Brasil e Argentina puxarão PIB da região este ano | Gazeta Digital

Quinta, 12 de outubro de 2017, 18h54

Brasil e Argentina puxarão PIB da região este ano


Estadao

Depois de uma desaceleração de seis anos e uma contração econômica de 1,3% em 2016, a América Latina e o Caribe voltarão a crescer a partir deste ano, puxados pela expansão da Argentina e do Brasil, previu relatório sobre a região divulgado ontem pelo Banco Mundial. Mas a fragilidade fiscal continua a ser a principal debilidade da região, com déficits em quase todos os países, o que demanda programas de ajuste.

Usando projeções do mercado, a instituição espera aumento do PIB de 1,2% em 2017 e de 2,3% em 2018. O estudo diz que o movimento será impulsionado pela ‘robusta recuperação‘ nos dois principais sócios do Mercosul. O Brasil deverá registrar expansão de 0,6% neste ano e de 2,3% no próximo. Na Argentina, os índices esperados são de 2,8% e 3,0%, respectivamente.

A frágil situação fiscal da maioria dos países é o principal risco do ponto de vista macroeconômico, disse o relatório. Dos 32 países analisados, 28 terão um balanço negativo em 2017. Na América do Sul, o déficit fiscal médio será de 6% do PIB, depois de um crescimento de 5,1 pontos porcentuais de 2011 a 2017. No Brasil, o déficit deve ficar pouco acima de 8% do PIB, segundo as projeções do Banco Mundial. O índice esperado para México, América Central e Caribe é de 1,5%.

O desequilíbrio levou ao aumento da dívida pública na maioria dos países, para uma média de 59% do PIB. Com um índice de quase 80%, o Brasil está entre os 16 países que superam esse patamar. Na avaliação da instituição multilateral, o País precisará de um ajuste fiscal equivalente a 7% do PIB para estabilizar a trajetória da dívida, o terceiro maior porcentual, atrás apenas de Trinidad e Tobago e Equador. Mas o economista-chefe da instituição para região, Carlos Vegh, ressaltou que é necessário gradualismo nesse processo, em razão do baixo nível de crescimento da região. ‘Não é preciso um choque.‘

Na avaliação do Banco Mundial, fatores externos, como o preço de commodities, terão impacto ‘neutro‘ sobre a evolução do PIB, o que demandará o fortalecimento de fontes domésticas de crescimento. ‘Reformas no mercado de trabalho e educação, mais gastos em infraestrutura e o enfrentamento da situação fiscal serão chave.‘

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 23 de janeiro de 2018

15:43 - Ex-secretário gastou US$ 7,7 mil de propina em lojas de grife de NY, diz MPF

14:06 - Confiança do empresário do comércio em janeiro sobe 15% comparado com 2017

Segunda, 22 de janeiro de 2018

21:30 - Meirelles avalia que visão de investidor sobre Brasil está mais positiva

16:30 - Jockey Club, Caixa e Santander lideram ranking de reclamações de consórcios

13:49 - FMI eleva estimativa de crescimento do Brasil para 2018 de 1,5% para 1,9%

Sábado, 20 de janeiro de 2018

08:59 - Financiamento mais barato anima consumidor

Quarta, 17 de janeiro de 2018

21:30 - Cai percepção de piora da economia entre comerciantes

18:00 - Após 6 anos de queda, financiamentos de veículos novos crescem 3,5% em 2017

Terça, 16 de janeiro de 2018

20:00 - Valor arrecadado pela Lei Rouanet se manteve estável em 2017

17:05 - Taxas futuras de juros fecham com viés de alta, alinhados ao avanço do dólar


// leia também

Terça, 23 de janeiro de 2018

16:15 - Aneel aprova reajuste preliminar em contas de luz de MT, MS, RS e SP

13:53 - Privatização da Eletrobras chega ao Congresso em meio à batalha judicial

10:42 - Cármen suspende posse de Cristiane Brasil e expõe divisão jurídica no governo

10:41 - Brasil recebe mais investimento, mas cai em ranking

08:57 - Militar pesa 16 vezes mais que segurado do INSS

08:38 - Especialistas afirmam que rombo da Previdência foi 'manipulado' por reforma

Segunda, 22 de janeiro de 2018

20:00 - Taxas futuras de juros fecham de lado com espera por julgamento de Lula

15:35 - Falas como a de Meirelles em Londres atrapalham aprovação da Previdência

15:20 - Central de Emprego

13:43 - Concorrência entre bancos pode baixar custo do crédito


 veja mais
Cuiabá, Terça, 23/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 23/01/2018
Ee7bba5599143b6808c910b7421e152b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Na sua opinião, qual será o resultado do julgamento de Lula, no TRF-4, nesta quarta-feira?




Logo_classifacil









Loja Virtual