Entenda quando é possível fazer pedido de revisão da aposentadoria | Gazeta Digital

Sábado, 21 de abril de 2018, 08h58

Tirando dúvidas

Entenda quando é possível fazer pedido de revisão da aposentadoria


R7

O ferramenteiro Inácio Fernandez Caro, de 55 anos, descobriu em uma conversa com colegas que por ter trabalhado em um ambiente muito barulhento, considerado insalubre por lei, poderia pedir rever sua aposentadoria.

“Eu havia me aposentado em 2005 e em 2013 procurei uma advogada para avaliar se eu realmente poderia rever minha aposentadoria até porque com os anos o valor do benefício fica defasado”, diz Caro. “Em um ano eu tive a resposta do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e pude substituir a aposentadoria por tempo de contribuição por aposentadoria especial”.

Inácio Fernandes Caro está entre os brasileiros que entram todos os anos com pedidos para revisão de aposentadoria no INSS. A maioria dos segurados pede a correção por estarem insatisfeitos com o valor do benefício e, principalmente, para avaliar a renda inicial caiu ao longo dos anos.

É possível pedir a revisão da aposentadoria em um prazo de até 10 anos. Para a advogada e presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário, Adriane Bramante de Castro Ladenthin, os aposentados devem ficar atentos, o primeiro passo é conferir se o INSS calculou de forma correta a aposentadoria e se todos os tempos de contribuição foram computados nos cálculos.

“Temos um número grande de pedidos de revisão de aposentadoria por tempo de contribuição calculado de forma errada e também pela revisão de valores”, explica. “É importante que o beneficiário peça uma cópia de seu processo para conferir o tempo e os valores pagos ao INSS para depois pedir a revisão. Em muitos casos, houve erro de cálculo”.

Entretanto, Adriane Ladenthin alerta que em muitos casos o beneficiário não tem direito a revisão. “Infelizmente a defasagem do valor recebido é comum e não é motivo para pedir revisão. Um pedido vazio, sem motivo real, implica em gastos para o aposentado que tem de arcar com as custas do processo e advogado”.

É comum as pessoas acharem que vão se aposentar com o valor salarial que tem na ativa. Mas não é bem assim. Como explica Adriane Ladenthin, a base para os cálculos está na média salarial desde julho de 1994. Embora a aposentadoria tenha índices de correção, desde 1991 não é corrigida pelo salário mínimo, daí a perda de valor.

“O valor é corroído pela inflação, não há margem para correção monetária que evite essa depreciação”, explica o professor de Direito da Universidade de São Paulo, Marcus Orione. “Para a revisão é importante que o contribuinte observe as atividades que exerceu, avaliar se havia condições agressivas à saúde como agentes de frio, calor e barulho. Isso tem um impacto no valor do benefício”. O fator previdenciário é outro ponto que pode influenciar no valor da aposentadoria.

Para entender como funciona é preciso levar em consideração apenas o tempo que o trabalhador contribuiu para o INSS. Para pedir essa aposentadoria é preciso ter 35 anos de contribuição no caso de homens e 30 anos no caso das mulheres. Independente da idade da pessoa. É feita uma média de 80% do salário que a pessoa recebeu desde julho 1994. O resultado é o valor integral da aposentadoria.

A esse valor é somado o fator previdenciário, que foi criado em 1999, que é o resultado de uma fórmula que evita que a pessoa se aposente muito cedo. Neste caso, no geral, também não cabe revisão.  

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 21 de maio de 2018

09:17 - Começa hoje mudança no pedido da aposentadoria por idade

Domingo, 20 de maio de 2018

08:41 - Pedido de aposentadoria será feito por internet ou telefone

Quarta, 16 de maio de 2018

09:14 - Saiba quem tem direito a receber 25% a mais na aposentadoria

Segunda, 14 de maio de 2018

09:25 - Só 3 em cada 10 brasileiros na 3ª idade conseguem guardar dinheiro

Quinta, 10 de maio de 2018

08:39 - Entenda como funciona a aposentadoria por trabalho perigoso

Segunda, 07 de maio de 2018

09:44 - Fraudes põem em risco aposentadoria de servidores de 200 municípios do País

Domingo, 04 de março de 2018

09:46 - Prova de vida; o que você precisa saber para receber aposentadoria

Quinta, 18 de janeiro de 2018

09:15 - Reajuste da aposentadoria acima do mínimo é publicado no Diário Oficial

Domingo, 17 de dezembro de 2017

08:40 - Tribunais militares pagam mais de R$ 60 mil a juízes aposentados

Quarta, 30 de agosto de 2017

11:32 - Mais velhos terão prioridade para sacar dinheiro do PIS/Pasep, diz Planejamento


// leia também

Sábado, 26 de maio de 2018

09:19 - Atividade e emprego continuam em queda na indústria da construção

09:09 - Crise pode custar R$ 27 bilhões ao governo

Sexta, 25 de maio de 2018

18:00 - Contas de luz terão bandeira vermelha no patamar dois em junho

17:30 - Varejo sente fortemente impactos da greve dos caminhoneiros, diz IDV

16:47 - Fabricantes de eletroeletrônicos têm produção afetada por greve

14:09 - Estados fazem acordo que reduz em 5 centavos o preço do diesel

14:00 - Sem comida, um bilhão de aves e 20 milhões de suínos podem morrer

Quinta, 24 de maio de 2018

20:30 - Greve dos caminhoneiros paralisa ao menos 120 dos 180 frigoríficos do País

19:48 - ANP anuncia medidas para garantir abastecimento e inibir preços abusivos

19:30 - Presidente do PT defende intervenção na Petrobras


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 26/05/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 26/05/2018
Ea13e1b35911b70cafc047d78e906f1b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Projeto de Lei reconhece o funk como manifestação cultural popular




Logo_classifacil









Loja Virtual