Cuiabá, Terça-feira 23/10/2018

Política de MT - A | + A

08.05.2018 | 14h00

Presidente do PDT quer juntar Rossato em chapa única contra Taques

Facebook Print google plus

O deputado estadual e presidente do PDT, Zeca Viana, pretende juntar numa única chapa todos os partidos de oposição ao governador Pedro Taques (PSDB) nas eleições deste ano. O objetivo do pedetista é que o pleito seja definido já no 1º turno. Após anunciar que pretende chamar Wellington Fagundes (PR) para uma aliança, Zeca agora pretender conversar com o pré-candidato ao governo, Dilceu Rossato (PSL) que é ex-prefeito de Sorriso.

Marcus Vaillant/Divulgação

Zeca Viana e Dilceu Rossato

Ao Gazeta Digital, Viana afirmou que o diálogo surgiu entre Dilceu e o pré-candidato a governo do PDT, Otaviano Pivetta. Por enquanto, não houve uma definição, mas o pedetista afirma que “a intenção, sem sombra de dúvidas, é unirmos a oposição pra gente ganhar no primeiro turno do nosso Pedrinho”.

Rossato confirma que conversou com Otaviano Pivetta, que é seu amigo de longa data e que o convidou para uma aliança, mas a conversa “não evoluiu muito”.

Ele acredita que dialogar com outros partidos é importante nessa fase de pré-campanha, mas pondera que já tem um grupo formado e que não se pode tomar nenhuma decisão isolada. “Nenhuma decisão minha pode ser tomada sem antes ouvir todos os partidos que compõem a coligação”.

Ao mesmo tempo, Rossato aponta dificuldade na formação de uma chapa única da oposição. Isso porque as coligações já estão praticamente formadas e também é preciso pensar nas demais candidaturas que estão atreladas à majoritária. “Nós temos 2 candidatos a senadores, não é simples assim. Como é que nós fazemos com os nossos candidatos ao senado? Eles não abrem mão, nem um, nem outro. Então é bem complicado”, disse ao Gazeta Digital. O grupo que apóia Rossato tem como pré-candidatos ao Senado o já senador José Medeiros (Podemos) e a juíza aposentada Selma Arruda (PSL).

Fator Mauro Mendes

Apesar de cada grupo, tanto de Wellington Fagundes como de Dilceu Rossato, já estar se articulando para a campanha eleitoral, Zeca Viana ainda vê como uma dificuldade para o ajustamento de seu projeto a indefinição do ex-prefeito Mauro Mendes (DEM), que ainda não anunciou sua posição no pleito. “Assim que o Mauro definir, aí as coisas começam a andar mais rápido porque aí já tem o posicionamento correto”, disse.

Questionado sobre o argumento de Mendes de que ninguém está “atrelado umbilicalmente” a ele e, por isso, poderia traçar seus projetos independentemente dele, Viana afirma que respeita e aguarda a postura do DEM, mas que ainda tem esperança de que MauroMendes seja ou candidato a governador ou a vice. 

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

O país vai voltar a se unir após as eleições?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 23/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 27,65 -1,60%

Algodão R$ 94,98 -1,48%

Boi a Vista R$ 135,95 0,70%

Soja Disponível R$ 70,80 -0,70%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.