Cuiabá, Sexta-feira 19/10/2018

Mundo - A | + A

07.12.2017 | 09h20

Primeiro-ministro prevê que mais países irão reconhecer Jerusalém como capital

Facebook Print google plus

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, declarou nesta quinta-feira que o presidente dos EUA, Donald Trump, ‘entrou para sempre‘ para a história de Jerusalém ao reconhecer ontem a cidade como capital israelense.

Segundo Netanyahu, que falou no Ministério de Relações Exteriores, outros países estão considerando seguir a iniciativa dos EUA de reconhecer Jerusalém.

Netanyahu afirmou que ‘chegou a hora‘ e demonstrou confiança de que mais governos farão como Washington e transferirão suas embaixadas para Jerusalém.

Enquanto isso, militares israelenses disseram que vão deslocar forças adicionais para a Cisjordânia antes desta sexta, quando palestinos deverão realizar protestos em massa em resposta ao gesto de Trump.

Palestinos entraram em greve na Cisjordânia, Faixa de Gaza e Jerusalém Oriental nesta quinta e esperam-se protestos amanhã, após as tradicionais preces de meio-dia. 

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Qual sua expectativa sobre os políticos que vão ocupar o Congresso Nacional?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 19/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,30 -0,89%

Algodão R$ 121,14 0,52%

Boi a Vista R$ 135,50 -0,37%

Soja Disponível R$ 70,50 0,71%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.