Justiça manda prefeitura devolver documentos e objetos de morador de rua | Gazeta Digital

Domingo, 15 de abril de 2018, 10h44

Brasil

Justiça manda prefeitura devolver documentos e objetos de morador de rua


Estadao

A Prefeitura de São Paulo terá que devolver os bens de um morador de rua que teve os pertences confiscados pela Guarda Civil Municipal no final do ano passado. O homem é catador de materiais recicláveis. Em uma ’ação de zeladoria urbana’ na Praça do Patriarca, coração da metrópole, agentes da Guarda tomaram os objetos do morador de rua.

A decisão judicial que mandou a Prefeitura restituir os bens acolhe ação da Defensoria Pública da capital.

‘A própria legislação municipal reconhece que é vedada a subtração dos bens de população em situação de rua. Ainda, nos termos da legislação civil, presume-se que o possuidor é proprietário de coisas móveis não sujeitas a registro‘, escreveu o relator Juiz José Gomes Jardim Neto.

Divulgação

Justiça manda prefeitura devolver documentos e objetos de morador de rua

O homem teve documentos, roupas, medicamentos e um carrinho, seu instrumento de trabalho, levados durante a ação policial. Ele chegou a subir no caminhão da prefeitura para reaver seus bens, mas os guardas civis o algemaram e o levaram para a delegacia. A ação foi registrada em vídeo por uma testemunha.

‘Ele teve bens pessoais e instrumentos de trabalho apreendidos, não recebeu qualquer notificação ou contra-lacre, e não foi informado para onde seus bens seriam encaminhados ou como ele poderia recuperá-los‘, sustentam os Defensores Públicos Carlos Weis, Rafael Lessa Vieira de Sá Menezes e Davi Quintanilha Failde de Azevedo.

Após ter o pedido negado em primeira instância, a 2ª Turma Recursal Central da Capital analisou o agravo e determinou por unanimidade a devolução dos pertences em um prazo de 5 dias úteis.

‘Os bens apreendidos são de uso pessoal e também instrumento de trabalho, o que mostra o perigo de dano‘, reconheceu na decisão o relator Jardim Neto. ‘Caso a apreensão dos bens não tenha sido documentada e registrada, a entrega deverá ser feita mediante declaração do agravante, sob as penas da Lei, de que os bens são seus, e ainda com termo de entrega dos bens devidamente individualizados.‘

COM A PALAVRA, A PREFEITURA

‘A Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU) não foi notificada.‘
‘Vale lembrar que todos os trabalhos devem seguir os Decretos 57.069 e 57.581. Denúncias podem ser encaminhadas à Ouvidoria da Prefeitura ou à Corregedoria da Guarda Civil Metropolitana.‘ 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 24 de abril de 2018

09:59 - Morador de rua é espancado com taco em frente a padaria em SP

Domingo, 22 de abril de 2018

11:00 - Em fuga num campinho de futebol, adolescente morre com tiro no tórax

Sábado, 21 de abril de 2018

14:00 - Advogado pede à Justiça que barre quadro de R$ 85 mil de Serra no Bandeirantes

09:24 - Polícia Civil encerra inquérito de agredido em frente a Instituto Lula

Sexta, 20 de abril de 2018

09:27 - Tiroteio em ônibus mata 2 e fere 5 na zona sul de São Paulo

Quinta, 19 de abril de 2018

19:30 - Polícia procura suspeitos de latrocínio em Osasco

09:55 - Polícia Civil prende quadrilha suspeita de roubar celulares em SP

Quarta, 18 de abril de 2018

14:14 - Teto de escola infantil desaba e deixa pelo menos 19 feridos

Segunda, 16 de abril de 2018

17:00 - Morador de rua é encontrado morto no centro de São Paulo

Quinta, 12 de abril de 2018

17:38 - Homem ateia fogo na mulher e em si mesmo na zona norte de SP


// leia também

Terça, 24 de abril de 2018

17:00 - Receita apreende carga de heroína e explosivo no Galeão

16:46 - Usuário de maconha terá aplicativo para monitorar danos causados pela droga

14:55 - Carro onde estava Marielle Franco passará por nova perícia

14:49 - Polícia busca homem suspeito de mandar matar genro por ser negro

13:25 - Tropas cercam morros do Rio que lutam pelo controle do tráfico

09:45 - Mais de 17 milhões de brasileiros até 14 anos vivem na pobreza

Segunda, 23 de abril de 2018

19:00 - Procuradoria dá cinco dias ao Incra para pedir reintegração de terras no Pará

17:35 - Menina que sofreu estupro coletivo em Praia Grande passa por pronto-socorro

15:57 - Criança de 11 anos é estuprada por 14 homens em baile funk no litoral

15:48 - Agência brasileira levará pessoas ao espaço por 250 mil dólares em 2020


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 25/04/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 25/04/2018
72a9403112aff7a049263a318f98e418 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Você confia nos resultados de pesquisas eleitorais?




Logo_classifacil









Loja Virtual