Presidente Rohani alerta Guarda Revolucionária a não interferir em eleição do Irã | Gazeta Digital

Quinta, 18 de maio de 2017, 09h35

Mundo

Presidente Rohani alerta Guarda Revolucionária a não interferir em eleição do Irã


Estadao

O presidente do Irã, Hassan Rohani, exortou nesta quarta-feira, 17, a poderosa Guarda Revolucionária e a milícia Basij sob seu controle a não interferirem na eleição presidencial de sexta-feira, um alerta raro que enfatiza as tensões políticas crescentes.

A Guarda, que supervisiona um império econômico de bilhões de dólares, raramente é criticada em público, mas o pragmático Rohani está em uma corrida inesperadamente disputada com o clérigo linha-dura Ebrahim Raisi, que se acredita ter o apoio da Guarda.

Foto: AFP PHOTO / Behrouz MEHRI

O presidente iraniano, Hassan Rohani, fala a partidários na cidade de Ardabil  

"Só temos um pedido: que a Basij e a Guarda Revolucionária fiquem em seus próprios lugares para fazer seu próprio trabalho", disse Rohani durante um discurso de campanha na cidade de Mashad, de acordo com a Agência de Notícias Trabalhista Iraniana (Ilna, na sigla em inglês).

Rohani reforçou seu apelo ao dizer que o aiatolá Ruhollah Khomeini, fundador da República Islâmica, morto em 1989, alertou as forças armadas a não interferirem na política.

As suspeitas de que a Guarda Revolucionária e a milícia Basij fraudaram os resultados da eleição de 2009 a favor de Mahmoud Ahmadinejad desencadearam protestos em todo o país à época. Dezenas de pessoas foram mortas e centenas foram presas, segundo grupos de direitos humanos, durante os maiores distúrbios da história do país persa.

O líder supremo aiatolá Ali Khamenei, a maior autoridade iraniana, disse nesta quarta-feira que manter a segurança é uma das maiores preocupações na eleição. Ele ainda criticou a retórica acalorada da campanha, que qualificou como "indigna" – uma repreensão velada a Rohani, que busca um segundo mandato de quatro anos.

Rohani, de 68 anos, e Raisi, um protegido de 56 anos do líder supremo, trocaram acusações de corrupção e brutalidade ao vivo na televisão com uma veemência jamais vista na história de quase 40 anos da República Islâmica.

Raisi acusou Rohani de ser corrupto e de administrar mal a economia. Rohani, que quer abrir o Irã ao Ocidente e aliviar as restrições sociais dentro do país, respondeu acusando Raisi, que serviu no Judiciário por vários anos, de violações de direitos humanos. Ambos negam as acusações. / REUTERS

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Domingo, 18 de fevereiro de 2018

13:00 - Diplomatas europeus e representante do Irã tiveram reunião

09:39 - Acidente com avião no Irã deixa 66 mortos

Domingo, 07 de janeiro de 2018

10:53 - Parlamento do Irã se reúne a portas fechadas para debater os recentes protestos

Sábado, 06 de janeiro de 2018

11:09 - Manifestantes que apóiam o governo protestam no Irã

Quarta, 03 de janeiro de 2018

09:23 - Irã tem manifestações a favor do governo, após dias de atos contra o regime

Terça, 02 de janeiro de 2018

09:08 - Líder Supremo diz que inimigos do Irã interferem nos protestos dos últimos dias

08:53 - Sobe para pelo menos 20 número de mortos em protestos no Irã, diz TV estatal

Sábado, 30 de dezembro de 2017

12:30 - Milhares de pessoas marcham a favor do governo no Irã

Segunda, 13 de novembro de 2017

09:07 - Terremoto de 7,3 graus na fronteira entre Irã e Iraque mata mais de 300

Quinta, 19 de outubro de 2017

16:21 - Guarda revolucionária do Irã promete aumentar poder nuclear após ameaça dos EUA


// leia também

Terça, 20 de fevereiro de 2018

16:49 - Suprema Corte dos EUA rejeita dois recursos de defensores de armas

16:44 - Autor dos disparos na Flórida sofria de depressão e autismo

09:43 - Maduro desafia Trump a marcar diálogo em Caracas ou Washington

09:39 - Ataques aéreos e de artilharia perto de Damasco deixam mais de 40 mortos

Segunda, 19 de fevereiro de 2018

19:30 - Bolsas da Europa fecham em baixa, com volumes modestos por feriado nos EUA

15:55 - Embaixada da Polônia em Israel é pichada com suástica

15:43 - Estudantes da Flórida protagonizam debate sobre armas nos EUA

08:44 - Estado Islâmico reivindica ataque que matou 5 em igreja da Rússia

Domingo, 18 de fevereiro de 2018

18:00 - Guiana anuncia aumento de presença militar em fronteira com Venezuela

15:00 - Trump; Rússia atingiu objetivo de criar ruptura nos EUA


 veja mais
Cuiabá, Terça, 20/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 20/02/2018
768bdb65035787436f1bc4ad07df1cf3 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Após 15 anos, Arcanjo deixa a prisão e vai cumprir regime semiaberto




Logo_classifacil









Loja Virtual