Cuiabá, Sábado 20/10/2018

Política de MT - A | + A

Veja vídeo 07.10.2018 | 17h05

Apresentador de TV aponta falha na confirmação do voto e TRE desmente

Facebook Print google plus

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Atualiza às 22h32- O apresentador de televisão, Eduardo Carvalho fez um protesto na seção eleitoral 191, no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), onde votou neste domingo (7). Segundo ele, seu voto para presidente da República não foi confirmado e a tela da urna eletrônica encerrou sozinha.

 

“Na hora que eu fui votar pra presidente não aparece a tecla confirma. Votei Jair Bolsonaro, não aparece a tecla confirma e finaliza o voto. O coordenador está me dizendo aqui que o voto é assim mesmo. Na minha opinião o meu voto não foi computado”, relatou em vídeo gravado na sala da votação e divulgado nas redes sociais.

                                 

“Vou mandar pra Polícia Federal, TRE, pro escambal. E essa urna não sai mais daqui, vão ter que me prender”, ameaçou.

 

Por volta das 22h20, o apresentador de TV telefonou para o e relatou que no primeiro relato que ele gravou em vídeo, se expressou mal ao dizer que não apareceu a tecla confirma, que na realidade, ele não digitou a tecla verde de CONFIRMA e que a tela finalizou sozinha, antes dele confirmar o voto em Bolsonaro. A nova versão foi gravada em outro vídeo que ele filmou durante a tarde, quando esteve na sede do TRE para registrar um boletim de ocorrência. Veja:

 

                                 

 

Mesmo assim, a versão contradiz o que foi registrado no boletim de ocorrência registrado na Ouvidoria do TRE. Confira a íntegra do relato feito por Eduardo Carvalho:

 

“Fui votar em minha sessão 0192, da zona 001, título 0297 7623 0167, de Cuiabá e diz os meus votos normalmente, com exceção do voto para o cargo de presidente que não consegui finalizar com o botão CONFIRMA. O que aconteceu foi que quando digitei o número do cargo de presidente apareceu a foto do meu candidato e depois a palavra FIM. No entanto, não apareceu a palavra CONFIRMA e não pude perceber se o meu voto para presidente foi finalizado. Achei muito estranho e isso me deixou muito preocupado. Pedi ao presidente da mesa que registrasse tal fato em ata, o que foi negado. Insisti no pedido e fui ameaçado de ser preso. Solicito verificação dessa situação e se isso se repetiu com outros eleitores. Solicito a emissão por escrito do meu voto, para confirmar os candidatos os candidatos escolhidos por mim”.

 

Conforme apurado, após digitar o número de seu candidato e confirmar teclado o botão verde, a tela não mostra a confirmação daquele voto na tela, mas pula para o próximo cargo. No caso do voto para presidente, que é o último cargo, após digitar os números e teclar verde, a tela carrega os dados e finaliza com a mensagem “FIM”.

De acordo com o diretor geral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MT), alguns eleitores estão se confundindo na hora de votar e concluindo erroneamente que as urnas eletrônicas é que estão errando.

 

“Alguns eleitores têm nos reportado que ao tentar votar par ao candidato a presidente da República, não tem aparecido a foto do candidato na urna eletrônica. Isso pode acontecer por dois motivos. O primeiro motivo é que ele chega na urna eletrônica na vontade de ajudar esse candidato, aperta o número e aperta confirma. Acontece que o primeiro voto, na verdade, é pra deputado federal. Então, nesse caso, ele registrou voto de legenda para os candidatos a deputado federal do mesmo partido a que pertence esse candidato a presidente da República. Você, infelizmente, nesse caso, não conseguiu votar pra presidente da República", diz ele.

 

A segunda hipótese, explica o representante da Justiça Eleitoral, é quando o eleitor vota corretamente para deputado federal, deputado estadual, senador 1ª vaga, senador 2ª vaga, governador e, ao chegar no voto de presidente da República,  também na ansiedade de votar, aperta o número do candidato e rapidamente aperta a tecla confirma.

 

"Não dá tempo da urna mostrar na tela a foto, o nome e o número do candidato e ele já processa o voto e já aparece na tela a expressão ‘FIM’. Nesse caso, apesar da foto não ter aparecido, fique tranquilo, o voto foi registrado corretamente desde que você tenha acertado corretamente o número do candidato”, explicou.

