Cuiabá, Quarta-feira 26/09/2018

Mundo - A | + A

09.07.2018 | 17h33

Inundações matam 124 pessoas no Japão e deixam 60 desaparecidos

Facebook Print google plus

As autoridades do Japão atualizaram o balanço de vítimas no país em decorrência de inundações e deslizamentos causados pelo recorde de chuva na região ocidental. São pelo menos 124 mortos e 60 desaparecidos. Duas pessoas localizadas estão em estado grave.

Desde a última quinta-feira (5) chove intensamente no país, sobretudoánas cidades de Hiroshima e Ehime, nas quais casas foram destruídas e há vários deslocados na região.

O primeiro-ministro, Shinzo Abe, cancelou viagem à Europa e ao Oriente Médio, para coordenar pessoalmente as tarefas de ajuda às vítimas e visitar as regiões afetadas.

Soldados das Forças de Autodefesa (Exército), da polícia e dos bombeiros comandam as operações de resgate.

No fim de semana, as autoridades japonesas chegaram a recomendar a retirada de 5,9 milhões de cidadãos de 19 cidades. Mais de 30 mil pessoas passaram a noite em refúgios.

Em 2011, houve o tufão Talas, que deixou 98 mortos no centro do país.
 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Qual sua opinião sobre o voto nulo e voto em branco?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 26/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22.100 -0.900

Algodão R$ 117.050 1.070

Boi a Vista R$ 130.000 0.000

Soja Disponível R$ 69.800 -0.710

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.