Cuiabá, Sábado 20/10/2018

Gastronomia - A | + A

31.05.2018 | 10h05

Doces sabores inovam em confeitaria na Capital

Facebook Print google plus

As histórias de vida de Lie Kinjo, Ellen Kanashiro e Laura Marquetti têm pontos em comum. As três trocaram as profissões para as quais formaram para se dedicar à confeitaria.

Lie e Ellen são formadas em administração, atuaram em grandes empresas e comandam a Noisette Chocolates. Laura estudou moda na Anhembi Morumbi, em São Paulo, trabalhou um ano na área e descobriu que sua vocação era fazer bolos artísticos. Hoje, está à frente Doce Ateliê de Confeitaria onde produz bolos e muito mais.

As duas empresas são razoavelmente novas no mercado. Uma abriu em dezembro de 2017 e a outra opera em ponto comercial somente há três meses.

Porém, as três confeiteiras já trabalham na área há muito tempo. Começaram como muitas outras, fazendo receitas para eventos familiares, recebendo encomendas dos amigos e, aos poucos, foram conquistando o mercado até que o ambiente doméstico já não era mais suficiente para atender a demanda.

Otmar de Oliveira

Tortinhas banoffe são as mais pedidas na Noisette Chocolates

Delicadeza

A Noisette Chocolates é, na definição das sócias, um lugar onde se encontra arte em forma de doce. O ambiente, cuidadosamente bem montado e de extremo bom gosto, funciona como um showroom, uma mostra da 

Otmar de Oliveira

Cappucino se diferencia pelo sabor e textura

diversidade de produtos que as confeiteiras criam e produzem. E olha que não são poucos.

É também um café e um local para fazer encomendas para aniversários, casamentos, festas personalizadas, eventos corporativos, datas comemorativas, cestas de café da manhã, brunch.

Entre as delícias para degustar na loja ou levar para casa e também para presentear, estão trufas ao leite, com whisky, churros, capuccino, limão siciliano; bombons, entre eles de banana, de caramelo com flor de sal, capuccino, camafeu de castanha-do-brasil; tem ainda os fudges de nozes, avelãs e laranja; sem falar nos bolos de pote, nas tortinhas - incluindo a banoffe (a mais pedida da casa), o cheesecake de maracujá e de frutas vermelhas.

Tem ainda waffles recheado com nutela e banhado com chocolate belga e os biscoitos ou cookies de amendoim, amanteigado com chocolate, castanha-do-brasil e sequilho de coco. Os amanteigados podem ser decorados com glacê real.

Instalada numa simpática casa na Rua João Bento, no Bairro Quilombo, a Noisette Chocolates é um lugar para degustar um café (expresso, coado ou com leite), saborear um delicioso capuccino, feito com chocolate de verdade, acompanhado de macarrons ou outras delícias, apreciar um bom chá inglês.

Otmar de Oliveira

Trufas e bombons são feitos nos mais diferentes sabores

Ou tomar uma refrescante soda italiana, degustar um sanduíche leve e saboroso de peito de peru, queijo branco, tomate seco e rúcula, montado num autêntico croissant, vindo diretamente da França - as empresárias importam o tradicional pão de massa folhada em formato de meia-lua que é uma referência da cultura francesa.

Assim como as quiches, outra delícia salgada servida no lugar, com recheios que vão desde as tradicionais lorraine e de alho poró, até as “costumizadas” de carne seca com banana e marguerita (tomatinho, queijo e manjericão)

Lie e Elen explicam que estão sempre criando novidades e que acompanham as tendências da confeitaria, trocam ideias com confeiteiras de fora e sempre testam as criações até conseguiram o resultados desejado. “Tem uma base técnica e nos preocupamos muito em fazer produtos ‘não doces’, ou seja, que tenham uma quantidade de doçura mais equilibrada”, explica Lie, acrescentando que seguem um pouco o conceito da yogashi (confeitaria japonesa) adaptada ao paladar brasileiro.

Otmar de Oliveira

Bolinhos de pote em ‘clima de romance’

Tendências

Para Laura Marquetti, a confeitaria é muito parecida com o mundo da moda. Como nas passarelas e ateliês de costura, o universo dos doces também é dominado por novas tendências.

Ela conta que a passagem de uma atividade para a outra foi longa e sofrida e que só se decidiu mesmo pela confeitaria depois de fazer um curso de pastilhagem.

Antenada, revela que acompanha zilhões de confeiteiros do Brasil e do mundo inteiro e procura estar sempre atualizada com tudo que está acontecendo. Está sempre em busca de novidades, confeitos, forminhas, utensílios, temáticas.

A proximidade entre as duas profissões é tamanha que sua empresa se chama Doce Ateliê de Confeitaria, que funciona num sobrado cor de rosa que mais parece saído do conto de fadas de João e Maria, localizado no Parque das Nações, na saída para Chapada dos Guimarães.

Atenta aos detalhes, Laura “modela” seus bolos artísticos com o cuidado de quem faz uma peça única. “Sou muito exigente e perfeccionista, quero fazer a finalização de todos os bolos, o que às vezes me sobrecarrega um pouco, mas é uma paixão”, confessa.

Otmar de Oliveira

Bolo para festa infantil do Doce Ateliê de Confeitaria

Focada, ela esclarece que trabalha com uma linha comercial e uma de festa. No ponto aberto recentemente, ela divulga os produtos e vende as inúmeras delícias que produz com sua equipe. Tortas em fatias, pão de mel (recheados de doce de leite, prestígio e brigadeiro), biscoitos amanteigados, bolos simples e recheados, pirulitos de chocolate, tortinhas individuais, sobremesas diversas, trufas, bombons e muito mais.

Trabalha muito com datas comemorativas. Com a proximidade do Dia dos Namorados, o vermelho e o chocolate dominam a vitrine.

Ela conta que as festas juninas serão o próximo tema com doces típicos, bolo de milho, cocadinha de sol, tortas, bombons todos com ingredientes dos “arraiás”.

Segundo ela, a intenção é ir variando e não cair na mesmice, apresentando aos clientes sempre muitas novidades.

Já na linha de eventos, atende casamentos e aniversários, com especial atenção às festas infantis. “Faço muitos bolos com pasta americana. A pastilhagem representa 85% das encomendas”, conta.

Para estimular ainda mais o negócio, faz mensalmente um kit promocional que inclui um bolo, 25 brigadeiros, 25 beijinhos e 10 pirulitos personalizados, ao preço de R$ 190,00. “Muita gente compra para festinha na escola, ‘mesversário’ (aniversário mensal de bebês)”, conta, acrescentando que é uma forma de divulgar seus produtos e conquistar novos clientes.

Otmar de Oliveira

Cupcakes com um toque de moda na decoração

Apaixonada pelo que faz, ela revela confiante e segura: “a confeitaria é minha vida, já desisti de muita coisa, mas tenho certeza de que estou no caminho certo. Tenho uma longa estrada a seguir ainda, sei que estamos só no começo”.

 

 

 

 

  


 

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Quanto do seu tempo você dedica à diversão?

Parcial

Edição digital

Sábado, 20/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 25,00 -2,53%

Algodão R$ 99,64 -0,19%

Boi a Vista R$ 137,15 -0,07%

Soja Disponível R$ 75,20 -0,40%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.