Jungmann reafirma que atuação das Forças Armadas no Rio continua até fim de 2018 | Gazeta Digital

Quarta, 20 de dezembro de 2017, 10h12

Operações integradas

Jungmann reafirma que atuação das Forças Armadas no Rio continua até fim de 2018


Agência Brasil

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que as Forças Armadas cumpriram com o seu papel de colaborar com as forças de segurança do Rio de Janeiro no combate ao crime organizado no estado. Lembrou que, nas 15 operações integradas realizadas até agora, foram empregados mais de 40 mil militares, e destacou que a atuação integrada dos serviços de inteligência representou uma vitória que levou à prisão de traficantes que eram procurados. Jungmann reafirmou que o Rio de Janeiro vai continuar a contar com o apoio das Forças Armadas no Plano Nacional de Segurança até o fim de 2018.

“Tivemos a prisão do Rogério 157 [Rogério Avelino da Silva, que chefiava o tráfico de drogas na Rocinha], a prisão, no Paraguai, do Piloto [Marcelo Fernando Pinheiro Veiga] que era o grande fornecedor de armas para o Comando Vermelho, e outros que foram identificados e foram presos”, apontou o ministro. Ele participou no Rio da cerimônia para o início do recebimento das propostas das empresas interessadas na construção, no Brasil, de quatro navios de superfície de alta complexidade tecnológica para a Marinha do Brasil.

Jungmann voltou a lembrar que, como tem falado desde o início das operações, no meio do ano, que “não se conseguirá debelar em meses, o que levou décadas para ser construído”, se referindo ao crescimento do tráfico de drogas na cidade. “Estamos fazendo a nossa parte, e achamos, inclusive, que com o pagamento dos salários atrasados, com ampliação das forças policiais de segurança a serem colocadas à disposição do Rio de Janeiro, vamos ter mudanças, como algumas já conquistadas até aqui”.

Para o ministro, embora o programa integrado de segurança no Rio de Janeiro esteja caminhando, é preciso fazer mais, e adiantou que virão novas operações. “O Rio de Janeiro pede e estamos procurando fazer mais. Em breve, os senhores [se dirigindo aos repórteres] vão ter notícias de novas operações. Acho que elas vão dar um salto de qualidade em relação ao que temos obtido até aqui. No caso de roubos de cargas, por exemplo, nas rodovias federais, apreendemos mais de três centenas de drogas, em termos de maconha, de cocaína, além de armas; prendemos bandidos e de fato isso tem significado uma melhoria”, disse.

Jungmann reiterou que a situação do Rio chegou a um ponto em que o crime organizado representa a instalação de um Estado paralelo, em cenário no qual, em alguma medida, parte das instituições se associou ao crime. Por isso, disse que pediu a criação de uma força-tarefa federal que já está atuando nesta área. “Está exatamente, neste momento, desenvolvendo suas investigações, com apoio do Ministério da Justiça, do Ministério da Defesa, das polícias e também da Abin [Agência Brasileira de Inteligência]. Vamos ter resultados também aí, podem aguardar”, concluiu. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 25 de abril de 2018

11:53 - Polícia prende 12 pessoas em nova operação contra quadrilha de milicianos no Rio

09:25 - Justiça analisa liberdade de 138 detidos em ação contra a milícia

Sábado, 21 de abril de 2018

18:30 - Assalto a vereador acaba em tiroteio com a PM na zona sul do Rio

Terça, 17 de abril de 2018

09:28 - Justiça nega habeas corpus para 22 presos em festa da milícia no Rio

Segunda, 09 de abril de 2018

10:46 - Sérgio Cabral vira réu por 2.281 passeios no helicóptero do Estado do Rio

09:13 - Sobrecarregados, hospitais do Rio atendem um baleado a cada 2h30

Sábado, 07 de abril de 2018

10:42 - Operação contra milícia prende 80 pessoas na zona oeste do Rio

Domingo, 01 de abril de 2018

17:30 - Polícia do Rio investiga se menina foi morta em tentativa de acerto de contas

11:09 - Após CPI, milicianos reocupam o Rio

Terça, 27 de março de 2018

09:14 - Forças Armadas fazem operação na zona norte do Rio com 3.900 oficiais


// leia também

Quarta, 25 de abril de 2018

20:00 - Roraima confirma 5.750 casos de malária no primeiro trimestre

17:19 - Justiça ordena sequestro de casa e lancha usadas pelo tráfico de droga

14:42 - Câmeras flagram ação de prefeito de Bariri suspeito de abuso sexual

14:29 - Condenados pela morte da juíza Patrícia Acioli são réus em outro crime

09:35 - PF indicia 23 por desvios de recursos da UFSC

Terça, 24 de abril de 2018

17:00 - Receita apreende carga de heroína e explosivo no Galeão

16:46 - Usuário de maconha terá aplicativo para monitorar danos causados pela droga

14:55 - Carro onde estava Marielle Franco passará por nova perícia

14:49 - Polícia busca homem suspeito de mandar matar genro por ser negro

13:25 - Tropas cercam morros do Rio que lutam pelo controle do tráfico


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 26/04/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 26/04/2018
2f8a4ad01ac2cdfd8dde377dc7eb1047 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Proposta sugere que presos ainda não condenados tenham prisão substituída por atividades escolares




Logo_classifacil









Loja Virtual