Sexta, 21 de abril de 2017, 11h55

Venezuela registra nova morte durante protestos, diz prefeito


Agência Brasil

O prefeito do município de Sucre, na região metropolitana de Caracas, Carlos Ocariz, informou hoje (21) que um homem morreu ontem à noite no bairro popular de Petare, no leste da cidade, durante os protestos contra o governo e pediu que as autoridades investiguem o caso para encontrar e punir os culpados.

"Com muita dor informo a morte por disparo de arma de fogo de Melvin Guaitan, um humilde trabalhador que morava no bairro Petare, em Sucre", disse Ocariz no Twitter.

Em outra mensagem, o prefeito afirmou: "Melvin foi assassinado na entrada do bairro 5 de Julho durante o protesto esta noite. Exigimos investigação e punição aos culpados!".

Ontem à noite, depois de mais um dia de manifestações que foram repelidas pelas forças de segurança, houve protestos em vários bairros populares do leste e do oeste de Caracas, que também foram reprimidos pelos agentes policiais.

A vítima de Sucre se soma às outras nove pessoas que morreram durante os protestos nas últimas três semanas, incluindo um agente da Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militarizada).

A oposição responsabilizou as forças de segurança que reprimiram as manifestações pelas mortes, enquanto o governo do presidente Nicolás Maduro acusou o antichavismo de semear o "ódio" entre os cidadãos, o que teria causado as mortes.

Maduro acusou diretamente os militantes de partidos pertencentes à aliança opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) de atirarem contra os manifestantes. Ontem, o presidente venezuelano também anunciou que processará o líder opositor Henrique Capriles por difamar seu governo e o exército ao acusá-los pelas mortes.

Além das mortes, os protestos deixaram centenas de feridos e mais de 550 detidos, dos quais 334 continuam presos, segundo a Organização Não Governamental Fórum Penal Venezuelano.

A oposição convocou para hoje novas manifestações pacíficas nos mesmos bairros e centros urbanos e para amanhã convidou os venezuelanos a marcharem de forma silenciosa em homenagem aos mortos.

 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 25 de abril de 2017

09:33 - Número de mortos nos protestos na Venezuela sobem para 26, diz agência

Quinta, 20 de abril de 2017

14:48 - Oposição venezuelana volta às ruas após protestos que terminaram com 3 mortes

10:36 - Europa pede investigações sobre mortes na Venezuela

09:14 - Oposição venezuelana convoca novas manifestações para esta quinta-feira

Quarta, 19 de abril de 2017

17:20 - Polícia dispersa manifestação em Caracas

Terça, 18 de abril de 2017

16:20 - Entrada de venezuelanos impacta sistema de saúde de Roraima, aponta levantamento

08:31 - Entidade da ONU alerta para risco de conflito armado na Venezuela

Segunda, 17 de abril de 2017

09:18 - Deputados venezuelanos denunciam tortura contra opositores presos

Quinta, 13 de abril de 2017

08:39 - Mais dois manifestantes morrem durante protesto contra Maduro

Sexta, 07 de abril de 2017

16:09 - Líder da oposição na Venezuela diz estar sendo impedido de disputar eleição


// leia também

Sexta, 28 de abril de 2017

17:39 - Polícia do Paraguai detém e entrega ao Brasil três supostos membros do PCC

16:15 - Acidentes de trabalho matam 2,3 milhões de pessoas por ano no mundo, diz OIT

15:33 - Secretário de Estado dos EUA critica ONU por não impor sanções à Coreia do Norte

09:02 - Liberdade de imprensa no mundo está em seu pior nível em 13 anos

08:58 - Trump alerta para possibilidade de grande conflito com Coreia do Norte

Quinta, 27 de abril de 2017

17:00 - Israel e Estados Unidos discutem visita potencial de Trump a Jerusalém

15:30 - Explosão em lanchonete causa pânico na França

15:20 - Papa diz que vai ao Egito como 'peregrino da paz'

15:15 - China vê 'mudança de tom' dos Estados Unidos para com a Coreia do Norte

10:11 - Navio militar russo naufraga após choque na costa da Turquia


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 28/04/2017
 

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Sexta, 28/04/2017
F11e1657f97c78790d6878fc4f8a4f93 anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O desemprego subiu no Brasil este ano e já atinge 14,2 milhões de pessoas. Na sua opinião, a crise vai demorar a passar?



Logo_classifacil









Loja Virtual