Além disso, o TRE também emitiu nota negando que as afirmações de fraudes na urna eletrônica por parte de eleitores não procede. “O TRE de Mato Grosso esclarece ainda que são falsos os vídeos que circulam na internet, no qual uma urna supostamente completa, por sua conta, o voto para presidente. Trata-se de falsificação grosseira. Esses vídeos sequer mostram o teclado da urna”, diz trecho da nota.

 

Confira nota na íntegra:

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso esclarece que é falsa a mensagem que circula na internet, de que os votos a determinado candidato a presidente não estão sendo processados. Vários fatores podem levar a essa falsa conclusão.

 

Um deles é a ânsia do eleitor em votar primeiro para presidente. Ocorre que a urna possui uma ordem de votação, que precisa ser respeitada. O eleitor deve votar primeiro para deputado federal, depois estadual, senador 1, senador 2, governador e, por fim, presidente da república.

 

Se o eleitor apertar os dois dígitos do candidato a presidente da República em primeiro lugar, e se nesse estado aquela legenda não lançou candidatos a deputado federal, aparecerá a expressão “voto nulo”. Daí o fato de o eleitor pensar que a urna eletrônica anulará seu voto para presidente. Contudo, nos estados onde aquele partido lançou candidatos a deputado federal, ainda assim não aparecerá a foto do candidato a presidente, porque em verdade o eleitor estará votando na legenda para os candidatos de deputado federal daquela agremiação partidária.

 

Além disso, é necessário esclarecer que, para senador, é necessário votar em dois candidatos diferentes, já que são duas vagas. Se o eleitor tentar votar no mesmo candidato duas vezes, o segundo voto será anulado.

 

O TRE de Mato Grosso esclarece ainda que são falsos os vídeos que circulam na internet, no qual uma urna supostamente completa, por sua conta, o voto para presidente. Trata-se de falsificação grosseira. Esses vídeos sequer mostram o teclado da urna.

Voltar Imprimir

Comentários

VERA BRANDÃO - 14/10/2018

Eu não ACEITO a resposta que se trata de fake news. Comigo aconteceu EXATAMENTE igual, a minha urna aqui na zona oeste de São Paulo também NÃO ME DEIXOU CONFIRMAR o voto pra presidente. Eu digitei o numero, apareceu a foto e em seguida ela finalizou sem eu apertar a tecla confirma. Foi justamente o que aconteceu com o cidadão acima. Se não foi fraude com certeza algum problema aconteceu. Na sala onde votei várias pessoas relataram o mesmo problema e NINGUÉM nos levou a serio. Tive que reclamar e exigir do secretario, já que o mesário estava muito mal instruido. Depois fui a um CARTORIO ELEITORAL e registrei novamente o problema. Estou inventado??? Não!!! Estou exercendo meu direito de confirmar o meu voto!!!

Clelia - 14/10/2018

Aconteceu o mesmo comigo, tenho consciência de que votei corretamente e em todos apareceu a palavra confirma menos na vez do Presidente, questionei a Presidente da sala e ela me afirmou que era assim mesmo... Será que era mesmo?

Adriana - 08/10/2018

Também aconteceu o mesmo comigo e com minha mãe. Estamos suspeitando que houve fraude, é que nosso voto para presidente, no caso para o Bolsonaro, 17, não tenha sido computado, pois não pudemos confirmar este último voto. E o TSE afirma que não houve nenhuma fraude.... Houve sim, e das grandes!!!

Margarete Schneider - 07/10/2018

Também fui pega de surpresa com a mesma situação. Achei estranho porque confirmei todos os votos menos o último. Mas acabei não tomando nenhuma atitude no momento. Mas fiquei em dúvida e pesquisei na internet e achei sua postagem falando a mesma coisa que aconteceu comigo. E no caso de uma digitação errada? Ficaria sem opção de correção?Anularia o voto? Será que nosso voto prá presidente foi mesmo computado? Gostaria de um esclarecimento.

Roseli - 07/10/2018

Sou de SC, cidade de Joinville e comigo aconteceu a mesma situação. Votei no Bolsonaro e ja deu a tela fim. Para os demais canditados, tive sempre q apertar a tela confirma. Entre amigos q nao votaram em Bolsonaro, tiveram que apertar no confirma, deu msg gravando e registrado, e ai sim veio a palavra FIM.

5 comentários

1 de 1

Enquete

Quanto do seu tempo você dedica à diversão?

Parcial

Edição digital

Sábado, 20/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,30 -2,40%

Algodão R$ 115,63 1,08%

Boi a Vista R$ 135,00 0,75%

Soja Disponível R$ 70,74 -0,83%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.