Sentir culpa todo o tempo é sintoma de quadro de depressão ou ansiedade | Gazeta Digital

Quinta, 14 de dezembro de 2017, 15h41

Sinal de perigo

Sentir culpa todo o tempo é sintoma de quadro de depressão ou ansiedade

Leda Sangiorgio, Agência Health


Quem nunca se sentiu culpado por ter feito alguma coisa que não deveria ter feito ou deixado de fazer algo que era imprescindível fazer? É incrível como a culpa é capaz de, rapidamente, passar de um evento pequeno à coisa mais importante em nossas vidas. Desde de situações banais, como “fui dormir tarde mesmo sabendo que ficaria com sono no trabalho” até situações mais graves, como “precisei colocar meu pai em um lar de idosos”, a culpa é um sentimento universal e muito presente no dia a dia.

Divulgação

Segundo a psicóloga Fernanda P. de Queiroz, cofundadora da Estar Saúde Mental, a culpa não é necessariamente um sentimento negativo ou destrutivo. “A culpa é algo que faz parte do nosso desenvolvimento enquanto seres humanos, pois é um alerta de que estamos agindo errado. Ela nos ajuda a reavaliar o nosso comportamento e também a desenvolvermos uma melhor consciência sobre nosso comportamento.”

Não tem nada de errado em sentir culpa. O problema aparece quando começamos a ruminar a respeito dela. Aí, ela pode virar um inimigo, se enraizar e até nos imobilizar. “A culpa, quando não bem resolvida, pode levar a um sério desequilíbrio emocional. Afeta a autoestima, traz sentimentos de desesperança, além de deixar a pessoa mais ligada ao passado, o que inviabiliza, por exemplo, a viver o momento presente”, explica Fernanda.

Veja algumas dicas que vão ajudá-lo a lidar com esse sentimento


1. Aceite o que fez
O primeiro passo é aceitar aquilo que fez – ou não fez. Esse é o momento de refletir sobre os motivos pelos quais você agiu ou não agiu. Faz parte do processo de autoconhecimento. A culpa, quase sempre, é situacional, quer dizer, ela está ligada a uma situação específica. “Reconhecer o nosso comportamento é fundamental para que numa próxima vez consigamos tomar uma atitude antes. Isso evita que o sentimento se instale mais tarde.”

2. Use o sentimento de culpa para aprender mais sobre você mesmo

A culpa não é um sentimento cujo único propósito é fazê-lo se sentir péssimo sobre algo que fez ou não fez. Pelo contrário. “O sentimento de culpa deveria ser usado para nos alertar sobre algo, para que consigamos aprender a partir daquela experiência”, afirma a psicóloga.

Gazeta Digital

3. Ninguém é perfeito
Sentir-se culpado sobre algo ou alguém talvez seja um dos melhores indicadores de que a perfeição não existe. “Ninguém é perfeito. Todos erramos. Podemos nos agarrar à ideia de que é possível viver livres de comportamentos considerados negativos, como a raiva, assim como dizer sempre a verdade, sempre pensar o melhor a respeito do outro, etc. Porém, embora possamos nos aprimorar para adotar bons comportamentos, nem sempre temos controle sobre tudo. Falhar faz parte da vida, perder o controle e ter sentimentos ruins também. O que fazemos com isso é o que realmente importa.

Culpa demais? É preciso buscar ajuda
Embora a culpa seja algo presente no dia a dia, é preciso atenção: se ela não está de acordo com a lógica dos acontecimentos, ou seja, é desproporcional aos acontecimentos, é muito persistente e interfere na vida social e profissional, afetando a autoestima e a saúde, o melhor é procurar ajuda.

“Muitas vezes este sentimento faz parte de um quadro de depressão e ansiedade, por exemplo. Por isso, a psicoterapia pode ajudar muito a avaliar os pensamentos disfuncionais que geram a culpa”, conclui Fernanda.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 12 de abril de 2018

15:53 - Famosa 'DR' para resolver os conflitos faz bem ao casamento, indica pesquisa

Quinta, 05 de abril de 2018

16:24 - Descobri que meu parceiro está em um aplicativo de paquera. E agora?

Segunda, 05 de março de 2018

11:25 - Meditação - Sair do 'piloto automático' e buscar a paz interior

Sexta, 09 de fevereiro de 2018

17:59 - 'Vou beijar-te agora não me leve a mal...' Amor no Carnaval sobrevive?

Quinta, 08 de fevereiro de 2018

10:02 - Casais que trabalham juntos são mais felizes, conclui pesquisa feita no Brasil

Sexta, 02 de fevereiro de 2018

17:17 - Descobri que fui traído (a) e agora só penso em me vingar, 'dando o troco'

Sexta, 05 de janeiro de 2018

17:58 - Tratar vício em videogame como distúrbio vai estimular política pública

Sexta, 22 de dezembro de 2017

21:05 - Dicas para viajar de avião com criança e disfarçar medo e preocupação no ar

Sexta, 24 de novembro de 2017

16:02 - Especialistas são 9 dicas para gerenciar conflitos no casamento

Sábado, 18 de novembro de 2017

22:09 - Psicóloga investiga o que leva pessoas de 30 anos a buscarem mudanças de vida


// leia também

Terça, 24 de abril de 2018

16:20 - VG imuniza 2,8 mil pessoas no 1º dia da campanha de vacinação contra gripe

16:05 - Exames confirmam morte de mulher pelo vírus influenza em Tangará

10:57 - Prefeitura de Cuiabá convoca 44 aprovados em concurso da Educação

Segunda, 23 de abril de 2018

15:35 - Prefeitura de Várzea Grande homologa resultado do concurso para procurador

14:54 - Mulher morre em VG com suspeita de H1N1 e homem segue internado

14:15 - Governo lança licitação para iluminação pública nas rodovias MT's 251 e 010

13:52 - Mato Grosso registra um acidente de trabalho com morte a cada três dias

11:35 - Livrarias oferecem descontos no Dia Mundial do Livro

09:19 - Criança de 5 anos é atropelada por adolescente em Cuiabá

08:55 - Idoso morre em acidente entre Prisma e carreta na BR-163


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 25/04/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 25/04/2018
72a9403112aff7a049263a318f98e418 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Você confia nos resultados de pesquisas eleitorais?




Logo_classifacil









Loja Virtual