Mortes por atropelamento avançam 46% em SP | Gazeta Digital

Quinta, 20 de abril de 2017, 11h26

Mortes por atropelamento avançam 46% em SP


Estadao

As mortes por atropelamento tiveram aumento de 46% da cidade de São Paulo no mês de fevereiro, na comparação com o mesmo mês de 2016. Os dados são do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga), coletados com base nos registros de boletins de ocorrência da polícia. As ocorrências subiram de 26, em fevereiro de 2016, para 38, no mês passado.

O mapa que localiza as mortes de pedestres na cidade, também produzido pelo Infosiga, mostra que as ocorrências foram espalhadas pela cidade, com sete casos registrados no centro expandido.

As Marginais do Tietê e do Pinheiros não tiveram registro de mortes de pedestres - houve um óbito, de um motociclista. As vias tiveram aumento dos limites de velocidade determinado pela gestão João Doria (PSDB). A medida causou polêmica e é discutida na Justiça.

Assim, há dúvidas sobre as causas do aumento. ‘É esperado que ocorra aumento nos acidentes de trânsito conforme a economia volte a aquecer‘, diz o consultor de mobilidade Flamínio Fischmann, ao destacar que a análise de um único mês não é precisa para revelar tendências. ‘É preciso um período maior‘, destaca.

Por outro lado, os dados já podem ser vistos como um ‘sinal amarelo‘, segundo outro consultor da área, Horácio Augusto Figueira. ‘É um indício de que alguma coisa precisa ser revista. Os tempos semafóricos para pedestres, por exemplo, não têm sido mexidos‘, afirma.

A própria Prefeitura vem divulgando aumento no número de agentes de trânsito nas Marginais, que foram deslocados de outras áreas da cidade. Para Figueira, a falta de fiscalização nos bairros pode ser uma explicação. ‘O cobertor é curto‘, afirma. ‘A Prefeitura deveria investir em fiscalização aleatória de veículos, um método mais científico‘, argumenta.

As mortes na capital puxaram um aumento desse tipo de óbito no Estado como um todo, que teve alta de 40% nos atropelamentos - de 107 casos em fevereiro de 2016 para 150 no mês passado.

Mortes

Ainda segundo o Infosiga, o número de mortes no trânsito em 2016 caiu 15% na comparação com o ano anterior. Em janeiro de 2017, comparando com o mesmo mês de 2016, a queda foi ainda maior: 26%. No mês de fevereiro, no entanto, o ritmo de redução das mortes desacelerou e a cidade apresentou sua menor taxa de queda nas mortes desde que o Infosiga foi criado, em 2015, com uma diminuição de 3,9% nos acidentes fatais.

Ao todo, no mês de fevereiro, 74 pessoas morreram em acidentes de trânsito na cidade, ante 77 no mesmo período de 2016 - o carnaval, um feriado prolongado que sempre dificulta comparações, ocorreu no mês de fevereiro nos dois anos. Mas fevereiro do ano passado teve um dia a mais. Assim, a média nos dois períodos foi de 2,6 casos por dia.

Já o número de mortes no Estado como um todo ficou estável, com 415 registros em fevereiro de 2017 e 414 no mesmo mês de 2016. A média de 2016 foi de 440 mortes por mês e fevereiro havia sido, no ano passado, o mês com o menor índice de ocorrências.

Voltando à capital, o número de mortes de motociclistas teve pequena baixa: de 25 casos em fevereiro de 2016 para 21 no mês passado (16%).

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), responsável por organizar e fiscalizar o trânsito da cidade, foi procurada para comentar o aumento dos atropelamentos na capital. Em nota, afirmou que não competia a ela comentar estudos feitos por outro órgãos. ‘Os dados do Infosiga são mais uma contribuição para a análise dos acidentes ocorridos na cidade de São Paulo‘, diz a CET. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 18 de outubro de 2017

09:38 - Casos de brigas atendidas pela PM aumentam 7% em um ano em São Paulo

Terça, 17 de outubro de 2017

09:57 - Igreja defende alimento granulado de Doria; entidade critica

Segunda, 16 de outubro de 2017

10:12 - Quadrilha explode cofre de empresa, ataca quartel e mata policial

Sexta, 13 de outubro de 2017

15:30 - Mães acusam professora de colocar crianças em saco de lixo como castigo

Quinta, 12 de outubro de 2017

14:07 - Morre presidente do sindicato dos agentes penitenciários de SP

Terça, 10 de outubro de 2017

09:10 - Polícia descobre cemitério clandestino em Mauá

Quinta, 05 de outubro de 2017

15:58 - Galo gigante é vendido por R$ 154 mil em leilão no interior paulista

Terça, 03 de outubro de 2017

14:16 - Quadrilha presa por escavar túnel é suspeita de ataques no Paraguai

Segunda, 02 de outubro de 2017

22:39 - Alckmin propõe a Temer criar agência para combater tráfico de drogas

Sexta, 29 de setembro de 2017

14:59 - Defensoria Pública vê ação da GCM na Cracolândia como abusiva


// leia também

Quarta, 18 de outubro de 2017

21:10 - Ministro do STJ manda soltar filho de Fernandinho Beira-Mar

20:38 - Maria da Penha pede veto a mudanças na lei que leva seu nome

16:59 - Funcionários da saúde protestam por salários atrasados no Rio

16:18 - Fiscais do trabalho de 21 Estados paralisam atividades por causa de portaria

13:28 - Fiscais suspendem ações contra trabalho escravo em 17 estados

09:33 - Jovem consegue sair de cova após ser espancado e enterrado vivo

Terça, 17 de outubro de 2017

23:00 - Avião do Greenpeace cai no Amazonas e uma pessoa morre

17:52 - Desmatamento na Amazônia cai 16% em 12 meses

16:08 - Em Curitiba, polícia prende suspeitos de desviar R$ 10,5 milhões do BB

15:48 - Entidades recorrem à ONU contra decreto sobre trabalho escravo


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 19/10/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 19/10/2017
D1d680665478c8ebd71c5501c57d5ff8 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Dois dos três senadores de MT votaram pela volta de Aécio Neves ao Senado




Logo_classifacil









Loja Virtual