Maior sindicato argentino anuncia greve geral contra Macri | Gazeta Digital

Segunda, 26 de setembro de 2016, 16h55

Maior sindicato argentino anuncia greve geral contra Macri

Ansa


A Central de Trabalhadores da Argentina (CGT, na sigla em espanhol), o maior sindicato dopaís, anunciou a primeira greve geral em protesto contra o governo de Mauricio Macri. A paralisação de 24 horas deve acontecer em outubro, ainda que não tenha sido estabelecida uma data certa.

O sindicato reclama da alta da inflação registrada no país no primeiro semestre deste ano, que influenciou negativamente no poder de compra do trabalhador, e pede o inicio de negociações salariais. Segundo estatísticas oficiais, a inflação deve chegar a 43% neste ano, enquanto os reajustes salariais estão, em sua maioria, abaixo dos 35%.

"Não há nenhum risco de Macri ter mandato interrompido", diz ex-presidente da Argentina

Com inflação em 46% e reajustes de até 2.000%, Argentina mergulha no caos social

Um dos dirigentes da organização, Juan Carlos Schmid, reclamou que "a economia não arranca e já se passaram sete meses com queda do consumo". Fontes da Casa Rosada disseram, em entrevista ao jornal local "La Nacion", que tentarão negociar com os sindicalistas, a fim de evitar a greve. Com queda na popularidade, o governo Macri, que tomou posse em dezembro, pode sofrer muito com uma paralisação geral. 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 08 de maio de 2017

14:57 - Argentina e Itália querem acelerar conversas entre União Europeia e Mercosul

Quinta, 20 de abril de 2017

15:41 - Argentina promulga lei para uso medicinal da maconha

Segunda, 10 de abril de 2017

09:38 - Protesto de professores em Buenos Aires termina com vários detidos

Quinta, 30 de março de 2017

14:30 - Argentina aprova uso medicinal da maconha

Terça, 28 de março de 2017

08:55 - Justiça argentina absolve jovem condenada após sofrer aborto espontâneo

Sábado, 04 de março de 2017

09:30 - Greve suspende jogos de abertura do Campeonato Argentino

Sábado, 19 de novembro de 2016

10:30 - Milhares de argentinos marcham por aprovação de lei

Quinta, 20 de outubro de 2016

10:52 - Mulheres fazem protesto e greve contra feminicídio na Argentina

Quarta, 28 de setembro de 2016

16:05 - Argentina anuncia convocados para eliminatórias sem Messi

08:52 - Hospedagem para turista estrangeiro na Argentina ficará 21% mais barata


// leia também

Sexta, 23 de junho de 2017

16:22 - Líderes da UE apoiam avanços em negociações comerciais com México e Mercosul

15:50 - Político republicano baleado em tiroteio de Virginia, nos EUA, deixa a UTI

14:47 - Rússia dispara mísseis contra Estado Islâmico na Síria

12:04 - Coreia do Norte nega que tenha torturado americano detido no país

09:00 - Ex-dona de casa onde Hitler nasceu luta contra desapropriação

08:57 - Polícia diz que incêndio em prédio residencial de Londres começou em um freezer

Quinta, 22 de junho de 2017

16:09 - França aprova polêmico projeto de lei antiterrorista

16:01 - Cerca de 5% da população mundial consumiu drogas em 2015, diz ONU

15:33 - Trump diz que não tem gravações de suas conversas com ex-diretor do FBI

11:03 - Maduro troca ministros na Venezuela, de olho na Assembleia Constituinte


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 24/06/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 24/06/2017
0ea2206de2d809058fcdc883f395d97f anteriores




Indicadores Econômicos

Indicadores Agropecuário

Mais Lidas Enquete

Segundo a ONU a população mundial chegará a 8,6 bilhões até 2030, um aumento de 1 bilhão de pessoas em 13 anos.




waze

Logo_classifacil









Loja Virtual