Cuiabá, Sexta-feira 21/09/2018

Política de MT - A | + A

12.03.2018 | 17h59

Maggi prevê resistência a fundo para 'tampar rombo' e critica sonegadores

Facebook Print google plus

O ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP) avaliou que o Governo do Estado deve enfrentar resistência para implantar o Fundo Emergencial de Estabilidade Fiscal (FEEF), alegadamente necessário para recompor os deficit com os Poderes, municípios e servidores públicos.

João Vieira

Maggi prevê resistência a fundo em MT

A expectativa do Estado é de arrecadar até R$ 500 milhões em um ano para garantir o equilíbrio da máquina pública. No entanto, segundo o ministro, deve haver resistência de alguns setores, principalmente do agronegócio.

“Não concordo em gênero, número e grau com essa afirmação de que o agronegócio não gera impostos para o Estado de Mato Grosso. Gera e muito. É base da nossa economia. O que o Estado precisa fazer é ir atrás daquele que não paga imposto, que é um número bastante grande e que, infelizmente, tem cobertura por liminares e outras coisas”, disse Maggi, durante o evento Gazeta Agro, nesta segunda-feira (12).

Segundo Maggi, as instituições têm que pensar em como impedir a sonegação - e não querer aumentar a taxação dos setores econômicos. “Tenho certeza de que se acabar com a prática ilegal, a prática da sonegação que existe (...), a situação seria melhor. Não teríamos a situação que temos hoje. O agro não pode pagar a conta da ineficiência de um sistema que está corrompido”, disse.

Fundo de Estabilização Fiscal - O governador Pedro Taques (PSDB) propôs a criação do Fundo Emergencial de Estabilização Fiscal, em fevereiro, como saída para a crise e possibilitar o equilíbrio fiscal. O fundo ainda está em análise e deverá passar por aprovação da Assembleia Legislativa. A ideia é que o fundo seja temporário, por no máximo dois anos, e receberia recursos dos Poderes e alguns setores econômicos.

“O governo tem que olhar o que pode fazer, conversar com setores que podem contribuir. Obviamente, não vai todo mundo entrar sem reclamar. Vai haver crítica”, encerrou o ministro.

                Veja o vídeo 

                

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

O horário político no rádio e TV foi útil na sua escolha pelos candidatos?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 21/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22.870 -1.930

Algodão R$ 121.140 0.520

Boi a Vista R$ 129.600 -0.310

Soja Disponível R$ 70.000 -1.410

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.