Cuiabá, Terça-feira 18/09/2018

Política de MT - A | + A

11.07.2018 | 07h08

Ex-secretária de Saúde de Cuiabá é convocada para depoimento em CPI

Facebook Print google plus

Ex-secretária de Saúde de Cuiabá, Elizeth Araújo vai prestar depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga uma suposta “ingerência” na Pasta. Segundo o presidente da comissão, o vereador Abílio Júnior (PSC), a data da oitiva deve ser marcada até o fim desta semana.

Chico Ferreira

O anúncio da colaboração de Elizeth para as investigações ocorreu no mesmo dia em que, após uma série de críticas da base aliada do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) na Câmara de Cuiabá, a CPI foi “ameaçada” de ser encerrada bem mais cedo do que se previa. Durante a sessão desta terça-feira (9), o vereador Dr. Xavier (PTC) ameaçou ‘por fim’ nas investigações em meio a um bate boca com Abílio, que integra a bancada oposicionista.

Leia também - Fagundes é condenado por improbidade por se autopromover com obras

A presença de Elizeth só deve deixar os ânimos ainda mais exaltados, já que a ex-secretária deixou a Pasta de forma abrupta, publicando uma carta de demissão em que citava uma crise e brigas dentro da secretaria.

“O objeto da CPI é, justamente, uma possível ingerência política, uma gestão temerária. É sobre a denúncia feita pela secretária de que havia muitas pessoas com baixa qualificação técnica na secretaria”, argumenta Abílio. “Além da carta, a presidente do sindicato de enfermagem também nos procurou dizendo que existia assédio moral aos servidores contratados”. As denúncias é que teriam levado Abílio a procurar mais informações na sede da Secretaria.

Na ocasião, a Polícia Militar foi chamada para retirá-lo do departamento de recursos humanos da Pasta. Durante a discussão dessa terça, o vereador Marcrean Santos (PRTB) criticou a postura do presidente da CPI. “Eu, como presidente de uma CPI (do Calote), jamais teria coragem de fazer os encaminhamentos que ele (Abílio) acha que pode fazer. Não tem poder de polícia”, disparou.

O vereador do PSC, em contrapartida, diz que a reação da base do prefeito é uma tentativa de implodir a investigação. “Alguns vereadores estão preocupados com o quanto isso pode prejudicá-los politicamente”, acusou. Apesar de o tema da CPI ser a Secretaria de Saúde, vereadores que compõe a Comissão ainda não saberiam que tipo de denúncia Abílio prepara.

O próprio vereador informou que pretende se reunir com correligionários na quarta-feira (12) pra verificar a possibilidade de publicar as acusações. “Estas denúncias já foram colhidas, nós estamos com um grupo de vereadores para verificar como podemos dar publicidade a estas acusações sem fazer sensacionalismo. Queremos fazer uma coisa técnica”, anunciou.

Voltar Imprimir

Comentários

Edição digital

Terça-feira, 18/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 26.450 -1.310

Algodão R$ 97.760 -0.390

Boi a Vista R$ 129.250 -0.490

Soja Disponível R$ 79.000 -1.250

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.