Bola dentro | Gazeta Digital

Sexta, 05 de maio de 2017, 00h00

Bola dentro


Não resta dúvidas de que a inauguração da Arena da Educação foi uma bola dentro da administração estadual. Os dezenas de camarotes da Arena Pantanal já estavam às moscas e agora servem de espaço para salas de aula e para o ensino da prática esportiva. Espera-se que a ideia se consolide e que o modelo de integração entre esporte e educação renda frutos e se espalhe pela rede pública do Estado. O cenário para a aprendizagem é inspirador.
O primeiro estádio-escola do Brasil contará com ensino em Tempo Integral e capacidade inicial para atender 315 alunos.

Só na pressão

Depois de surpreender muita gente ao se candidatar à Presidência do Senado, o senador José Medeiros (PSD), novamente pôs as asas de fora. Desta vez, mandou recado duro à base de sustentação do governo Temer na Casa. Medeiros ameaça abandonar a base de apoio ao presidente no Congresso caso o governo não resolva o impasse com a Odebrecht, que impossibilita a entrega da duplicação da BR-163 à população do Estado. ‘Mato Grosso quer e precisa dessas obras, senão por uma questão patrimonial, mas, sobretudo, humanitária’, disse o senador, irritado.

300 anos

A bancada de Mato Grosso no Congresso atendeu ao pedido da Prefeitura de Cuiabá e solicitou, junto ao Ministério da Integração, investimentos para projetos que somam R$ 102 milhões para obras de construção de viaduto, trincheira, vias de acesso e pavimentação de avenidas na capital mato-grossense.
A iniciativa para a reunião junto ao ministro Helder Barbalho, foi do senador Wellington Fagundes (PR-MT). O prefeito Emanuel Pinheiro participou da audiência e, na ocasião, a bancada do Estado pleiteou a aprovação dos cadastramentos para que a Prefeitura possa concorrer à habilitação das propostas de captação de recursos.

Projetos

Segundo o prefeito Emanuel Pinheiro, uma das obras será a construção de um viaduto na avenida Beira Rio, que vai permitir o desafogamento do trecho que sai para Várzea Grande, e que possui grande movimentação de veículos.
Além disso, considera fundamental a construção de uma trincheira no cruzamento da Avenida Érico Preza (bairro Jardim Itália) com a avenida Edna Affi. ‘No horário de pico - às 6h e 18h - o trecho fica engarrafado causando transtorno terrível para a população cuiabana‘, alertou Pinheiro

Discurso desencontrado

Enquanto o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho, não descarta uma saída em massa do PSB, o secretário estadual de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, Suelme Evangelista, afirma que os ânimos já foram apaziguados no PSB e não haverá debandada. Uma reunião que ocorre no final de semana mostrará qual corrente está mais forte no partido.

União evidente

Se por um lado o discurso pós-destituição mostra-se um tanto quanto desencontrado, há que se reconhecer que a união da cúpula do PSB em Mato Grosso foi evidente. Logo após o anúncio da medida pela Executiva Nacional, uma nota em apoio a Fábio Garcia foi disparada pelos detentores de mandato do partido. Aliás, caso todos resolvam sair do PSB, o partido em Mato Grosso ficará bastante enfraquecido. A sigla se fortaleceu muito desde que Valtenir Pereira deixou o comando dela no Estado.

Poucas & Boas

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso torna público o Edital nº 8/2017-TJ, que versa sobre a abertura de concurso de promoção para juízes em quatro varas de comarcas de Segunda Entrância.
Por critério de antiguidade estão disponíveis uma vaga na 2ª Vara da Comarca de Vila Rica (1.259 km a nordeste de Cuiabá) e outra na 2ª Vara da Comarca de Comodoro (644 km a oeste). Por merecimento, a promoção preencherá uma vaga na 1ª Vara da Comarca de Chapada dos Guimarães (67 km ao norte) e na 1ª Vara da Comarca de Jaciara (144 km ao sul).

***

O descontentamento da cúpula do PSB em Mato Grosso se dá com a decisão da Nacional de destituir a Comissão Provisória, depois que o deputado federal Fábio Garcia, presidente da sigla no estado, contrariou orientação partidária e voltou favorável à Reforma Trabalhista na Câmara Federal.

***

O governo do Estado repassou, no primeiro trimestre deste ano, R$ 598,9 milhões do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) às 141 prefeituras mato-grossenses. O último repasse, referente ao mês de março, totalizou R$ 222,5 milhões. O valor foi divulgado no Diário Oficial que circulou na quinta-feira (04).
 

Gazeta Digital também está no Facebook, Twitter, YouTube e Instagram    



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Terça, 25 de julho de 2017

00:00 - Cuiabá condenada

Domingo, 23 de julho de 2017

00:00 - No prazo

00:00 - Lobby

Sábado, 22 de julho de 2017

00:00 - De volta

Sexta, 21 de julho de 2017

00:00 - Mãos à obra

Quinta, 20 de julho de 2017

00:00 - Fidelidade

Quarta, 19 de julho de 2017

00:00 - Desistir nunca

Terça, 18 de julho de 2017

00:00 - Muito prazer

Segunda, 17 de julho de 2017

00:00 - Farra

Domingo, 16 de julho de 2017

00:00 - Emanuel no DEM


 veja mais
Cuiabá, Terça, 25/07/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 25/07/2017
D0ab83a68d9c5d64ce32d7f10e3cc4b2 anteriores

WhatsApp




Indicadores Econômicos

Indicadores Agropecuário

Mais Lidas Enquete

Quatro CPIs podem funcionar no Congresso após o recesso de julho.




waze

Logo_classifacil









Loja Virtual