Cuiabá, Terça-feira 23/10/2018

Polícia - A | + A

14.02.2018 | 08h55

É grave estado de saúde do bebê baleado na UPA Morada do Ouro

Facebook Print google plus
Reprodução/Gazeta Digital

É grave o estado de saúde do bebê de 6 meses, Vitor Hugo Camargo Martins, baleado nas costas, durante tiroteio na tarde desta terça-feira (13) de carnaval na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da Morada do Ouro, em Cuiabá. O tiroteio foi provocado por bandidos que tentavam resgatar um preso em atendimento na unidade.

Tiroteio na UPA Morada do Ouro deixa 5 feridos e causa pânico - veja fotos e vídeo

A informação consta do último boletim médico sobre o estado de saúde do bebê e de outras 4 vítimas do tiroteio, divulgado por volta de 1h da madrugada desta desta quarta-feira (14) pelo Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC).

Vitor está na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do PS sendo avaliado pela equipe de cirurgia pediátrica e equipe de pediatria da UTI.

"A princípio não se optou pela retirada do projétil que está alojado nas costas da criança. Foi feito o procedimento ortopédicoo, porque ele também teve trauma na mão e está sendo tratada a pneumonia, que era o quadro clínico que a levou à UPA para o atendimento médico", destaca a secretária municipal de saúde, Elizeth Lúcia de Araújo, que falou com a imprensa sobre o último boletim de saúde das vítimas.

A mãe do bebê, Estefani de Camargos Santos, 21, atingida no braço esquerdo, está bem fisicamente, já que o tiro foi de raspão, mas com o estado emocional abalado por causa do filho.

Facebook

Dayana também está na UTI do PS

Também é delicado o estado de saúde de outra paciente da UPA, identificada como Dayana da Silva Romão, 33. Atingida no tórax, ela passou por cirurgia após o tiroteio e segue internada na UTI do PS de Cuiabá. "Está sendo acompanhada", diz a secretária Elizeth.

A enfermeira Rosimeire Sousa da Silva, 51, atingida na perna, teve alta.

O agente prisional Dirley de Pinho Pedro, 34, que sofreu duas perfurações na perna, está em vias de receber alta. "Os tiros acertaram a coxa dele e a princípio o caso não é cirúrgico, mas está em acompanhamento médico. Passou por ortopedistas e felizmente teve nenhum trauma ósseo, mas agora está em observação pela equipe vascular", relata a secretária, que também acompanhou o caso por toda madrugada.

Os vasculares vão verificar se houve rompimento de veias na perna do agente. O preso, de acordo com a equipe das Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), não foi resgatado. José Edmilson é um criminoso com histórico criminal extenso por crimes de homicídio, tentativa de homicídio e tráfico de drogas.

No momento do tiroteio, policiais militares que deviam estar na unidade não estavam presentes.

A secretária, que já falou sobre a necessidade de mudar o esquema de atendimento de saúde a presos, diante do risco que isso representa nas unidades de saúde, também afirmou que vai apurar o porquê da falta de segurança na UPA da Morada do Ouro. Ela acredita que isso tenha relação com o carnaval, que exigiu muito do policiamento local.

Após tiroteio em UPA, secretária exige lugar exclusivo para atender presos

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

O país vai voltar a se unir após as eleições?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 23/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,85 -0,91%

Algodão R$ 119,49 0,13%

Boi a Vista R$ 128,25 0,00%

Soja Disponível R$ 72,00 -0,69%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.