Oposição venezuelana convoca novas manifestações para esta quinta-feira | Gazeta Digital

Quinta, 20 de abril de 2017, 09h14

Mundo

Oposição venezuelana convoca novas manifestações para esta quinta-feira

Ansa


R7

A oposição venezuelana convocou para hoje (20) mais um protesto contra o governo do presidente Nicolás Maduro, apesar dos confrontos e das mortes nas manifestações das últimas semanas, que já somam sete vítimas.

Um dos líderes opositores, Henrique Capriles, confirmou que a marcha desta quinta-feira (20) partirá de vários pontos da capital, Caracas, assim como já ocorreu nas manifestações anteriores, como a de ontem, que foi a maior até o momento.

"Saimos às ruas em milhões de pessoas e agora devemos ser maiores ainda", disse Capriles, acusando a polícia de "provocar a violência".

Reuters

Milhares de venezuelanos aderiram ontem a vários protestos em 26 diferentes zonas do país para exigir novas eleições e a libertação do opositor Leopoldo López, mantido em prisão pelo regime de Maduro. Em contrapartida, apoiadores do presidente também organizaram uma manifestação em Caracas para demonstrar suporte ao sucessor de Hugo Chávez.

Uma das imagens mais emblemáticas do protesto de ontem em Caracas foi a de uma mulher encarando, sozinha, um carro blindado da Guarda Nacional Bolivariana. Segurando a bandeira da Venezuela nas mãos, ela conseguiu fazer o veículo recuar.

Outras fotos dos dois jovens mortos ontem pela polícia, Paola Ramirez, de 23 anos, e Carlos José Moreno, de 17 anos, também circularam nas redes sociais e provocaram reações da oposição.

Os dois foram atingidos na cabeça por tiros de agentes e apoiadores do governo. Um policial acabou morrendo nos protestos também. A crise política na Venezuela dura há anos e se intensificou após a morte do ex-líder Hugo Chávez, em março de 2013.

Desde que assumiu a Presidência, Nicolás Maduro enfrenta situações de desabastecimento, instabilidade econômica, inflação e descontentamento de parte da população. Para conter a oposição, o governo de Maduro prendeu opositores e enfraqueceu a Assembleia Nacional, retirando imunidades dos parlamentares e reduzindo os poderes da Casa.

A Igreja Católica, sob aval do papa Francisco, tenta mediar negociações entre governo e oposição para solucionar a crise política. Países da América Latina também já demonstraram preocupação com a escalada da tensão no país.

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 16 de outubro de 2017

21:37 - EUA questionam eleições estaduais na Venezuela

10:44 - Oposição contesta resultado de eleições para governador na Venezuela

10:23 - Chavistas vencem eleições em 17 de 22 Estados venezuelanos

Domingo, 15 de outubro de 2017

13:28 - Venezuela elege governadores hoje e oposição tem favoritismo

Quinta, 12 de outubro de 2017

13:51 - Maduro diz que eleição regional domingo será 'surpresa' para mundo

Terça, 26 de setembro de 2017

10:42 - Cresce número de pedidos de asilo de venezuelanos na União Europeia

Segunda, 25 de setembro de 2017

13:38 - Venezuela classifica como 'irracional' decreto de Trump contra o país

Quinta, 14 de setembro de 2017

09:25 - Chavismo e oposição se reúnem na República Dominicana para retomar diálogo

Segunda, 11 de setembro de 2017

13:52 - ONU diz que podem ter sido cometidos 'crimes contra humanidade' na Venezuela

Quarta, 06 de setembro de 2017

23:40 - Sanções de Trump põem em risco envio de petróleo aos EUA


// leia também

Quarta, 18 de outubro de 2017

17:24 - Governador de Porto Rico anuncia fim do toque de recolher

16:03 - Tiroteio deixa mortos e feridos nos Estados Unidos

10:31 - Presidente chinês defende autoridade Comunista e promete avançar com reformas

10:25 - Ministra do Interior de Portugal renuncia após série de incêndios florestais no país

08:45 - Dória diz que decisão sobre Aécio foi 'serena e soberana'

Terça, 17 de outubro de 2017

17:27 - Avião do Greenpeace cai no Amazonas e mata uma pessoa

14:06 - Portugal amanhece sem focos de incêndio

13:54 - Promotoria da Luisiana decide não processar advogado brasileiro por estupro

12:46 - Aprovação do governo Trump é de 37%; reprovação chega a 57%

Segunda, 16 de outubro de 2017

19:12 - Michel Temer condena atentado na Somália


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 19/10/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 19/10/2017
D1d680665478c8ebd71c5501c57d5ff8 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Dois dos três senadores de MT votaram pela volta de Aécio Neves ao Senado




Logo_classifacil









Loja Virtual