Médica diz que só irá a delegacia se polícia garantir sua integridade física | Gazeta Digital

Quarta, 25 de abril de 2018, 18h25

Médica diz que só irá a delegacia se polícia garantir sua integridade física

Karine Miranda, repórter do GD


A médica Letícia Bortolini, acusada de ter atropelado e matado o verdureiro Francisco Lúcio Maia, 48, informou à Polícia Civil que somente irá a um novo interrogatório sobre o acidente se lhe for assegurado o "resguardo de sua integridade física".

Divulgação

A médica Letícia Bertolini 

A exigência da Letícia consta em um requerimento enviado ao delegado Christian Cabral, da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran), responsável pela coleta de depoimento dos envolvidos no acidente.

A médica é acusada de estar embriagada ao conduzir o veículo que atropelou o trabalhador na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. Além disso, ela não prestou socorro e fugiu do local do acidente, de acordo com a polícia. Ela estava acompanhada do seu marido, o também médico Aritony de Alencar Menezes.

Leia mais - Vendedor de verduras morre atropelado por médicos

O pedido de Letícia se dá em razão de que, no dia do depoimento de seu marido, ele sofreu agressões físicas dos familiares e amigos de Francisco. Na ocasião, o médico recebeu um golpe de capacete nas costas quando deixava a delegacia, além de ser alvo de xingamentos. No depoimento, o médico informou que estava dormindo e não teria presenciado o acidente.

"Não foi a ele assegurado pela autoridade policial o resguardo à sua integridade física, mesmo estando sob tutela do Estado, tendo sofrido agressões físicas gratuitas nas dependências da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito”, diz trecho do documento.

Ainda no documento, a defesa da médica ressalta que ela não se opõe a um novo depoimento, desde que seja assegurada a sua segurança. Porém, já antecipou que não vai se pronunciar sobre o acidente, o que será feito somente em juízo. “A requerente se reservará ao direito de permanecer em silêncio durante o inquérito policial”, diz.

Em um primeiro depoimento à polícia, ainda no dia do acidente, a médica Letícia Bortolini disse que achou que tinha atropelado um animal e se negou a fazer o teste do bafômetro. Ela teve prisão preventiva decretada pelos crimes de omissão de socorro, lesão corporal, homicídio doloso e direção perigosa.

A médica ficou detida no presídio feminino Ana Maria do Couto May por três dias, quando obteve decisão liminar de soltura do desembargador do Tribunal de Justiça, Orlando Perri. O magistrado considerou que a médica não apresentava evidências de embriaguez, possui “bons predicados pessoais”, além de ter um filho de um ano de idade.

Por outro lado, o juiz Flávio Miraglia Fernandes, da 12ª Vara Criminal de Cuiabá, requereu que uma equipe de assistência social averigue se a criança depende exclusivamente da guarda e dos cuidados da mãe. A determinação foi feita com base no pedido do Ministério Público do Estado (MPE), que busca obter nova prisão da médica.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 03 de agosto de 2018

10:56 - Médica que atropelou verdureiro é indiciada por homicídio doloso e embriaguez

Segunda, 25 de junho de 2018

17:21 - Sindicato denuncia perito que assina laudo paralelo e cobra investigação

Sexta, 15 de junho de 2018

15:20 - Empresa emite 2º laudo que aponta Jeep a 118 km/h durante acidente

10:15 - Reconstituição de acidente utiliza áudio e vídeo para medir velocidade de Jeep - veja vídeo

Terça, 12 de junho de 2018

12:05 - Delegado Christian Cabral registra BO contra perito da Politec após coletiva

Segunda, 11 de junho de 2018

18:36 - Peritos acusam delegado de usar parecer plagiado em inquérito de atropelamento

Sexta, 08 de junho de 2018

19:16 - Laudo paralelo aponta que veículo conduzido por médica estava acima de 95 km/h

16:30 - Sindicato dos peritos defende laudos de acidente que matou verdureiro e detona delegado

Quarta, 06 de junho de 2018

11:02 - Laudo da Politec aponta que Jeep que matou verdureiro estava a 30 km/h

Terça, 05 de junho de 2018

17:02 - TJ revoga cautelares e autoriza médica que atropelou verdureiro a viajar para SP


// leia também

Domingo, 19 de agosto de 2018

10:42 - Homem põe mão embaixo da camisa, simula que tem arma de fogo e rouba casa

10:28 - Jovem é preso em flagrante por comercializar droga em Cuiabá

10:07 - Homem discute com idosa e é vitima de tentativa de homicídio

09:42 - Menina denuncia estupro de padrasto após mãe reatar relacionamento

Sábado, 18 de agosto de 2018

18:19 - Quadrilha troca tiros com a polícia após assaltar loja

14:59 - Mulher ateia fogo em marido após ser espancada

12:46 - Médico é baleado ao chegar em tentativa de assalto e bandido foge

12:16 - Motorista e passageiro são presos com arma e munições na BR-070

11:59 - Dois são presos com moto furtada e carro adulterado em Rondonópolis

11:21 - Dois bandidos especializados em roubos a casas e chácaras são presos


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Segunda, 20/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 20/08/2018
96849b9a8773fb1eb28c450d5250fcb2 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Políticos e partidos rivais se uniram em coligações. O que você acha disso?




Logo_classifacil









Loja Virtual