Botafogo perde pênalti, mas busca empate com o Barcelona em Guayaquil | Gazeta Digital

Sexta, 21 de abril de 2017, 10h09

Botafogo perde pênalti, mas busca empate com o Barcelona em Guayaquil


Estadao

O Botafogo errou demais, mas na base da pressão no segundo tempo conseguiu arrancar um empate em 1 a 1 com o Barcelona, em Guayaquil, e ocupa agora a liderança do Grupo A da Copa Libertadores. Com o resultado, o time carioca chegou aos 7 pontos e pode garantir a classificação à próxima fase já na próxima rodada, quando receberá o mesmo Barcelona, no Rio de Janeiro.

A partida esteve à feição do Botafogo desde o início do jogo, mas o gol que manteve a equipe na ponta da tabela veio somente aos 43 minutos do segundo tempo. Não se pode dizer que o Botafogo não tentou. Ao contrário, o time tentou até demais - mas errou na mesma medida. No primeiro tempo, foram pelo menos quatro chances claras de gol, e das mais variadas formas. Até pênalti o time teve a seu favor, desperdiçado por Camilo logo aos 2 minutos de jogo.

É bem verdade que as oportunidades de gol perdidas não se resumiram apenas à ineficiência das conclusões de Pimpão, Camilo e Roger, que passaram boa parte da primeira etapa trocando passes na intermediária ofensiva e se revezando nos chutes a gol.

Do outro lado, o goleiro Banguera teve uma exibição de alto nível. Pegou o pênalti de Camilo, fez grande defesa no rebote aproveitado por Pimpão e salvou uma cabeceada à queima-roupa de Emerson Silva. O goleiro foi o nome da partida.

Mesmo jogando em casa, o Barcelona era um time de contra-ataques. E, como tal, precisava ser cirúrgico neles. O time teve muito menos oportunidades que o Botafogo nos primeiros 45 minutos de jogo, mas foi eficiente na melhor delas. Aos 31, Alemán saiu da direita a dribles, tabelou na frontal da grande área, driblou Gatito Fernandez e marcou 1 a 0.

Curiosamente, mesmo perdendo o Botafogo demorou a engrenar no segundo tempo. Sem o mesmo ímpeto apresentado na primeira metade do jogo, Jair Ventura decidiu ousar. Aos 19, colocou Sassá no lugar de Roger, e poucos minutos mais tarde sacou o volante Rodrigo Lindoso e lançou o atacante Guilherme.

As alterações deram maior presença ofensiva ao Botafogo, e com o tempo passando o Barcelona recuou. Para completar, Mena tomou o segundo amarelo aos 34 e foi expulso. Desorganizado, mas pressionando, o time carioca foi para o abafa. Até que, aos 43, Arreaga colocou a mão na bola e o juiz marcou mais um pênalti para o time brasileiro. Dessa vez, Sassá bateu e conseguiu o empate 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Segunda, 18 de dezembro de 2017

14:25 - Após oito meses afastado por lesão, Rafinha é liberado para reforçar o Barça

14:17 - Messi descarta clima de final para clássico entre Barcelona e Real Madrid

09:19 - Massa promete atuação efetiva como dirigente e garante ajuda a brasileiros

09:18 - Julgamento de Marin nos EUA deve definir futuro de Del Nero

07:34 - Renato Gaúcho desconversa sobre renovação de contrato com Grêmio

Domingo, 17 de dezembro de 2017

09:24 - Cristiano Ronaldo se diverte com comparação com Renato Gaúcho

09:13 - Palmeiras muda a tradição em 5 anos e passa a contratar goleiros

Sábado, 16 de dezembro de 2017

13:43 - Diretoria do Corinthians descarta utilizar Lucca e Jean na próxima temporada

11:33 - Teixeira disputará presidência do Conselho do Santos na segunda

09:48 - São Paulo acerta novo contrato com o volante Jucilei até 2021


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 18/12/2017
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 18/12/2017
2460d513a351119a678ad6c5220f2984 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Que presente de Natal a cidade de Cuiabá mereceria esse ano?




Logo_classifacil









Loja Virtual