Deu ruim | Gazeta Digital

Terça, 09 de maio de 2017, 00h00

Deu ruim


A proposta apresentada pelo presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FAP), deputado federal Nilson Leitão (PSDB), que abre margem para flexibilização do pagamento salarial do trabalhador rural, foi duramente criticada por um dos expoentes do partido, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “Isso não significa que vamos apoiar, como partido político, ou fazer uma reforma qualquer. Não faremos. Por exemplo, a proposta de um deputado do meu partido [Nilson Leitão, de Mato Grosso] de mexer com as relações trabalhistas rurais, aquilo é uma loucura. Não pode ser assim”, afirmou.

Sem acordo

Ainda não se chegou a um acordo para que o governo do Estado cumpra sua obrigação junto aos Poderes no que diz respeito ao pagamento das duas quartas parcelas em aberto dos duodécimos referentes a julho e agosto de 2016. O montante de R$ 160 milhões deveria ter começado a ser pago em abril, mas sem acordo não houve nenhum repasse.

Reprovada

Proposta de Nilson Leitão também gerou reação por parte do Ministério Público do Trabalho. Segundo o órgão, a mudança “viola princípios constitucionais, convenções da Organização Internacional do Trabalho e representa um grande retrocesso social, ao trazer prejuízos às relações de trabalho rural. Diante das argumentações postas, o Ministério Público do Trabalho defende rejeição total à proposta do tucano.

Crise

E a lista de inadimplência do Governo não se restringe aos Poderes. Os repasses da Saúde ainda não estão em dia e os prefeitos prometem manifestação no Palácio Paiaguás caso a situação não seja solucionada. Dos 141 prefeitos, pelo menos 76 já estariam mobilizados para esta “pressão”, segundo dados da Associação Mato-grossense dos Municípios. Maio promete vários embates para o governo de Pedro Taques.

Diálogo

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), reconhece que as matérias são polêmicas e afirma que esta semana, antes da votação de tal medidas, o governo do Estado se reúne com a base aliada para apresentar as propostas. Segundo Botelho, esta será uma boa chance de o governador Pedro Taques (PSDB) avaliar como está o relacionamento com a base aliada, depois de todo imbróglio criado com a CPI das Obras da Copa do Mundo. Para Botelho, a situação não “está das melhores, mas também não está das piores”. Como diz o pessebista, nada que uma boa conversa não resolva.

Lá vem confusão

O mês promete polêmicas porque o governo do Estado se prepara para mandar para a Assembleia Legislativa pautas “espinhosas”, como as Reformas Tributária e Administrativa e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que visa implantar em Mato Grosso o Teto de Gastos. O Fórum Sindical já se reuniu para decidir que medidas tomar, caso o Governo consiga aprovar o congelamento de salários, contido na proposta do Teto. Taques está em desarmonia com os servidores desde a não concessão integral da Revisão Geral Anual no ano de 2016.

Poucas & Boas

O município de Alta Floresta (803 km ao norte de Cuiabá) será sede da sétima edição da Caravana da Transformação, a quarta realizada este ano. O evento, que levará atendimento oftalmológico e serviços de cidadania, ocorrerá entre os dias 6 e 16 de junho, com local a ser definido pela coordenação executiva do programa.
A Defesa Civil de Mato Grosso, responsável pela estrutura do evento, já está na cidade para vistoriar os possíveis locais que podem receber a Caravana.

***

Nos próximos dias, parte da coordenação executiva se reunirá com prefeitos e secretários da região que serão beneficiados. Além de Alta Floresta, pacientes de outros 11 municípios serão atendidos, entre eles: Apiacás, Carlinda, Colíder, Itaúba, Marcelândia, Nova Bandeirantes, Nova Canaã do Norte, Nova Guarita, Nova Monte Verde, Nova Santa Helena e Paranaíta. Os atendimentos oftalmológicos têm como público-alvo pessoas a partir de 55 anos, já que doenças como a catarata, por exemplo, têm maior incidência nessa faixa etária.

***

Segundo o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, os municípios atendidos possuem 20.263 pessoas acima de 55 anos. Todos os atendimentos realizados são agendados previamente, por isso é necessário que o paciente seja regulado pela Secretaria Municipal de Saúde e tenha o cartão SUS atualizado. As consultas e exames ocorrerão entre os dias 6 e 12 de junho.
 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

00:00 - Versão oficial

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

00:00 - Transferências

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

00:00 - Incentivos

Terça, 20 de fevereiro de 2018

00:00 - Decisão

Segunda, 19 de fevereiro de 2018

00:00 - Fundos

Domingo, 18 de fevereiro de 2018

00:00 - Decisões

Sábado, 17 de fevereiro de 2018

00:00 - Vaquinha

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

00:00 - Fim do prazo

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

00:00 - Guerra à vista

Terça, 13 de fevereiro de 2018

00:00 - Nada de mágica


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 23/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sexta, 23/02/2018
A2e8b51001c64082e6766c7843812b80 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

A pedido da ONU, Mato Grosso receberá refugiados venezuelanos




Logo_classifacil









Loja Virtual