Estado pede mais prazo para decidir sobre retomada das obras do novo HU | Gazeta Digital

Terça, 13 de março de 2018, 08h59

Estado pede mais prazo para decidir sobre retomada das obras do novo HU

Redação MPF/MT


O governo do estado de Mato Grosso solicitou novo prazo para dar uma resposta definitiva sobre a retomada ou não das obras de construção do novo Hospital Universitário Júlio Muller. A informação foi repassada em reunião na Procuradoria da República em Mato Grosso, realizada com o secretário de Cidades (Secid), Wilson Santos, nesta segunda-feira (13).

De acordo com Santos, houve um pedido do governador Pedro Taques para que ele participasse da próxima reunião, quando haveria uma resposta final. “Ele (governador) gostaria de participar ainda esta semana de uma reunião sobre esse convênio”, afirmou.

A superintendente da Controladoria-Geral da União, Karina Jacoby Moraes, ressaltou que já haviam sido realizadas três reuniões e que mais uma desgastaria todo o processo. “Poderíamos resolver tudo isso por meio de um documento por parte do governador, não havendo a necessidade de uma nova reunião”, ressaltou.

Para o vice-reitor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Evandro Aparecido Soares da Silva, é preciso que o Estado se posicione no documento quanto à importância da construção da obra, a fim de que seja possível dar continuidade nas negociações. “Precisamos saber se o Estado vai realizar a contrapartida, para que possamos averiguar se daremos andamento à obra desta forma”, afirmou.

Durante a reunião, diante do questionamento da Secid sobre a insuficiência dos valores disponibilizados pela União e dos valores a serem disponibilizados pelo Estado de Mato Grosso para a conclusão do hospital, representantes da UFMT informaram que é possível realizar a readequação da obra e dos projetos. No entanto, segundo a superintendente da CGU, para que isso aconteça é necessário que o Estado informe se irá realizar contrapartida ou não.

Diante dos posicionamentos das partes envolvidas, o Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF/MT), por meio da procuradora da República,Vanessa Zago, informou que irá aguardar a resposta por escrito do governador Pedro Taques, com o posicionamento final, e assim, que o receber, encaminhará a resposta para as instituições participantes.

Participaram da reunião o procurador do Estado de Mato Grosso, Carlos Eduardo Souza Bomfim, a secretária-adjunta de Administração Sistêmica da Secid, Juliana Ferrari; o procurador-geral substituto do Ministério Público de Contas, Alisson Carvalho de Alencar; a auditora interna da UFMT, Cendy Aparecida Paes; e o procurador geral junto à UFMT, Osvalmir Pinto Mendes.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 19 de junho de 2018

09:06 - Governador afirma que equipamentos do Pronto Socorro já estão sendo negociados

Segunda, 18 de junho de 2018

08:31 - Número de obesos entre jovens mais que dobra em uma década

Sexta, 15 de junho de 2018

11:29 - Prefeitura tem aval do Estado para alugar equipamentos hospitalares

Quinta, 14 de junho de 2018

21:00 - Pelo menos 1,6% da população brasileira doa sangue; jovens são maioria

17:20 - Mulher aguarda 13h para ser atendida na UPA e marido se revolta

Quarta, 13 de junho de 2018

09:56 - Três em cada quatro idosos que fraturam o fêmur têm osteoporose

Sexta, 08 de junho de 2018

13:20 - Fundo emergencial de R$ 183 milhões não está atrelado à saúde, diz Botelho

Terça, 05 de junho de 2018

09:22 - Menina com hipotireoidismo ganha liminar, mas não consegue exame em hospital

Segunda, 04 de junho de 2018

12:52 - ANS suspende comercialização de 31 planos de saúde por reclamações

Quinta, 31 de maio de 2018

08:52 - Em Mato Grosso, 11 mortes estão confirmadas por Influenza


// leia também

Quarta, 20 de junho de 2018

18:42 - Obras de asfalto e saúde em VG consomem R$ 40 milhões e são fiscalizadas

14:28 - Assembleia autoriza governo a fazer concessão da Salgadeira

13:00 - MP realiza estudo antropológico para definir o destino de bebê indígena

09:50 - Sine oferta mais de 1,5 mil vagas de emprego em Mato Grosso

07:30 - Família de esteticista diz que laudo deu respaldo para punir envolvidos

Terça, 19 de junho de 2018

18:17 - Governo do Estado rompe contrato com empresa responsável por obras de aeroporto

16:15 - Prefeitura de Cuiabá abre seletivo com 4 mil vagas e salários de até R$ 3,2 mil

14:35 - Bebê indígena continua internada em UTI em estado grave

13:35 - Homem morre após perder controle de moto e cair em estrada vicinal

12:15 - Alunos e professores da UFMT decidem retomar as aulas dia 25


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 20/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 20/06/2018
845f3eba647f5498546cb197c3e58484 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual o futuro de Neymar nessa Copa do Mundo?




Logo_classifacil









Loja Virtual