Caos aumenta na Venezuela e França pede mediação internacional | Gazeta Digital

Quinta, 18 de maio de 2017, 16h44

Crise

Caos aumenta na Venezuela e França pede mediação internacional


R7
Reuters/Marco Bello

Pelo menos 50 pessoas morreram na Venezuela

Milícias saquearam lojas e entraram em confronto com as forças de segurança durante a noite de ontem (17) na tumultuada região oeste da Venezuela, onde três soldados foram acusados nesta quinta-feira (18) de matar um homem que estava comprando fraldas para seu filho, segundo testemunhas. As informações são da Reuters.

As seis semanas seguidas de protestos contra o governo já resultaram em ao menos 50 mortes, e deixaram centenas de feridos e presos na pior turbulência do mandato de quatro anos do presidente Nicolás Maduro de 54 anos, sucessor do falecido líder populista Hugo Chávez.

Manifestantes estão exigindo eleições para derrubar o governo socialista que acusam de destruir a economia e de transformar a Venezuela em uma ditadura. Maduro diz que seus adversários estão tentando realizar um golpe violento.

França pede mediação internacional

Com o agravamento da crise na Venezuela, a França pediu hoje (18) que seja estabelecida uma mediação regional ou internacional entre o governo do país e grupos de oposição para pôr fim a crescente violência na nação produtora de petróleo, disse o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores, Romain Nadal, à imprensa.

— Para a França, assim como para seus parceiros europeus, a prioridade é o fim imediato da violência por meio do apoio de uma mediação confiável regional ou internacional que tenha a confiança de ambos os lados — governo e oposição — para ajudar a restaurar o diálogo e a estabilidade.

A embaixadora dos Estados Unidos para as Nações Unidas, Nikki Haley, advertiu ontem (17) que se a situação não for resolvida pode se agravar e levar a uma grande crise internacional como na Síria.

Capriles bloqueado

Em outro desdobramento da crise venezuelana, um dos principais oponentes de Maduro, o governador Henrique Capriles, disse hoje (18) que seu passaporte foi anulado quando ele estava no aeroporto de Caracas prestes a embarcar para as Nações Unidas, em Nova York, em uma viagem para denunciar as violações dos direitos humanos no país.

"Meu passaporte é válido até 2020, o que eles querem é evitar que a gente vá para as Nações Unidas", disse Capriles em um vídeo postado no Twitter. "Não vou poder viajar", acrescentou. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 10 de janeiro de 2018

16:03 - Venezuela acerta com o Brasil dívida de US$ 262,5 milhões vencida em setembro

Terça, 09 de janeiro de 2018

15:28 - Brasileiro preso pelo chavismo relata violência psicológica, mas nega abuso

Domingo, 07 de janeiro de 2018

10:48 - Venezuela expulsa para os EUA brasileiro preso por criticar chavismo

Sexta, 05 de janeiro de 2018

17:43 - Venezuela diz que brasileiro preso por criticar chavismo está com boa saúde

Terça, 02 de janeiro de 2018

20:00 - Brasileiro segue preso na Venezuela

Quarta, 27 de dezembro de 2017

09:16 - Governo brasileiro anuncia expulsão de diplomata venezuelano do país

Terça, 12 de dezembro de 2017

09:34 - Mortes violentas na Venezuela superam as de países em guerra

Domingo, 10 de dezembro de 2017

10:06 - Venezuela tem eleições municipais

Segunda, 04 de dezembro de 2017

09:29 - Venezuela anuncia criação de uma criptomoeda para contornar sanções dos EUA

Sábado, 02 de dezembro de 2017

11:03 - Na Venezuela, primo de ex-ministro do petróleo é preso em investigação de corrupção


// leia também

Terça, 23 de janeiro de 2018

09:45 - Homem enfurecido agride comediante com banquinho

09:31 - Erupção e avalanche deixam um morto e 11 feridos no Japão

Segunda, 22 de janeiro de 2018

19:00 - Mercosul e Reino Unido negociam acordo de livre comércio, diz Meirelles

17:00 - Líder democrata no Senado diz que chegou a acordo para dar fim à paralisação

14:45 - UE detalha avanços de última rodada de negociação comercial com Mercosul

14:41 - Trump volta a fazer críticas aos democratas pouco antes de votação no Senado

10:18 - Senadores centristas se reúnem para debater paralisação do governo nos EUA

Domingo, 21 de janeiro de 2018

14:00 - Alemanha e França se comprometem a lançar novo acordo entre países neste ano

09:44 - EUA; democratas e republicanos trocam acusações de culpa por paralisação

09:35 - Talibã reivindica autoria de ataque contra hotel no Afeganistão


 veja mais
Cuiabá, Terça, 23/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 23/01/2018
Ee7bba5599143b6808c910b7421e152b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Algum novato, de fora da política, pode surpreender nas eleições para presidente da República?




Logo_classifacil









Loja Virtual