Megaoperação deve frear avanço do PCC nos estados, diz promotor | Gazeta Digital

Quinta, 14 de junho de 2018, 09h24

Brasil

Megaoperação deve frear avanço do PCC nos estados, diz promotor


R7

Fragmentos de cartas apreendidos na rede de esgoto da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau foram utilizados nas investigações que possibilitaram deflagrar, na manhã desta quinta-feira (14), a Operação Echelon. A operação coordenada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público de São Paulo tem como objetivo atingir a estrutura que controla as ramificações interestaduais da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Ao todo, os policiais estão cumprindo 59 mandados de busca e apreensão em 14 Estados. A Justiça decretou ainda prisão preventiva de 75 suspeitos, todos apontados como integrantes da facção. "A partir da apreensão de cartas na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau pelo setor de inteligência da administração penitenciária houve a instauração do inquérito policial para investigação", afirmou ao R7 o promotor do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Lincoln Gakyia.

Alex Silva/14.05.2006/Estadão Conteúdo

Presídio de São Paulo abriga cúpula do PCC 

"O foco dessa operação era identificar e prender os responsáveis pela célula Sintonia dos Estados, membros ligados à cúpula da facção, que estavam dentro da P2 e autores das cartas com ordens para o Resumo dos Estados", afirma Gakyia. O Resumo dos Estados, segundo o promotor, são membros da facção em presídios ou em liberdade.

Por muito tempo, as cartas dos membros da organização criminosa saiam dos presídios por meio de visitas familiares e por advogados. Porém, foram identificados fragmentos de correspondências na rede de esgoto do presídio. "Foram instaladas redinhas nos vasos sanitários que capturaram pedaços de papel picado", diz o promotor. Nesse momento, em junho do ano passado, começaram as investigações que deram origem à Operação Echelon.

A operação, que conta com 300 policiais só no Estado de São Paulo tem como objetivo reduzir o crescimento da facção nos estados, diminuindo a capilaridade dos negócios do grupo. "São membros diretamente ligados à cúpula, que davam ordens na ausência dos líderes principais. Estamos atacando praticamento o nascedouro da organização", diz Gakyia.

O promotor responsável pelas investigações afirma que, apesar de ainda não ser possível mensurar o impacto da operação no tráfico de drogas impulsionado pela organização, o PCC deve levar tempo para reconstituir essa célula atingida pelas investigações. Ele também afirma que há indícios de que os ataques ocorridos recentemente em Minas Gerais e no Rio Grande do Norte foram orquestrados por membros do Resumo dos Estados.

"Essas ordens partem de São Paulo, onde está o núclelo decisório, e são difundidas até chegar aos outros estados", diz ele. "A facção perdeu pessoas com capacidade de dar ordens. Agora esses quadros terão de ser substituídos, o que significa que um elo da cadeia se rompe. A saída de drogas para países vizinhos certamente deverá ser afetada", afirma o promotor.

Nos últimos quatro anos, o total de integrantes do PCC espelhados fora de São Paulo cresceu seis vezes, passando de 3 mil para pouco mais de 20 mil em 2018. A facção, que em São Paulo conta com 10,9 mil integrantes, está presente ainda em cinco países da América do Sul: Bolívia, Colômbia, Guiana, Paraguai e Peru.

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 16 de agosto de 2018

08:58 - PF deflagra ação contra tráfico de pessoas e trabalho escravo em SP

Quarta, 15 de agosto de 2018

08:45 - PF deflagra 2º fase da Operação Rosa dos Ventos contra sonegação de R$ 5 bi

Terça, 14 de agosto de 2018

17:30 - Operação prende 31 policiais militares em Campinas

10:38 - Quadrilha atira em seguranças e explode carro-forte na Anhanguera

Sábado, 11 de agosto de 2018

10:33 - Acusado por duplo feminicídio, homem é condenado a 35 anos de prisão

Sexta, 10 de agosto de 2018

14:45 - Mulher pula de carro em movimento após estupro na zona leste de SP

Quinta, 09 de agosto de 2018

12:08 - PF deflagra operação contra tráfico internacional de transexuais

11:16 - Polícia prende mais um suspeito pela morte da policial Juliane

10:59 - Em segundo dia de ataques, quadrilhas explodem mais 4 bancos no interior de SP

Terça, 07 de agosto de 2018

14:51 - São Paulo confirma contratação do meia Everton Felipe, do Sport


// leia também

Quinta, 16 de agosto de 2018

17:00 - Mulher é condenada a 6 anos de prisão por matar homem que a assediou

15:21 - Celular roubado levou à prisão de assassinos de funkeiro no Rio

15:08 - Erros e infecções em hospitais matam 6 a cada hora no Brasil

13:20 - PF e CGU investigam contratação de transporte escolar em Sergipe

13:00 - Unicamp apura pichações racistas e de apologia à violência

12:30 - Banqueiro é preso no Rio em operação da Lava Jato

09:11 - MP e polícia cumprem 72 mandados de prisão contra traficantes no Rio

Quarta, 15 de agosto de 2018

15:07 - Explosão em universidade do Rio de Janeiro fere três pessoas

14:57 - Sobe para 6 mortes e 1.237 número de casos de sarampo no Brasil

13:10 - Ataque com explosivos destrói agência bancária em Elias Fausto


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Quinta, 16/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 16/08/2018
7d0914d59343b99cfc78f130aba8eeb9 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Cuiabá é uma cidade acolhedora para ciclistas?




Logo_classifacil









Loja Virtual