Maggi diz que 'já sabia' que outros casos viriam após Carne Fraca | Gazeta Digital

Terça, 16 de maio de 2017, 16h28

Maggi diz que 'já sabia' que outros casos viriam após Carne Fraca


Estadao

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, afirmou nesta terça-feira, 16, por meio do Twitter e de redes sociais, que ‘já sabia‘ que outros casos de suspeitas de corrupção envolvendo servidores viriam à tona após a Operação Carne Fraca e que, por isso, aumentou o rigor nas apurações internas na Pasta que comanda. Foi a primeira declaração do ministro sobre a Operação Lucas, deflagrada nesta terça pela Polícia Federal (PF) para desmantelar esquema de pagamento de vantagens indevidas a de sete frigoríficos e laticínios à ex-superintendente substituta do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Tocantins, Adriana Carla Floresta Feitosa.

‘A Operação Lucas desarticulou um esquema de corrupção envolvendo servidores do Ministério da Agricultura. Os envolvidos serão afastados imediatamente das funções e serão alvo de auditoria que poderá terminar com a exoneração‘, disse. ‘Já sabíamos que outros casos viriam à tona. Após a Operação Carne Fraca, aumentamos o rigor nas apurações internas‘, completou Maggi, que está em missão oficial na Arábia Saudita.

A PF deflagrou ainda a Operação Fugu, que investigou a fraude na importação e processamento de pescado em Santa Catarina, também com o envolvimento de fiscais do Ministério, mas Maggi não fez comentários sobre essa ação.

O ministro comentou ainda que mesmo estando fora do País, ‘tomou pé‘ da Operação Lucas e ainda acompanhou a repercussão pela imprensa. Maggi ratificou ainda que o ministro interino e secretário executivo Eumar Novacki está no Brasil e que toma todas as providências sobre o caso.

Pela manhã, em entrevista ao Broadcast Agro (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado), Novacki adiantou que os servidores envolvidos nas operações da PF em Tocantins e em Santa Catarina serão afastados imediatamente das funções e alvo de auditoria que poderá terminar com a exoneração dos cargos públicos.

Ainda segundo ele, as investigações ocorrem também de denúncias feitas a partir de apurações internas dentro da Pasta e as já recorrentes feitas pela PF após a Operação Carne Fraca, deflagrada em março.
 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 07 de março de 2018

08:59 - Após nova ação da PF, governo federal centralizará fiscalização de frigoríficos

Segunda, 05 de março de 2018

13:26 - Grupo BRF é investigado por omitir presença de salmonela em carnes

11:26 - PF diz que entre as provas mais robustas estão trocas de e-mails do grupo BRF

08:30 - PF deflagra terceira fase da operação Carne Fraca

Sexta, 23 de junho de 2017

08:32 - Estados Unidos suspendem importação de carne bovina do Brasil

Segunda, 05 de junho de 2017

08:17 - Hotel boicota JBS e cria prato batizado de 'Friboi Free' em Campos do Jordão SP

Quinta, 01 de junho de 2017

10:39 - Delator cita propina em espécie a Osmar Serraglio (PMDB-PR)

Quarta, 10 de maio de 2017

08:20 - Secretaria abre processo contra BRF, Frigorífico Souza Ramos e Peccin

Sexta, 05 de maio de 2017

16:48 - Venda de carne bovina para o exterior recua 14% em abril

Quarta, 03 de maio de 2017

08:18 - Anvisa proíbe venda de hambúrguer por empresa envolvida na Carne Fraca


// leia também

Quinta, 26 de abril de 2018

11:51 - Planalto anuncia aumento do Bolsa Família no dia 1º de maio

11:00 - Central de Emprego

09:05 - Filho de até 24 anos que tranca faculdade não pode ser dependente no IR

08:59 - Fraudes no INSS desviaram mais de R$ 25 milhões da Previdência no Rio

Quarta, 25 de abril de 2018

17:07 - Um terço dos contribuintes ainda não enviou declaração do IR

15:47 - Massa falida do Grupo Modelo saldou mais de 92% das dívidas trabalhistas

14:22 - Governo fecha março com maior rombo para mês desde 1997

14:17 - Brasileiros gastam cerca de R$ 16,7 bilhões no exterior no 1º trimestre

11:55 - PF age contra grupo que manipulou mais de R$ 300 milhões em créditos tributários

09:11 - Real é a terceira moeda que mais perdeu valor em abril


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 26/04/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 26/04/2018
2f8a4ad01ac2cdfd8dde377dc7eb1047 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Em uma época em que predominam notícias ruins, qual o maior motivo para ser otimista?




Logo_classifacil









Loja Virtual