Cuiabá, Terça-feira 23/10/2018

Celebridades - A | + A

11.01.2018 | 16h30

Processada pelo PT, Globo convoca Huck para reunião emergencial

Facebook Print google plus

A não candidatura de Luciano Huck à Presidência da República parecia navegar em águas calmas na Globo desde que o apresentador afirmou, no final do ano passado, que não seria candidato em 2018.

No último domingo (7), a participação previamente gravada de Huck no "Domingão do Faustão" e outras coisinhas mais voltaram a incendiar os ânimos no alto comando da emissora.

Reprodução

Integrantes do PT entraram com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a Globo por suposto abuso dos meios de comunicação e de poder econômico após a participação de Luciano Huck no “Domingão do Faustão”. No programa, Huck falou sobre o atual cenário político do Brasil.

O partido alega que Huck já está fazendo campanha, usando programas da Globo para isso.
No ano passado, a emissora exigiu que Huck tomasse uma decisão com relação a sua carreira política antes do início de 2018. Caso decidisse sair candidato, deveria se afastar imediatamente da TV. Ele enrolou, enrolou, mas acabou falando que não seguiria o caminho da política, não tão cedo.

No entanto, alguns institutos de pesquisa mantiveram o nome do apresentador em suas enquetes e levantamentos eleitorais recentes. E Huck não fez nada. Não fez de negar. A cara de paisagem do apresentador diante dessa situação tem incomodado alguns diretores da emissora.


Após a participação dele no "Domingão" e o processo do PT, Huck deve sentar novamente para conversar com a Globo e decidir de vez se sai ou fica.


Sobre a representação do PT, a Globo informa que cumpre a legislação eleitoral, tem política interna rigorosa e não apoia qualquer candidato nas eleições de 2018.

A Globo diz, ainda, que se limitará a realizar cobertura jornalística das eleições de 2018 seguindo as regras de seus princípios editoriais. “No período que antecede anos eleitorais, conversamos com diversos profissionais do nosso casting para relembrá-los sobre as regras que, entre outras restrições, impedem que contratados da emissora que desejem se candidatar permaneçam no ar em qualquer programa”, informa a emissora. 

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

O país vai voltar a se unir após as eleições?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 23/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,55 1,30%

Algodão R$ 93,55 -1,51%

Boi a Vista R$ 136,00 -0,69%

Soja Disponível R$ 68,90 -1,57%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.