Associação quer inquérito contra policiais militares | Gazeta Digital

Segunda, 15 de maio de 2017, 19h42

Associação quer inquérito contra policiais militares

Karine Miranda, repórter do GD


A Associação dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar de Mato Grosso (ASSOF) vai realizar uma representação na Corregedoria da Polícia Militar do Estado para instauração de inquérito policial militar a fim de apurar as responsabilidades de todos os policiais militares envolvidos no suposto esquema de espionagem ilegal promovido por pessoas da cúpula do governo em 2015.

Um grupo de policiais militares teria agido à revelia da lei, supostamente a mando de membros do primeiro escalão do governo Pedro Taques (PSDB). Ao menos 120 pessoas, entre jornalistas, assessores parlamentares da AL e até a deputada Janaina Riva (PMDB), figuram na lista dos grampeados.

Otmar de Oliveira

Associação quer inquérito contra policiais militares

O cabo da Polícia Militar Gérson Luiz Ferreira Corrêa Júnior é apontado como um dos responsáveis por solicitar os grampos. Ele exerce a função de assessor técnico III na Casa Militar do Estado.

A associação classificou os participantes na arapongagem como “maus profissionais” e disse que a Polícia Militar não pode ser responsabilizada como protagonista de práticas ilegais realizadas, sob pena de o seu trabalho ser inviabilizado.

“A mera ilação desse tipo de conduta denigre e macula a imagem de mais de 10 mil policiais militares, que diuturnamente se dedicam a cumprir a lei, preservar a ordem pública e respeitar os direitos individuais”, diz trecho da nota.

Aponta ainda que é necessária a adoção de medidas que não irão prejudicar as ações de combate ao crime organizado. Isto porque o secretário de Segurança, Rogers Jarbas, anunciou que iria determinar a suspensão do acesso da Polícia Militar ao sistema “Guardião”, de interceptações telefônicas.

“Ressaltamos que é por demais temerário impedir o acesso da PM a interceptações telefônicas, considerando a atuação das inúmeras quadrilhas do crime organizado no Estado”, diz.

Por isso, a associação pede rigor na apuração e punição dos envolvidos e a adoção de protocolos mais rigorosos na autorização e na realização de interceptações telefônicas para todos os órgãos do sistema de segurança pública, para evitar que fraude deste tipo volte a ocorrer.

Além disso, defendeu a realização de uma a auditoria por parte do Ministério Público Estadual e Federal em todos os processos de interceptação telefônicas realizados pelos órgãos judiciais e de segurança, que estão em curso ou que foram realizados no Estado de Mato Grosso nos últimos anos, para se verificar a regularidades desses procedimentos.

“Neste momento de quebra da ordem pública, onde agentes do Estado são acusados de ordenar práticas ilegais e inescrupulosas, a Associação dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar de Mato Grosso não poderia adotar outra postura que não fosse a de se colocar ao lado da sociedade e cobrar severas explicações”, diz.



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 23 de maio de 2017

18:15 - Coronel Zaqueu contatou juízes para obter escutas

17:37 - Policiais são suspeitos de 8 crimes com uso da máquina estatal

15:22 - Juiz estima que escutas ilegais chegam a 1 mil; coronel e cabo estão presos

Domingo, 21 de maio de 2017

10:47 - Esposa de coronel faz textão de defesa no Face

Sexta, 19 de maio de 2017

16:43 - MPE diz que grampos ilegais não passaram pelo Guardião do Gaeco

Quinta, 18 de maio de 2017

18:27 - Equipamento espião do Gaeco não grampeou Janaina Riva

16:35 - Tatiana Sangalli se casaria com Arcanjo em plano contra Taques

00:15 - Secretaria de Fazenda de MT comprou aparelho de grampo telefônico

00:05 - Janaina 'enfia os pés pelas mãos' no Facebook

Quarta, 17 de maio de 2017

21:22 - Jornalista foi incluído em todos os pedidos de escutas da PM, em 2015


// leia também

Quarta, 24 de maio de 2017

07:00 - Rotina e brigas tiram desejo sexual do homem

Terça, 23 de maio de 2017

19:34 - Azul lança nova rota de Barra do Garças a Goiânia a partir de junho

18:39 - Técnicos vão fazer diagnóstico da situação do Hospital Regional de Sorriso

17:05 - Prefeitura pede intervenção do MPE sobre problema de esgoto no Parque das Águas

14:07 - Homem chega aos 325 kg, mas já perdeu 92 kg

10:00 - Jornal A Gazeta completa 27 anos e 9.217 edições

09:00 - Médico chora ao falar sobre caos no Hospital Regional de Sorriso

Segunda, 22 de maio de 2017

20:18 - Nova ação retira mais de 60 invasores de garimpos na área da Serra da Borda

19:39 - Trabalhadores da Educação fazem assembleia e ameaçam com greve

19:10 - Concurso da Politec teve mais de 13 mil inscritos e gabarito é divulgado


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 24/05/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Quarta, 24/05/2017
7b718983308988510a4d6943f71dd371 anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Na sua opinião, o Brasil é uma nação corrupta?



Logo_classifacil









Loja Virtual