Cuiabá, Segunda-feira 24/09/2018

Economia - A | + A

13.02.2018 | 08h51

Interdições de postos de combustível sobem 25% em 2017

Facebook Print google plus

O número de postos lacrados pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) cresceu 24,5% em 2017.

Segundo informações obtidas com exclusividade pelo R7 com base na Lei de Acesso à Informação, o órgão do governo interditou 401 postos no ano passado, contra 322 de 2016.

Assessoria/Procon-MT

Os dados mostram ainda que foram desinterditados 289 estabelecimentos e reinterditados outros 10 no período.

O presidente da Fecombustíveis (Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes), Paulo Miranda Soares, avalia que o aumento do número de interdições realizadas no ano passado é reflexo da “crise prolongada” e do grande número de roubo de cargas.

— Os caras compram postos de gasolina justamente para receptar carga roubada não têm nenhum cuidado com a qualidade [dos combustíveis]. Estes postos estão nas mãos de operadores do crime organizado e, como não existe meio bandido, quem rouba um caminhão tanque está disposto a fazer tudo. Fraudam na bomba, na quantidade e na qualidade.

Assim como em 2016, quase metade (46,6%) dos postos interditados ao longo do ano passado possuíam bandeiras tradicionais. De acordo com Soares, o fato do posto ser ou não bandeirado "não altera nada".

— [Cometer fraudes] vai da índole do empresário que está administrando o negócio. Nós temos bandidos operando em postos de bandeira branca e temos também bandidos operando em postos com bandeira.

Soares avalia ainda que o salto no número de interdições poderia ser ainda maior caso as ações de fiscalização fossem mais recorrentes no País.

— Os Estados estão falidos e, consequentemente, houve um corte de verba muito grande da agência reguladora. Então, a quantidade de amostras que era analisada caiu um terço por falta de verba.

 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Qual sua opinião sobre os aplicativos para denúncias de infrações eleitorais?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 24/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 26.000 -0.760

Algodão R$ 97.760 -0.390

Boi a Vista R$ 130.000 0.000

Soja Disponível R$ 78.000 -1.890

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

Enquete

Que importância tem o candidato a vice?

Parcial

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.