Trump ordena 'cercar e aniquilar' Estado Islâmico em todos os lugares | Gazeta Digital

Sexta, 19 de maio de 2017, 14h51

secretário de Defesa dos EUA

Trump ordena 'cercar e aniquilar' Estado Islâmico em todos os lugares


Agência Brasil

O secretário de Defesa dos EUA, general James Mattis, anunciou nesta sexta-feira (19) que o presidente Donald Trump ordenou a adoção da estratégia de "cercar e aniquilar" o Estado Islâmico (EI) em todas as zonas onde o grupo jihadista opera. As informações são da agência EFE.

Em uma coletiva de imprensa no Pentágono, Mattis assegurou que o objetivo é que o EI não escape das zonas onde resiste, a fim de eliminá-lo. Junto ao chefe do Estado Maior, general Joseph Dunford, Mattis anunciou uma "mudança tática" que não buscará deslocar os jihadistas de suas posições, mas "cercá-los".

Impedir a fuga

A nova estratégia - que não se restringirá à Síria e ao Iraque apenas, mas também alcançará outros lugares onde há presença do grupo jihadista, como Líbia e Afeganistão - pretende fazer com que os combatentes estrangeiros que se juntaram ao EI não possam fugir e retornar a seus países.

"Os combatentes estrangeiros são uma ameaça estratégica", apontou Mattis, dizendo que "aniquilará" essa ameaça para que não ponham em risco outros países.

Ele disse que as regras de combate não mudarão e que continuará tentando fazer o possível para minimizar as vítimas civis nos bombardeios e operações americanas de apoio às forças locais na Síria e no Iraque.

O anúncio da nova estratégia ocorre na véspera do início da primeira viagem internacional de Trump como presidente à Arábia Saudita, Israel e Europa, onde a luta contra o terrorismo jihadista será tema central das conversas, especialmente na capital saudita Riad e na reunião de cúpula da Otan, em Bruxelas.

Recuperação

As forças iraquianas estão a ponto de libertar totalmente a cidade iraquiana de Mosul, que há três anos marcou o início da rápida expansão do Estado Islâmico na Síria e Iraque. Além disso, forças curdas e árabes, aliadas da coalizão contra o grupo terrorista, estão preparando uma ofensiva contra a cidade de Al Raqqa, na Síria, tida como a capital de fato do grupo jihadista. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Domingo, 01 de outubro de 2017

11:26 - Trump elogia trabalho dos EUA em Porto Rico em novas mensagens no Twitter

Quinta, 14 de setembro de 2017

10:59 - Trump nega acordo com oposição sobre imigrantes jovens e defende muro

Quarta, 13 de setembro de 2017

09:16 - Trump convida Temer para reunião de líderes que discutirá crise venezuelana

Segunda, 11 de setembro de 2017

09:34 - EUA relembram 16º aniversário dos atentados de 11 de Setembro

Terça, 05 de setembro de 2017

10:42 - Tóquio e Seul podem comprar equipamento militar sofisticado dos EUA

Segunda, 04 de setembro de 2017

10:24 - Trump defende reforma que reduza dramaticamente impostos para trabalhadores

Sexta, 01 de setembro de 2017

09:32 - Trump doará US$ 1 milhão para vítimas do Harvey, diz Casa Branca

09:28 - Mais de 300 mil pessoas pediram ajuda ao governo dos EUA após Harvey

Quinta, 31 de agosto de 2017

10:28 - Mulher se forma aos 97 anos após ser expulsa de escola em 1938

10:03 - Fábrica química registra duas explosões após chuvas provocadas pelo Harvey


// leia também

Segunda, 23 de outubro de 2017

13:21 - Espanha se prepara para assumir controle da Catalunha

09:43 - China diz que seu comércio com a Coreia do Norte é permitido pela ONU

Domingo, 22 de outubro de 2017

15:14 - Boca de urna indica vitória do partido de Abe nas eleições japonesas

10:11 - Eleição parlamentar argentina define força de Macri e Cristina para 2019

10:04 - Japoneses vão às urnas hoje para eleger novo primeiro-ministro

Sábado, 21 de outubro de 2017

13:00 - Polícia alemã praticamente descarta terrorismo em ataque com faca

12:30 - Vice-governador da Catalunha pede defesa da democracia

11:27 - Trump divulgará documentos secretos sobre a morte de JFK

11:11 - Rajoy prevê afastamento de Puigdemont e novas eleições em até 6 meses

Sexta, 20 de outubro de 2017

13:55 - Primeiro-ministro da Espanha diz que Catalunha viola leis da União Europeia


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 23/10/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 23/10/2017
00fb8b126cd455c6f67973a912cf7e56 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Circula na Câmara a proposta de reduzir de 25 para 19 o número de vereadores na Capital




Logo_classifacil









Loja Virtual