Justiça argentina absolve jovem condenada após sofrer aborto espontâneo | Gazeta Digital

Terça, 28 de março de 2017, 08h55

BUENOS AIRES

Justiça argentina absolve jovem condenada após sofrer aborto espontâneo


Estadao

 - A Justiça argentina absolveu nesta segunda-feira a jovem condenada por abortar no banheiro de um hospital público após sofrer a interrupção espontânea da gravidez, depois que ela permaneceu em prisão preventiva por dois anos, revelaram fontes judiciais à agência Telam.

A Corte Suprema da Província de Tucumán (norte) absolveu Belén (pseudônimo) nesta segunda-feira depois de ela ter sido condenada em 2016 a 8 anos de prisão por "homicídio agravado pelo vínculo", disse em um comunicado a organização que lançou a campanha pela libertação da jovem.

Em 2014 Belén foi a um hospital público da província com forte dor no ventre, sem saber que estava grávida de 22 semanas, e foi atendida por um médico que afirmou que se tratava de um "aborto espontâneo incompleto sem complicações".

As profissionais que a atenderam denunciaram que a jovem havia abortado após um feto ser encontrado em um dos banheiros do hospital, disse à agência EFE a diretora de Promoção e Proteção dos Direitos Humanos da Anistia Internacional Argentina, Paola García Rey.

Ela assegurou que durante o processo foram violados os direitos da jovem, pois havia "muitas irregularidades" e nunca foram realizados exames de DNA para confirmar que o feto encontrado no banheiro era de Belén.

"Ela foi submetida pelo pessoal médico e pelos funcionários da Justiça a um circuito de violência que começou com a violação do segredo profissional e continuou com a cumplicidade judicial que não apenas respaldou sua ação como também aplicou um direito penal seletivo que a condenou", diz o comunicado.

A Anistia Internacional lançou uma campanha que conseguiu que "mais de 120 mil pessoas em todo o mundo" se juntassem à exigência de que as autoridades argentinas absolvessem e libertassem a jovem.

Belén recuperou a liberdade em agosto quando entrou em vigor a medida da Corte Suprema de Justiça de Tucumán que deixou sem efeito a ordem de prisão preventiva disposta pela sala 3ª da Câmara Penal, que a condenou a 8 anos de prisão.

Na ocasião, a corte odenou a liberdade da jovem ao entender que não havia nenhum risco de que isso afetasse o processo judicial. Atualmente na Argentina o aborto é considerado ilegal, a não ser em casos em que a vida da mãe corre perigo ou se a gravidez é fruto de estupro. / EFE

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 14 de dezembro de 2017

15:18 - Sindicatos protestam contra reforma previdenciária na Argentina

Quinta, 07 de dezembro de 2017

10:09 - Juiz ordena prisão de Cristina Kirchner por acordo com Irã

Terça, 05 de dezembro de 2017

10:12 - Governo argentino confirma morte de tripulantes

Domingo, 03 de dezembro de 2017

10:15 - Armada argentina descarta que indício analisado seja de submarino desaparecido

09:53 - Cenas fortes! Juiz é brutalmente agredido na quarta divisão da Argentina

Sexta, 01 de dezembro de 2017

09:49 - Argentina suspende buscas por sobreviventes no submarino ARA San Juan

Quinta, 30 de novembro de 2017

09:17 - Familiares de tripulantes do submarino entram na justiça

Quarta, 29 de novembro de 2017

10:30 - Após 15 dias de buscas, submarino argentino continua desaparecido

Segunda, 27 de novembro de 2017

10:11 - Argentina faz 'missão final' para tentar encontrar submarino

Quarta, 22 de novembro de 2017

10:44 - Novos sinais redirecionam buscas por submarino desaparecido


// leia também

Sexta, 15 de dezembro de 2017

19:00 - Congresso do Peru decide futuro do presidente, envolvido no caso Odebrecht

16:09 - Turismo internacional cresce e registra mais de 1,1 bilhão de viajantes

15:57 - Empresas americanas prometem recorrer contra o fim da neutralidade de rede

09:23 - Líderes da UE devem lançar hoje nova fase de conversas sobre Brexit

09:13 - Presidente do Peru diz que não vai renunciar após revelações sobre Odebrecht

Quinta, 14 de dezembro de 2017

20:00 - Agência antidoping entrega investigação sobre laboratório de Moscou ao COI

19:00 - Menino que viralizou após denunciar bullying em vídeo ainda não voltou à escola

15:10 - Trem colide com ônibus escolar na França e mata quatro crianças

09:57 - Putin será candidato independente às eleições presidenciais de março

09:43 - Vice-presidente do Equador é condenado em caso Odebrecht


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 16/12/2017
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 16/12/2017
Db31817dff5a964ea41a2bcdb9da5255 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Começou o troca-troca de partidos de olho nas próximas eleições




Logo_classifacil









Loja Virtual