EUA defendem na ONU a restauração da democracia na Venezuela | Gazeta Digital

Quarta, 17 de maio de 2017, 16h11

'violência e a opressão'

EUA defendem na ONU a restauração da democracia na Venezuela


R7

Os Estados Unidos defenderam nesta quarta-feira (17), em reunião na sede das Nações Unidas (ONU), a necessidade de trabalhar para que o governo venezuelano detenha a "violência e a opressão" e restaure "a democracia ao povo". As informações são da agência EFE.

"Na Venezuela, estamos à margem de uma crise humanitária. Manifestantes pacíficos foram feridos, detidos e inclusive assassinados por seu próprio governo. Os remédios não estão disponíveis, falta material nos hospitais e está cada vez mais difícil encontrar comida", disse a embaixadora americana perante a ONU, Nikki Haley, em um breve comunicado.

"Pelo bem dos venezuelanos e pela segurança na região, devemos trabalhar juntos para assegurar que o presidente Maduro detenha esta violência e opressão e restaure a democracia", disse ela.

Conselho de Segurança

A pedido dos EUA, o Conselho de Segurança da ONU abordará hoje, em um encontro a portas fechadas, a situação na Venezuela pela primeira vez desde o início da atual crise no país.

Os membros do Conselho receberão um relatório sobre a situação elaborado pelo subsecretário geral para Assuntos Políticos das Nações Unidas, Miroslav Jenca, e terão um troca informal de opiniões, segundo fontes diplomáticas.

O Uruguai, que neste mês preside o órgão, não espera que da reunião saia algum resultado concreto, segundo disse aos jornalistas seu representante, Luis Bermúdez. Entre as questões que serão abordadas, segundo ele, estará a de introduzir ou não o caso da Venezuela como um ponto regular na agenda do Conselho de Segurança.

"É um tema que requer algumas outras discussões adicionais e consultas entre os membros, informais especialmente", disse Bermúdez.

O embaixador britânico, Matthew Rycroft, assegurou que seu país respalda a iniciativa dos EUA, pois está "muito preocupado com a situação na Venezuela, com o impacto humanitário no povo, com o crescente risco de fluxos migratórios e com a possibilidade de instabilidade regional".

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 14 de setembro de 2017

10:59 - Trump nega acordo com oposição sobre imigrantes jovens e defende muro

Quarta, 13 de setembro de 2017

09:16 - Trump convida Temer para reunião de líderes que discutirá crise venezuelana

Segunda, 11 de setembro de 2017

09:34 - EUA relembram 16º aniversário dos atentados de 11 de Setembro

Terça, 05 de setembro de 2017

10:42 - Tóquio e Seul podem comprar equipamento militar sofisticado dos EUA

Segunda, 04 de setembro de 2017

10:24 - Trump defende reforma que reduza dramaticamente impostos para trabalhadores

Sexta, 01 de setembro de 2017

09:32 - Trump doará US$ 1 milhão para vítimas do Harvey, diz Casa Branca

09:28 - Mais de 300 mil pessoas pediram ajuda ao governo dos EUA após Harvey

Quinta, 31 de agosto de 2017

10:28 - Mulher se forma aos 97 anos após ser expulsa de escola em 1938

10:03 - Fábrica química registra duas explosões após chuvas provocadas pelo Harvey

09:46 - Hotel se recusa a hospedar vítimas de Harvey com cães de estimação


// leia também

Terça, 26 de setembro de 2017

14:40 - Em Porto Rico, cenário de 'Despacito' foi arrasado por furacão Maria

14:31 - Terrorista que participou dos atentados em Paris quer assistir ao próprio julgamento

10:42 - Cresce número de pedidos de asilo de venezuelanos na União Europeia

09:42 - Coreia do Norte mobiliza aviões após o envio de bombardeiros dos EUA

08:10 - China bloqueia WhatsApp antes de congresso do Partido Comunista

Segunda, 25 de setembro de 2017

17:58 - Trump não é contra ninguém, diz porta-voz dos EUA sobre protesto da NFL

17:12 - ONU apoia unidade do Iraque e diz que referendo curdo pode desestabilizar região

13:57 - Após avanço nas eleições, extrema-direita alemã enfrenta divisões internas

13:48 - Coreia do Norte acusa Trump de 'declarar guerra' a Pyongyang

13:38 - Venezuela classifica como 'irracional' decreto de Trump contra o país


 veja mais
Cuiabá, Terça, 26/09/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 26/09/2017
783754c3175812cdf62663a53916e7cd anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Divulgação de novas gravações pode anular acordo de delação de Silval Barbosa




Logo_classifacil









Loja Virtual