Mortes no trânsito reduzem 35% em Cuiabá e Várzea Grande | Gazeta Digital

Sexta, 21 de abril de 2017, 08h54

Mortes no trânsito reduzem 35% em Cuiabá e Várzea Grande

Lidiana Cuiabano, repórter Sesp/MT


Dados da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Segurança Pública (Sesp), apontam que, de janeiro a março deste ano, foram registradas 24 ocorrências de mortes no trânsito em Cuiabá e Várzea Grande, enquanto que, no mesmo período do ano passado, as duas maiores cidades do Estado somaram 37 mortes no trânsito, chegando a uma redução de 35%.

Ainda no primeiro trimestre deste ano, Cuiabá e Várzea Grande registraram 412 ocorrências de lesão corporal no trânsito, uma queda de 45% em relação ao mesmo período de 2016, quando 754 ocorrências do tipo foram registradas.

Lenine Martins/Sesp

Operação Lei Seca deixou motoristas mais precavidos

A redução fica mais evidente no acumulado do Estado. No primeiro trimestre deste ano, Mato Grosso teve 60 registros de mortes no trânsito, e no ano de 2016 foram 93 ocorrências.
Quanto à lesão corporal no trânsito, foram 1.020 casos de janeiro a março deste ano. No mesmo período de 2016, a Segurança apontou 2.122 ocorrências.

O delegado titular da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito da Polícia Judiciária Civil, Cristian Alessandro Cabral, acredita que uma das razões que levou à queda dos índices de acidentes de trânsito com vítima foi o aumento de ações integradas em todo Estado, como a operação Lei Seca.

“Desde meados de 2016 a Secretaria de Segurança Pública ampliou o alcance da operação Lei Seca, levando a ação integrada para diversos municípios do interior do Estado. E isso tem sido muito positivo. Percebemos que a sociedade apoia e torce para que essas operações virem rotina em suas cidades, além do aumento das ações ter grande influência no resultado estatístico”, disse o delegado.

Segundo ele, as ações preventivas e repressivas da Lei Seca já têm surtido efeito na mudança de hábito de muitas pessoas na Capital, por exemplo. “Hoje já percebemos em Cuiabá, quando se tem grandes eventos, como shows, existem muitas vans, táxis, moto táxis, nas proximidades do evento. O que significa que as pessoas já estão adquirindo a cultura de não dirigir sob efeito alcoólico”, falou.

O delegado acredita ainda que as melhorias na sinalização, no tráfego e o investimento da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), são outros fatores que estão contribuindo para a redução dos indicadores de acidentes de trânsito com vítimas em Cuiabá.

“A Semob tem investido maciçamente no trânsito na Capital, que vem passando por grande melhoria na sinalização e no tráfego, além do aumento da fiscalização eletrônica. Fatores que refletem diretamente nos indicadores da Segurança Pública”, disse.

Fiscalização eletrônica

Implantada em Cuiabá desde 2015, a fiscalização eletrônica é uma ferramenta utilizada pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) para a redução dos acidentes de trânsito em Cuiabá. “Os condutores da cidade ficaram mais atentos sabendo que podem ser flagrados pelas câmeras. Hoje são em torno de 140 faixas monitoradas pelos radares em Cuiabá”, disse o diretor de Trânsito, Michel Diniz de Paula.

Desde 2013, a Semob também atua junto à Segurança Pública através de um Termo de Cooperação Técnica, no qual possibilita o compartilhamento de espaço no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) na utilização do serviço de videomonitoramento urbano, despacho de ocorrência e sistema de rádio comunicação.

O diretor de Trânsito acredita ainda que, além dos meios eletrônicos de fiscalização, a redução dos acidentes com vítimas também é reflexo da presença dos agentes de trânsito da Semob em pontos estratégicos nas ruas de Cuiabá, garantindo maior segurança no trânsito.

“Hoje uma das principais ações que participamos em parceria com outras instituições é a Lei Seca, tendo em vista que boa parte dos condutores que se envolvem em acidentes de trânsito normalmente estão sob efeito alcoólico, principalmente em casos com vítima fatal. E com a fiscalização sempre presente nas ruas, conseguimos coibir essa prática”, falou.

Lenine Martins/Sesp

Muitas vezes, as ações de fiscalização da Semob são realizadas em parceria com a Polícia Militar, através do Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário. A presença dos policiais militares em locais e horários com maior incidência de acidentes de trânsito também tem feito a diferença nos indicadores em Cuiabá e Várzea Grande.

“Atuamos em reforço aos agentes de trânsito da Semob e ao policiamento ordinário, com base em levantamentos estatísticos dos Comandos Regionais nas áreas consideradas mais críticas em ocorrências de trânsito”, contou a comandante do batalhão, tenente coronel PM Francyanne Siqueira Chaves Curvo.
O batalhão atua na blitz de fiscalização de trânsito, do condutor, verificando documentos e as condições de segurança do veículo. “Acredito que com as ações do batalhão e a participação de todas as unidades que compõe o grupo de trânsito estamos conseguindo diminuir efetivamente os índices de acidentes de trânsito com vítimas tanto na capital quanto no interior”, completou a comandante.
 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 22 de junho de 2017

15:02 - Filho de deputado deixa hospital após 27 dias

Segunda, 12 de junho de 2017

17:13 - Filho de deputado fica com o lado esquerdo do corpo paralisado

10:39 - Condutor perde controle, atinge muro de casa e é resgatado pelos Bombeiros

Sexta, 09 de junho de 2017

11:34 - Mulher motociclista para em 'cima' de carro em acidente

Quarta, 07 de junho de 2017

11:17 - Condutor embriagado bate na traseira de carro no trânsito lento

10:10 - Motorista perde controle e cai dentro do córrego do Barbado

Segunda, 05 de junho de 2017

11:13 - Filho de deputado acidentado começa a sair do coma

Domingo, 04 de junho de 2017

19:50 - Motorista bate no poste e roda na pista em VG

08:13 - Dois morrem em grave acidente em frente a Arena Pantanal - Veja vídeo

Sexta, 02 de junho de 2017

07:27 - Ônibus e carro se envolvem em acidentes com motos na manhã de sexta-feira


// leia também

Terça, 27 de junho de 2017

19:00 - MPE obtém liminar e suspende efeitos do decreto legislativo que reduziu reserva extrativista

15:06 - MT é o primeiro do país a institucionalizar Coaching na gestão pública

15:01 - Nove municípios podem ficar sem recursos do Bolsa Família

14:59 - Governo consegue R$ 65 milhões para regularização fundiária

12:54 - Time norte-americano não libera e Marta desfalca seleção em amistoso

12:10 - Estudante do IFMT some após discutir com o pai

11:00 - Garis suspendem coleta para cobrar rescisão

08:43 - Usuários migram da Ilha da Banana ao Morro da Luz

Segunda, 26 de junho de 2017

19:09 - Praça Sávio Brandão será revitalizada

18:20 - Prefeitura planeja estratégias para adequação de ambulantes em Cuiabá


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 28/06/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 28/06/2017
709682c66590260fb3edf747d9f8deb8 anteriores




Indicadores Econômicos

Indicadores Agropecuário

Mais Lidas Enquete

Profissionais de saúde devem ser obrigados a registrarem nos prontuários de atendimento médico os indícios de violência contra a mulher?




waze

Logo_classifacil









Loja Virtual