Obesos cobram cirurgias suspensas há 2 meses | Gazeta Digital

Terça, 16 de maio de 2017, 12h09

Obesos cobram cirurgias suspensas há 2 meses

Keka Werneck, repórter do GD


Arquivo Pessoal

Pressão de Daniely vai a 22 e o caso dela é de urgência

A cabeleireira Daniely Cristine da Costa Boabaid, 36, de Barra do Garças (509 Km a Leste de Cuiabá), pesa 105 quilos e sofre de pressão alta. Ela e pelo menos mais 10 pacientes, que sofrem de obesidade mórbida, estavam com datas marcadas para fazer cirurgia bariátrica, mas os procedimentos foram desmarcados devido à paralisação dos médicos e funcionários do Hospital Metropolitano de Várzea Grande, por falta de repasse do Governo do Estado o que impacta no pagamento de salários.

Marcus Vaillant

Pelo menos 10 pacientes estão na espera

A cirurgia de Daniely seria realizada na última sexta-feira (12) às 14 horas. Como não recebeu nenhum comunicado, ela, que fez tratamento pré-cirúrgico por 10 meses, veio para Cuiabá na quinta à noite e se hospedou em um hotel. Na sexta, foi ao hospital e ficou sabendo que não seria operada. No final de semana, também acompanhou a situação e nada. Na segunda-feira, começou a ficar preocupada com a demora.

"A gente se prepara e chega aqui e fica nessa situação. Inclusive não tenho dinheiro para pagar o hotel, estou precisando pedir ajuda na família", lamenta.

"Cheguei a pesar 120 quilos, o que é muito para minha altura, que é de 1 metro e 60. Emagreci 15 quilos para operar. A gente faz um esforço e, no meu caso, fui encaminhada em caráter de urgência, porque minha pressão, mesmo tomando 7 remédios, vai a 22", relata.

No período da tarde, nesta terça-feira (16), pacientes que estão nesta situação vão para frente do Hospital Metropolitano, protestar.

Há 2 meses, estão suspenso exames e cirurgias.

O Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), informa que foi liberado ontem (15), o valor de R$ 1,222 milhão referente a pendências em 2017. "Com esta liberação o hospital retorna a normalidade nesta terça-feira, dia em que assume a nova diretoria do hospital", diz trecho da nota da SES.



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 29 de maio de 2017

16:55 - Prefeitos não aceitam usar Fethab para quitar débitos da Saúde

Sábado, 27 de maio de 2017

11:59 - Governo paga em 3 dias R$ 67 milhões para a saúde

11:00 - Poderes dão sinal positivo para uso do Fethab na saúde

10:30 - Governo retirou recurso de salários para quitar repasse da saúde

Sexta, 26 de maio de 2017

15:55 - Deputado acusa médico e diz que vai denunciar ao MP

12:06 - Taques terá dificuldades para mudar Fethab

Quinta, 25 de maio de 2017

17:42 - MP quer bloqueio de R$ 9 mil do Estado para custear hospital

17:21 - Entidades médicas vão processar deputado que chamou médico de mentiroso

Quarta, 24 de maio de 2017

18:28 - SES muda diretoria do Hospital Regional de Sorriso após denúncias

17:47 - Governo e Assembleia constroem plano emergencial para a saúde


// leia também

Segunda, 29 de maio de 2017

17:40 - Prefeitura lança seletivo para contratar profissionais na área da saúde

17:29 - Servidores rejeitam proposta de RGA em 2018 e votam por greve de 24 horas

17:09 - Cuiabano cria aplicativo para portadores de HIV

15:33 - Novo hospital começa a ser desenvolvido em Cuiabá

15:11 - Editais do Bolsa Atleta 2017 são lançados

14:32 - Pedágios de índios em rodovia federal ameaçam fretes ao Vale do Araguaia

10:45 - Morador filma saque a casas populares em VG

10:40 - Cuiabano ganha fama no exterior como caçador de terremotos

10:21 - Menino de 11 anos de MT conhece pais adotivos do Paraná por WhatsApp

09:15 - Trabalhador denuncia bullying rural com vespas


 veja mais
Cuiabá, Terça, 30/05/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Terça, 30/05/2017
Fe9ca0ce9e105fd40f8300de3ceeb433 anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Na sua opinião, as novas gerações estão menos preocupadas com a ameaça da Aids?



Logo_classifacil









Loja Virtual