Prisões de imigrantes ilegais nos EUA sobem quase 40% com Trump | Gazeta Digital

Quarta, 17 de maio de 2017, 15h52

mundo

Prisões de imigrantes ilegais nos EUA sobem quase 40% com Trump


R7

As prisões de supostos imigrantes ilegais nos Estados Unidos aumentaram quase 40 por cento nos primeiros 100 dias da Presidência de Donald Trump por causa de decretos presidenciais que ampliaram o perfil de quem pode ser visado devido a violações imigratórias, de acordo com dados do governo divulgados nesta quarta-feira.

O diretor interino da Agência de Cumprimento das Leis da Imigração e da Alfândega (ICE, na sigla em inglês), Thomas Homan, disse que as prisões realizadas pelo organismo chegaram a 41.318 entre 22 de janeiro e o final de abril deste ano – a cifra foi de 30.028 no mesmo período do ano passado.

Dos presos, quase dois terços tinham condenações criminais, mas também houve um salto considerável – de mais de 150 por cento – no número de imigrantes nunca condenados por outros crimes detidos pela ICE: 10.800 desde o início de 2017, comparados com os 4.200 presos sem condenações criminais no mesmo período de 2016.

Este aumento é resultado de diretrizes recentes fornecidas pelo secretário de Segurança Interna, John Kelly, para implementar os decretos de Trump sobre o cumprimento das leis da imigração interna e da segurança de fronteiras assinados em 25 de janeiro, poucos dias depois de o presidente republicano tomar posse.

"Aqueles que entram no país ilegalmente, estes de fato violam a lei, isso é um ato criminoso", disse Homan, enfatizando que os imigrantes que representam uma ameaça à segurança nacional ou têm fichas criminais ainda são uma prioridade da agência.

Ele disse que a ICE irá continuar a visar pessoas que receberam uma ordem definitiva de remoção de um juiz de imigração mesmo que não tenham cometido outro crime.

"Quando um juiz federal toma uma decisão e emite uma ordem, essa ordem precisa significar algo", afirmou Homan. "Se não agirmos com base nessas ordens, estamos só girando em círculos".

Embora o presidente Barack Obama também tenha sido criticado por deportar uma grande quantidade de imigrantes, a maioria era de pessoas que haviam acabado de cruzar a fronteira e apreendidas ao entrar em solo norte-americano de forma ilegal.

De fato, as deportações diminuíram 12 por cento com Trump quando comparadas com o mesmo período da era Obama, segundo Homan, já que as pessoas presas no interior normalmente têm casos mais complicados que podem avançar mais lentamente no sobrecarregado sistema legal de imigração.

O número de pessoas flagradas atravessando a divisa com o México encolheu consideravelmente desde o início do ano, de acordo com dados da Agência de Proteção da Imigração e da Alfândega dos EUA. 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 23 de maio de 2017

15:15 - Trump propõe duros cortes em assistência social para cobrir déficit orçamentário

Segunda, 22 de maio de 2017

17:01 - Protestos durante visita de Trump a Israel deixam 100 palestinos feridos

15:38 - Precisamos enfrentar ameaça do regime do Irã na região, diz Trump em Israel

09:07 - Trump desembarca em Israel e ressalta rara oportunidade de levar paz à região

Sexta, 19 de maio de 2017

14:51 - Trump ordena 'cercar e aniquilar' Estado Islâmico em todos os lugares

Quinta, 18 de maio de 2017

09:21 - Trump diz que investigação exaustiva confirmará que não houve conluio com Rússia

Quarta, 17 de maio de 2017

16:11 - EUA defendem na ONU a restauração da democracia na Venezuela

11:32 - Políticos republicanos começam a levantar possibilidade de impeachment de Trump

09:15 - Congresso solicita documentos de ex-diretor do FBI sobre conversas com Trump

Terça, 16 de maio de 2017

17:07 - Israel seria fonte de dados passados por Trump à Rússia


// leia também

Terça, 23 de maio de 2017

17:22 - Quem é Salman Abedi, o terrorista de Manchester

16:29 - Macron tenta negociar projeto de reforma trabalhista na França

15:25 - Chefes de Estado do Mercosul se reunirão em Mendoza em julho

15:08 - Polícia britânica divulga identidade de autor do atentado em Manchester

11:05 - Ataque em Manchester choca por matar crianças e fortalece ideologias terroristas

11:01 - Bomba usada em ataque em Manchester é de fabricação caseira

10:57 - 1ª vítima identificada de ataque havia postado foto tirada com Ariana Grande

10:56 - Líderes mundiais condenam atentado terrorista em Manchester

10:53 - Não há brasileiros entre vítimas de atentado em Manchester, diz Itamaraty

10:52 - Rainha diz que nação está chocada com ataque em show da cantora Ariana Grande


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 24/05/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Quarta, 24/05/2017
7b718983308988510a4d6943f71dd371 anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Na sua opinião, o Brasil é uma nação corrupta?



Logo_classifacil









Loja Virtual