Governo injetou R$ 233,5 bilhões na economia em quase três meses | Gazeta Digital

Domingo, 08 de julho de 2018, 09h22

retomada econômica

Governo injetou R$ 233,5 bilhões na economia em quase três meses


Agência Brasil

Em quase três meses de instabilidade no mercado financeiro, o governo injetou R$ 233,5 bilhões na economia. O valor foi obtido pela Agência Brasil com base em comunicados do Banco Central (BC), que

Marcello Casal Jr/ABr

 tem atuado para segurar o dólar, e do Tesouro Nacional, que tem recomprado títulos públicos para garantir a estabilidade.

Somente o BC injetou US$ 54,09 bilhões – o equivalente a R$ 209,27 bilhões pela cotação de quinta-feira (5) da moeda norte-americana (R$ 3,869) – no mercado desde 18 de maio, quando anunciou que atuaria de forma mais agressiva para conter a alta do dólar. Desse total, US$ 43,44 bilhões (R$ 168,07 bilhões) decorreram de leilões de novos contratos de swap cambial (venda de dólares no mercado futuro) e US$ 10,65 bilhões (R$ 41,2 bilhões) vêm de leilões de dólares das reservas internacionais com compromisso de recompra, ocorridos na última semana de junho.

Desde 28 de maio, quando iniciou os leilões de recompra, até a última quarta-feira (4), o Tesouro Nacional readquiriu US$ 24,228 bilhões em títulos prefixados e corrigidos pela inflação de médio e de longo prazo. O dinheiro vem do colchão da dívida pública, reserva financeira usada em momentos de instabilidade, que caiu de R$ 575 bilhões para R$ 551 bilhões desde o início do programa de recompras

Em relação aos swaps cambiais, o levantamento referente ao Banco Central inclui apenas os leilões de novos contratos, não a rolagem (renovação) dos contratos existentes. Desde 23 de junho, a autoridade monetária deixou de ofertar novos lotes, apenas renovando o montante de contratos de swap em circulação, em que troca contratos prestes a vencer por contratos com vencimento daqui a alguns meses.

Intervenção cambial

Criados em 2001, os swaps cambiais funcionam como uma venda de dólares no mercado futuro, que permitem ao Banco Central intervir no câmbio sem queimar reservas internacionais. Nessas operações, o BC aposta que os dólares vão subir mais que os juros futuros. Os investidores apostam o contrário. No fim, ocorre uma troca de rendimentos que resulta em prejuízo para a autoridade monetária caso o dólar aumente mais que os juros.

Nos leilões com compromisso de recompra, o BC de fato leiloa dinheiro das reservas internacionais, mas compromete-se a pegar o dinheiro de volta meses mais tarde, quando o mercado financeiro estiver menos conturbado. Atualmente, as reservas internacionais do Brasil somam em torno de US$ 380 bilhões (R$ 1,47 trilhão, segundo o câmbio de sexta-feira, 6).

Tranquilidade no mercado

Em relação aos títulos públicos, o Tesouro Nacional informa que as recompras de papéis, que começaram durante a paralisação dos caminhoneiros, têm como objetivo diminuir a instabilidade no sistema financeiro, fornecer um referencial de preços para o mercado e diminuir o risco de papéis prefixados de prazo mais longo e taxas maiores em circulação.

Normalmente, os investidores que querem se desfazer dos títulos públicos e embolsar os ganhos até o momento os vendem no chamado mercado secundário, onde os papéis já emitidos pelo Tesouro trocam de mãos. No entanto, em momentos de instabilidade, o excesso de vendedores no mercado secundário faz o preço dos títulos despencar.

Para evitar que os investidores vendam papéis com elevado deságio, o Tesouro Nacional entra no mercado para comprar títulos, pagando preços melhores. Ao atuar no sistema financeiro, o Tesouro também fornece uma referência para o mercado secundário, que terá que oferecer preços mais atraentes para os investidores que querem se desfazer dos papéis. Para o governo, a recompra ajuda ainda a retirar do mercado papéis mais afetados pela turbulência financeira, reduzindo o custo da dívida pública para o Tesouro.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 17 de julho de 2018

14:06 - Como presidente em exercício, Cármen cumpre agenda intensa de compromissos

09:03 - PF desarticula grupo que clonou celulares de ministros de Temer

Quinta, 12 de julho de 2018

20:15 - Temer passa por procedimento estético para retirar verruga

Sexta, 06 de julho de 2018

12:35 - Governo exclui PTB do Ministério do Trabalho e Padilha assume pasta

10:52 - PF pediu buscas em endereços do ministro Carlos Marun

10:04 - Eliseu Padilha assume interinamente Ministério do Trabalho

Quarta, 04 de julho de 2018

14:10 - Temer destaca incentivos ao Bolsa Família e Minha Casa em seu governo

Segunda, 02 de julho de 2018

18:53 - Governo federal inclui 14 projetos em programa de concessões

Sexta, 29 de junho de 2018

12:23 - Barroso autoriza que PF continue investigações em inquérito dos Portos

Quinta, 28 de junho de 2018

14:08 - Decreto de estágios no serviço público cumpre responsabilidade social


// leia também

Sexta, 20 de julho de 2018

11:33 - Motorista de ônibus que também faz cobrança não vai receber adicional por acúmulo de função

09:28 - Governo abre novo período de saque do PIS/Pasep de 2016

Quinta, 19 de julho de 2018

14:59 - Brasileiro mantém hábito de guardar moeda em casa

14:39 - Apesar do avanço do débito, 52% das compras no comércio são pagas com dinheiro

10:40 - Soja responde por 16% das exportações brasileiras no semestre

10:21 - Indústria segue com confiança baixa em julho, aponta CNI

Quarta, 18 de julho de 2018

19:45 - Orçamento de VG cresce 7,8% e chega a R$ 711 mi sem aumentar impostos

17:37 - Dólar chega a cair, mas termina dia estável em R$ 3,84 com cautela eleitoral

14:36 - Número de voos para o exterior bate recorde entre janeiro e maio

14:16 - Pagamento da primeira parcela do 13º de aposentados começa em agosto


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 20/07/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sexta, 20/07/2018
96031af100be886f438de72020f399a8 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Países onde mais mulheres estão no governo têm menos corrupção, diz estudo




Logo_classifacil









Loja Virtual