Avó e bisavó são suspeitas de tramar morte de bebê índia | Gazeta Digital

Sábado, 09 de junho de 2018, 06h30

Avó e bisavó são suspeitas de tramar morte de bebê índia

Aline Almeida, repórter de A Gazeta


Divulgação

Kutsamin Kamayurá é a bisavó

A avó e bisavó da recém-nascida indígena, enterrada viva em Canarana, premeditaram a tentativa de infanticídio, conforme apontam as investigações da Polícia Civil. A avó foi presa ontem e a bisavó já estava presa desde terça-feira (5). O delegado Deuel Paixão de Santana destaca que os depoimentos confirmaram que as duas já haviam tentado fazer com que a adolescente de 15 anos abortasse, sem sucesso, e chegaram a coagir os familiares para não contarem a verdade.

Elas não queriam a criança por ser filha de mãe solteira. O pai já seria casado com outra indígena. Embora exista uma cultura indígena onde crianças de mãe solteira são enterradas vivas após nascerem, o delegado afirma que não é este o caso, pois elas iniciaram tentando interromper a gravidez.

Tapoalu Kamayura, 33, é a avó da bebê e teve a prisão preventiva decretada. Ela foi interrogada e manteve a versão que não combinou nada e que queria sim a neta. “Não há menção a ritual. O que foi demonstrado é que havia uma combinação entre avó e mãe da adolescente e talvez outras pessoas de que não queriam a bebê”, diz o delegado.

A bisavô é Kutsamin Kamayura e tem 58 anos. A versão dada por ela à Polícia é que o bebê nasceu e como não chorou acreditou que estava morto e, por isso, enterrou. A criança foi desenterrada cerca de 7 horas depois por policiais militares, após uma denúncia.

Estado de saúde

Divulgação

A recém-nascida realizou ontem (8) uma cirurgia para passagem de cateter para realização de diálise. O quadro da menina, que está entubada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, continua grave, segundo o diretor da unidade, Antônio Preza.

A intervenção cirúrgica foi necessária após a criança apresentar piora clínica na noite de quinta-feira (07), com insuficiência respiratória. A.K.T., com peso de 2,420 kg e 47 centímetros apresentou, segundo boletim médico, recorrência dos sangramentos digestivos e também piora das escórias renais devido ao quadro de infecção generalizada.

“O quadro da criança é muito grave, ela está entubada. Agora ela deve passar pela diálise. Ainda não dá para analisar o quadro geral e se ela terá alguma sequela”, explica.
Preza diz que os danos ocorrem pela criança ter aspirado terra nas 7 horas que ficou enterrada. Essa terra mistura com a secreção e vai criando uma espécie de lama no organismo. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 22 de junho de 2018

07:35 - Índias suspeitas de enterrar bebê vivo vão usar tornozeleiras

Quarta, 20 de junho de 2018

13:00 - MP realiza estudo antropológico para definir o destino de bebê indígena

Terça, 19 de junho de 2018

14:35 - Bebê indígena continua internada em UTI em estado grave

Quarta, 13 de junho de 2018

07:40 - Justiça recebe denúncia contra bisavó que enterrou bebê viva

Terça, 12 de junho de 2018

08:05 - Ministério Público denuncia bisavó que enterrou bebê

07:22 - Polícia desmembra inquérito e indicia bisavó de bebê indígena

Segunda, 11 de junho de 2018

16:19 - Juiz mantém presa em unidade da Funai bisavó que enterrou bebê índia viva

16:15 - Delegado tenta localizar pai de bebê indígena que foi enterrada pela bisavó

Domingo, 10 de junho de 2018

20:08 - Com insuficiência renal, bebê continua em estado grave, mas estável

Sábado, 09 de junho de 2018

10:27 - Bebê enterrada viva apresenta melhora no quadro de saúde


// leia também

Domingo, 24 de junho de 2018

15:16 - Motociclista morre após perder controle e cair em canteiro na Prainha

13:48 - Correios reabre inscrições para programa Jovem Aprendiz

12:15 - Apostador mato-grossense ganha R$ 20 milhões na Quina

11:12 - Cães do Gefron auxiliam na reabilitação de crianças com autismo e paralisia cerebral

09:22 - Diretora e escola são denunciadas por maus-tratos contra aluno especial

Sábado, 23 de junho de 2018

11:33 - Hospital, prefeito e secretário lamentam morte de neurocirurgião

10:22 - Empresário fica ferido ao colidir carro em árvore

10:12 - Colisão frontal entre motocicletas deixa 2 homens feridos

09:05 - Médico morre ao colidir motocicleta BMW em vaca no caminho para Chapada

08:25 - Dentistas tentam reunião com prefeito para evitar greve


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 24/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 24/06/2018
264aa11e3277d28a72d32c9ea77980c2 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Por que o sobrepeso atinge mais da metade da população brasileira?




Logo_classifacil









Loja Virtual