Exposição comemorativa da Polícia Civil é aberta em shopping de Cuiabá | Gazeta Digital

Sexta, 21 de abril de 2017, 12h09

Exposição comemorativa da Polícia Civil é aberta em shopping de Cuiabá

Redação PJC/MT


PJC/MT

Uma instituição se faz com bons profissionais. E são eles o maior motivo de comemoração no 175º aniversário da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, celebrado neste 21 de abril. As comemorações foram marcadas pela abertura da primeira exposição da PJC, que acontece entre os dias 20 e 22 de abril, no Pantanal Shopping, em Cuiabá, e dos dias 27 a 29 do mesmo mês, no Várzea Grande Shopping, na cidade industrial.

Na tarde do primeiro dia da amostra, a diretoria da Polícia Civil, composta por nove delegados diretores, visitou a exposição no Shopping Pantanal. O delegado geral, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, destacou os avanços institucionais alcançados ao longo dos anos, que contribuíram para o crescimento e credibilidade da Polícia Civil em Mato Grosso.

"Sempre tivemos em nosso quadro de servidores, delegados, escrivães e investigadores comprometidos em dar resposta céleres crimes. Hoje temos também um aumento da capacidade de atuação da nossa inteligência policial, que nos auxilia nas investigações mais complexas. Essa exposição é para demonstrar historicamente à população os avanços da PJC, as fases que atravessamos durante esses anos e nossos servidores, a quem devemos e queremos valorizar. Queremos que todos enxerguem os avanços e os benefícios que a Polícia Civil alcançou nos decorrer dos anos", afirmou Pigozzi.

A exposição oferece ao visitante um pouquinho da história, por meio de painéis fotográficos do nascimento da Polícia Civil em Mato Grosso, dos projetos sociais De Cara Limpa Contra as Drogas, De Bem Com a Vida e Arte e Cultura em Ação, unidades e trabalhos desenvolvidos como casos investigados pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), treinamentos e atividades da Gerência de Operações Especiais (GOE); capacitação e turmas formadas pela Academia de Polícia, uniformes, o veículo blindado que está posicionado na entrada do shopping, uma viatura Spin, e um display interativo para o público tirar fotografia.

O visitante ainda poderá conferir algumas das armas adotadas pela Polícia Civil. Instrutores policiais civis da Gerência de Operações Especiais (GOE) explicam aos interessados os modelos de armamentos expostos. "Temos o fuzil 762, armamento usado para situações de confronto como roubo a banco do tipo 'novo cangaço', em que os criminosos usam armas de calibre maior. Temos a carabina 556, arma usada mais na área urbana. A CT 30, que se equipara um pouco a carabina; as submetralhadoras nos calibre 9mm e ponto 40, para áreas urbanas; a espingarda Benelli, calibre 12, sistema semi-automático e arma não letal, de calibre 12 e Taser,arma de choque. Por último, a pistola 99, que é nossa arma de backup, além de granadas usadas para o trabalho tático e distúrbios", apresenta o investigador do Goe, Weverson Vieira de Oliveira.

Leia mais



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 13 de junho de 2017

17:45 - Polícia Civil prende latrocida de policial aposentado em Várzea Grande


// leia também

Terça, 27 de junho de 2017

18:47 - Polícia Militar recupera R$ 20 mil em produtos furtados de loja

18:42 - Polícia Civil prende traficante e fecha comércio de drogas no Grande Terceiro, em Cuiabá

16:54 - PM recupera veículo roubado e prende quatro suspeitos com droga

16:22 - Investigações sobre o estupro de 4 crianças no Nortão devem ser concluídas até 6ª, diz delegado

15:54 - Na farmácia, idosa descobre que está 'morta' desde 2005

14:04 - Quatro menores fogem durante visita ao Palácio da Instrução

11:48 - Adolescente é apreendido com porções de droga em Várzea Grande

11:41 - PRF apreende menor com 8 kg de maconha em ônibus

11:34 - Ladrões assaltam farmácia em área nobre de Cuiabá - Veja vídeo

11:19 - Preso vizinho de 59 anos por estupro de 4 crianças


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 28/06/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 28/06/2017
709682c66590260fb3edf747d9f8deb8 anteriores




Indicadores Econômicos

Indicadores Agropecuário

Mais Lidas Enquete

Profissionais de saúde devem ser obrigados a registrarem nos prontuários de atendimento médico os indícios de violência contra a mulher?




waze

Logo_classifacil









Loja Virtual