Cuiabá, Segunda-feira 22/10/2018

Cidades - A | + A

06.05.2018 | 14h58

Bebê com liminar não consegue vaga em UTI para cirurgia urgente

Facebook Print google plus
Divulgação

Com apenas 26 dias de vida, o pequeno João Gabriel Tauffer Silva já sofre com grave problema no coração e precisa urgentemente de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para que seja submetido uma cirurgia cardiovascular. Na manhã deste domingo (6) ele conseguiu uma liminar determinando sua transferência para uma UTI neonatal, porem, ainda não há informações da Central de Regulação do Sistema Único de Saúde (SUS) sobre a vaga.

Morador de Canarana (823 km a leste de Cuiabá), João Gabriel está internado no Hospital Regional de Água Boa (730 km a leste da Capital), onde recebeu o diagnóstico de cardiopatia grave. A mãe, Cândida Tauffer, resolveu procurar a Defensoria Pública na última sexta-feira (4), após levar o garoto para uma consulta de rotina na última quinta-feira (3) e desde então ter de interná-lo.

Arquivo Pessoal

“Ele estava com a respiração ofegante e já tínhamos procurado um clínico em Canarana que disse ser normal para a idade dele. Continuamos achando estranho e quando levamos para o retorno com a pediatra em Água Boa ela constatou que o sopro no coração havia aumentado e pediu a internação”, explicou a servidora municipal que ainda está de resguardo e de duas em duas horas vai ao hospital retirar o leite materno para dar ao filho por meio de seringa.

Assustada com a situação, Cândida e o marido que é montador de móveis, alugaram um quarto em frente ao hospital para ficarem mais próximos de João Gabriel. “Nós entramos em choque com a internação dele. A gente só sabia chorar porque não esperávamos isso, pensamos que era algo mais simples. Daí internou ele, depois foi pro oxigênio, aquilo já assustou muito a gente. No outro dia, o médico fez o exame e constatou o problema nas veias do coração. Foi só agravando a emergência de retirar ele para uma UTI neonatal”, relata.

Aflita com o caso de João Gabriel, a defensora pública, Gisele Chimatti Berna. teme pela vida do garoto. “Assim que a recebemos a família com esta situação, imediatamente tentamos encontrar a vaga que o bebê precisava. Como não conseguimos de forma administrativa, tivemos que entrar com uma ação, que rapidamente nos deu a resposta favorável”, afirmou a defensora.

Reprodução

Conforme o pedido acatado, a Central de Regulação do SUS deve encontrar uma vaga de UTI neonatal em 24 horas para que João Gabriel seja transferido em uma aeronave com UTI aérea e receba a cirurgia necessária.

“Ainda não obtivemos nenhuma resposta deles [a Central de Regulação]. Mas estamos crente que em 24 horas essa vaga possa sair. O coração do João Gabriel é uma bombinha, está bem hoje e amanhã pode não estar. Então gente pede que quem puder e estiver em condição de nos ajudar com acesso a UTI, aos contatos mais influentes nos ajude a conseguir essa vaga para ele”, apela a mãe que deixou o outro filho de 13 anos aos cuidados da avó em Canarana.

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre a influência das redes sociais e WhatsApp nessas eleições?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 22/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,10 0,72%

Algodão R$ 94,82 -0,49%

Boi a Vista R$ 129,00 1,57%

Soja Disponível R$ 71,00 0,14%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.