Sexta, 05 de agosto de 2016, 15h23

Brasil

Gripe H1N1 mata 137 pessoas este ano em São Paulo


R7

Entre 1º de janeiro e 23 de julho deste ano, 137 pessoas morreram na cidade de São Paulo em decorrência da gripe Influenza A H1N1. No mesmo período de 2015, nenhuma morte por Influenza A H1N1 foi registrado na cidade. Em todo o ano passado, houve 12 casos de H1N1, sem nenhum óbito. Os dados foram divulgados hoje (5) pela Secretaria Municipal de Saúde.

Neste ano, segundo a secretaria, foram registrados 4.871 casos de Srag (Síndrome Respiratória Aguda Grave) na cidade, sendo que, do total, 1.351 foram confirmados para vírus Influenza. Dentre os casos de Influenza, a grande maioria (1.182 casos) era de Influenza A H1N1.

No mesmo período de 2015, 733 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave foram notificados na cidade. Deste total, 119 foram confirmados para Influenza e três de Influenza A H1N1. Entre janeiro e julho do ano passado, 69 pessoas morreram por Srag, mas não houve o registro de nenhum óbito por Influenza A H1N1.

Segundo a secretaria, o registro de casos do vírus H1N1 vem caindo na cidade desde abril, com o início da campanha antecipada de vacinação. O pico de notificação ocorreu entre os dias 13 de março e 16 de abril, quando foram registrados 77% do total de casos (912) e 73% do total de óbitos (100 mortes). “A vacinação foi efetiva para prevenir óbitos, uma vez que somente 8,8% destes ocorreram após o período médio de resposta imunológica e proteção”, informou a prefeitura de São Paulo.

Ela diz que a atividade do vírus causador da Influenza pode ser “variável e imprevisível” e que, nos últimos anos, observou-se na cidade que a atividade do vírus tem começado mais cedo, com pico no mês de maio, antes do inverno.

Prevenção

Para prevenir a doença, as recomendações são lavar frequentemente as mãos com água e sabão; não compartilhar utensílios como copos e talheres; cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar; utilizar lenços descartáveis e jogá-los no lixo após o uso; manter os ambientes ventilados e tomar a vacina contra a gripe, especialmente se fizer parte dos grupos de risco como gestantes, crianças e idosos. 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 24 de abril de 2017

12:36 - Campanha de vacinação contra a gripe é retomada nesta segunda-feira

Quinta, 20 de abril de 2017

15:25 - Vacinação contra a gripe imunizou 154 mil pessoas em São Paulo

Segunda, 17 de abril de 2017

11:09 - Campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira

09:22 - 780 mil devem se vacinar contra H1N1 em MT

Sexta, 14 de abril de 2017

11:17 - Vírus da gripe com maior circulação em 2017 é o H3N2, aponta SBI

Quinta, 13 de abril de 2017

14:20 - Campanha de vacinação contra gripe deve atingir 54 milhões de pessoas

09:57 - Profissionais da Saúde e da Educação serão os primeiros a receber a vacina

Terça, 10 de janeiro de 2017

11:38 - 85 mortes por gripe em Mato Grosso

Segunda, 15 de agosto de 2016

16:15 - Pneumonia e H1N1 agravam nesta época

Sábado, 18 de junho de 2016

08:48 - Casos de H1N1 já são 32 vezes maior que em 2015


// leia também

Quarta, 26 de abril de 2017

17:23 - Morre em Brasília o jornalista Carlos Chagas

15:55 - 1 em cada 10 jovens brasileiros sofre de hipertensão arterial

15:44 - Ministério da Justiça determina que PF investigue envolvidos no jogo Baleia Azul

14:31 - Café pode diminuir risco de câncer de próstata, diz estudo

14:24 - Associação contesta adiamento do fim do sinal analógico das TVs

10:24 - Mais de 8 milhões trabalham em condições piores do que o contratado

10:22 - País tem 1,5 milhão de pessoas presas ao trabalho por dívida com empregador

10:16 - Professores particulares aderem à greve contra reformas e pais se revoltam

08:20 - Núcleo do PCC planejou resgate de Marcola e megarroubo em Ciudad del Este

07:24 - PF desarticula quadrilha especializada em lavagem internacional de dinheiro


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 27/04/2017
 

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Quinta, 27/04/2017
32d16ba8179c555dc6f723de0bbcff0d anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Centrais sindicais marcam para a sexta-feira uma greve geral, com paralisação de serviços essenciais em todo o país. Na sua opinião:



Logo_classifacil









Loja Virtual