85 mortes por gripe em Mato Grosso | Gazeta Digital

Terça, 10 de janeiro de 2017, 11h38

Cidades

85 mortes por gripe em Mato Grosso

Yeda Magossi, repórter do GD


Em 2016 Mato Grosso registrou 496 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que é considerada o tipo mais graves de gripe. 85 pessoas morreram vítimas da doença. Já quando se fala em H1N1 o levantamento aponta 68 casos e 17 óbitos no ano passado. Os dados são do levantamento epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado no dia 4 de janeiro.

Arquivo Pessoal

Médica infectologista Zamara Brandão Ribeiro

De acordo com a médica infectologista, Zamara Brandão Ribeiro, os casos de gripe são mais frequentes no período seco, mas apesar de estarmos na época de chuvas, sempre é importante ficar atento para não contrair a doença em qualquer momento do ano.

A médica disse que as pessoas precisam diferenciar o resfriado de gripe. Ela explica que o resfriado é mais ameno, o paciente fica com o nariz entupido, coriza, tosse e espirros e não apresenta febre.

Já a gripe é causada pelo vírus influenza e os sintomas são mais intensos, as pessoas normalmente ficam debilitado, com dores de cabeça, garganta nos músculos e nas articulações e pode ter febre de 38°C.
Como tratamento nos dois casos é indicado o uso de medicamento como analgésico e descongestionante nasal para aliviar os sintomas. Não é recomendado antibiótico.

Como a gripe deixa o paciente mais fraco, o ideal é fazer repouso, tomar bastante líquido e melhorar a imunidade para evitar infecções bacterianas como pneumonia, sinusite e rinite.

Idosos, crianças menores de dois anos, gestantes, pessoas imunossuprimidas (diabéticos, com doenças no pulmão e no coração, HIV) e mulheres que tiveram bebê recentemente são os mais propensos a desenvolver gripe.

Para evitar a contaminação do vírus influenza, é importante estar com o cartão de vacinação em dia, evitar lugares fechados e que estejam com muita gente, lavar sempre as mãos com água e sabão, usar lenço de papel e não de pano.

A infectologista orienta que o quadro viral durante de 7 a 10 dias e o período mais crítico acontece no terceiro e quarto dias. Caso permaneça os fortes sintomas procurar uma unidade de saúde mais próxima.

Cuiabá

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde da Capital no ano passado foram notificados 22 casos de influenza, deste total 7 confirmados com H1N1. Sobre os anos anteriores 2015 e 2014, a assessoria disse não ter as informações.

Divulgação Internet

Vacinação
A campanha de vacinação contra a gripe na rede pública normalmente é realizada no mês de maio de cada ano. Já na rede particular a imunização pode ser feita ao custo de 60 reais por dose, em Cuiabá.

No ano passado, em Mato Grosso, 416,1 mil pessoas foram imunizadas, representando 66,7% do grupo prioritário. A meta do Ministério da Saúde era vacinar, no mínimo, 80% desse público.

Dentre os grupos prioritários para a vacinação no estado estavam os trabalhadores de saúde com 47,4 mil doses aplicadas, o que representa 85,4% dos profissionais vacinados.

Entre as mulheres que tiveram bebês recentemente, 5,3 mil já foram vacinadas (76,4%); 180,4 mil idosos (73,7%); crianças de seis meses e menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), com 153,7 mil vacinados (65,9%), e 22,3 mil gestantes (52,8%).

Foram disponibilizadas 750 mil doses da vacina para imunizar 698 mil pessoas no estado.
 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 23 de maio de 2018

11:04 - Professora morre com suspeita de gripe H1H1 em Primavera do Leste

Sexta, 18 de maio de 2018

12:48 - Confirmada vacinação da gripe para este sábado em Cuiabá e VG

Quinta, 17 de maio de 2018

14:29 - Prefeitura investigará morte de criança de dois anos por suspeita de H1N1

Sexta, 11 de maio de 2018

15:55 - Dia D de vacinação contra a gripe será neste sábado em todo o país

15:29 - Saúde confirma mais 2 mortes por influenza em Mato Grosso

Sexta, 04 de maio de 2018

10:04 - Morte de bebê por suspeita de H1N1 em Alta Floresta é investigada

Sexta, 27 de abril de 2018

14:03 - Casos suspeitos de influenza sobem para 102 em uma semana no Estado

Quarta, 25 de abril de 2018

17:34 - Prefeitura confirma morte de professora por H1N1 em Sorriso

Terça, 24 de abril de 2018

16:05 - Exames confirmam morte de mulher pelo vírus influenza em Tangará

Segunda, 23 de abril de 2018

14:54 - Mulher morre em VG com suspeita de H1N1 e homem segue internado


// leia também

Sexta, 25 de maio de 2018

17:14 - Agentes prisionais param atividades nas 54 unidades de Mato Grosso

16:23 - Ônibus de Cuiabá rodam por mais 4 dias após liberação de carga de diesel

16:12 - Postos de Cuiabá e VG ficam sem combustíveis e situação pode piorar

13:30 - Vans escolares fazem carreata em apoio aos caminhoneiros em greve

11:12 - Greve compromete fornecimento de água em Cuiabá e empresa faz alerta

10:25 - Empresa é punida por não concluir instalação de ar-condicionado em escolas

09:23 - Caminhoneiros mantêm protestos em Mato Grosso mesmo após acordo

07:30 - Governo e prefeituras de MT mudam rotina por greve dos caminhoneiros

Quinta, 24 de maio de 2018

17:39 - Caminhoneiros em greve 'invadem ruas' com buzinaço até a sede do governo - veja vídeos

16:15 - Sem combustível, frota de ônibus é reduzida em 50% em Cuiabá e VG


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 26/05/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 26/05/2018
Ea13e1b35911b70cafc047d78e906f1b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual a sua opinião sobre a greve dos caminhoneiros?




Logo_classifacil









Loja Virtual