Cuiabá, Domingo 21/10/2018

Mundo - A | + A

31.10.2016 | 10h26

Promotoria arquiva acusação contra ministro da África do Sul

Facebook Print google plus

O chefe da Autoridade de Promotoria Nacional da África do Sul, Sean Abrahams, anunciou em entrevista coletiva nesta segunda-feira que as acusações de fraude contra o ministro das Finanças do país, Pravin Gordhan, seriam retiradas. Abraham argumentou que isso ocorrerá porque a autoridade não havia tido a intenção de agir ilegalmente no caso contra ele.

O risco representado pela acusação contra o ministro pressionava os mercados sul-africanos, também por representar uma disputa pelo poder dentro do partido governista, o Congresso Nacional Africano. Gordhan deveria comparecer nesta quarta-feira para falar à Justiça sobre o motivo de ter aprovado uma generosa aposentadoria antecipada para uma ex-autoridade do Serviço Tributário da África do Sul.

Abrahams disse que estava ‘satisfeito‘ em concluir que Gordhan não havia tido a intenção de agir ilegalmente, durante entrevista coletiva. Com isso, a convocação para que o ministro fosse depor foi cancelada. A notícia provocou a valorização do rand, a moeda do país.

A retirada da acusação representa o mais recente capítulo em uma disputa entre o ministro e o presidente sul-africano, Jacob Zuma, sobre os gastos do governo e o comando do partido governista, que comanda a África do Sul desde o fim do Apartheid, em 1994.

Aliados de Zuma, cujo segundo mandato termina em 2019, lançaram uma disputa aberta contra Gordhan pela maneira como o ministro controla as finanças públicas, incluindo as empresas estatais, as agências anticorrupção e o banco central. As agências de classificação de risco haviam advertido que a disputa política poderia levar o rating dos bônus da África do Sul a serem rebaixados para o nível ‘junk‘.

Havia a expectativa de que milhares de pessoas se reunissem em Pretória na quarta-feira para protestar. A manifestação, intitulada ‘Salve a África do Sul‘, havia sido marcada para coincidir com o depoimento de Gordhan.

A notícia sobre o caso marca uma reviravolta humilhante para o próprio Abrahams. O chefe da promotoria anunciou em 11 de outubro a convocação do ministro, junto de um ex-comissário e o vice deste na agência tributária do país. ‘Os dias de desrespeito à Autoridade de Promotoria Nacional estão encerrados‘, havia afirmado Abrahams na ocasião.  

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Qual sua avaliação do governo Temer nesse final de mandato?

Parcial

Edição digital

Domingo, 21/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 25,60 0,79%

Algodão R$ 98,30 -0,36%

Boi a Vista R$ 135,36 3,33%

Soja Disponível R$ 70,00 0,43%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.