Cuiabá, Segunda-feira 22/10/2018

Política de MT - A | + A

06.06.2018 | 15h40

Contas do governo e criação de fundo serão votadas hoje na Assembleia

Facebook Print google plus

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho (DEM), confirmou que colocará na pauta da sessão vespertina do Plenário, nesta quarta-feira (6), as contas de gestão do governador Pedro Taques (PSDB) referentes ao exercício de 2016 e também o projeto de criação do Fundo Emergencial de Estabilidade Fiscal (FEEF).

Marcos Lopes/ALMT

A inclusão dessas pautas para votação pelos deputados estaduais ocorrerá após um apelo do Palácio Paiaguás, feito por meio dos secretários de Fazenda, Rogério Gallo, e do Gabinete de Governo, Domingos Sávio, em uma reunião com a base aliada, na manhã desta quarta-feira (6). A reunião foi confirmado tanto pelo Executivo quanto pelo Legislativo.

Conforme o Gazeta Digital já havia divulgado, as pautas de interesse do governo estavam sendo proteladas porque os parlamentares estavam evitando entrar na discussão da soltura do deputado Mauro Savi (DEM), preso na operação Bereré há quase 1 mês, o que estava deixando as sessões esvaziadas. Como este caso já foi votado na noite de terça-feira (5), com resultado favorável ao deputado, não haveria mais empecilhos para a apreciação dos demais assuntos.

Leia também - Deputados 'boicotam' soltura de Mauro Savi na Assembleia Legislativa

As contas do governo relativas ao ano de 2016 já contam com parecer favorável da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária desde o dia 9 de maio, contando apenas com voto contrário do deputado Zeca Viana (PDT), que promete apresentar destaque na sessão, com relatório paralelo com apontamentos pela rejeição das contas de Taques. Como o caso já ficou mais de 5 sessões a disposição dos parlamentares, a votação deve ocorrer de forma única, ou seja, sem segunda rodada. O processo está protocolado na Casa de Leis desde o ano passado.

Já no caso da FEEF, conforme o Gazeta Digital também já divulgou, a ideia do deputado Eduardo Botelho é que a medida seja implantada já neste mês. Dessa forma, os recursos de mais de R$ 183 milhões previstos para serem arrecadados ao longo dos próximo ano serão revertidos totalmente para a saúde.

Existe ainda a possibilidade de que uma parte dos valores sejam destinados aos hospitais filantrópicos, cujas diretorias apontam o “sufocamento” das contas em razão dos repasses do SUS serem insuficientes para cobrir os custos com os atendimentos. Esse projeto chegou na Assembleia no mês de abril.

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre a influência das redes sociais e WhatsApp nessas eleições?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 22/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,30 0,83%

Algodão R$ 115,18 1,08%

Boi a Vista R$ 135,16 -0,80%

Soja Disponível R$ 70,55 -0,98%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.