixes (R$ 89,00 no almoço e R$ 59,00 no jantar), onde são servidos mais de 30 tipos de pratos, incluindo acompanhamentos diversos e peixes fritos, assados, ensopados e na brasa.

Pratos clássicos à base de peixe e outras criações mais ousadas são servidas à la carte. Chamam atenção o pintado com amoras, o com Duo pimenta e a versão com raspas de limão siciliano.

Para quem não abre mão da carne, a casa serve pratos clássicos com os cortes filé mignon e t-bone. E para fechar o banquete as sobremesas com destaque para os doces regionais e um sorvete de furundu, especialidade da casa.

Por tudo isso e muito mais, a Lélis Peixaria foi escolhida como a Melhor Peixaria de Cuiabá pela seleção Veja Comer & Beber 2018/2019.

João Vieira

Pastelzinho de camarão e quibe de pirarucu

Delivery

Sempre muito cuidados, Lélis e sua equipe trabalham há quatro meses para implantar o sistema de delivery que começa a operar esta semana ainda em caráter experimental.

Levaram esse tempo todo estudando e testando embalagens, logística, raio de atuação, cardápio mais adequado.

Lélis conta que está cuidado de tudo pessoalmente ficará a frente desta operação até que funcione perfeitamente.
“Vou monitorar todos o processo para que os pratos não percam em qualidade. Por isso, temos um cardápio específico com preços mais acessíveis também”

Charcutaria

João Vieira

Linguiça de carne de jacaré produzida na Lélis Charcutaria

Alguns dos produtos servidos na peixaria são produzidos na Lélis Charcutaria, entre eles a linguiça de jacaré, o quibe de peixe e o bolinho de pacu.

Mas a produção de embutidos e defumados vai muito além e soma 11 tipos de linguiças diferentes, entre elas a cuiabana, a maracaju, de porco com limão siciliano, com olho barbecue, de frango com leva vinho, uvas passas e castanhas.

Lélis faz questão de frisar que os produtos são artesanais e 100% naturais, sem nenhum tipo de conservantes, corantes, aspersantes ou coisas do gênero.

“Temos um cuidado muito grande e um controle total que vai desde a seleção dos ingredientes ao processo de fabricação, incluindo aí a unidade fabril, equipamentos e mão de obra”. Os produtos têm selo de inspeção municipal e podem ser encontrados em supermercados e casas de carne que atendem público A e B.

A grande novidade agora são os enlatados já em produção, uma vez que toda a parte de documentação e licenciamentos foi concluída.

Entre os produtos nessa formatação estão almôndega de jacaré e suína, na banha de porco, e pernil também na banha, que dentro de mais alguns dias estarão nos pontos de venda. 

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Quanto do seu tempo você dedica à diversão?

Parcial

Edição digital

Sábado, 20/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,05 -0,68%

Algodão R$ 119,49 0,13%

Boi a Vista R$ 136,70 -0,47%

Soja Disponível R$ 75,40 -0,13%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.