Conquistas difíceis são como jabuticabeiras | Gazeta Digital

Segunda, 14 de agosto de 2017, 16h18

Cynthia Lemos

Conquistas difíceis são como jabuticabeiras

Cynthia Lemos


O tempo passa... passa mesmo.

É incrível como lidamos com o tempo de forma passiva e extremista!

Queremos do tempo a velocidade da luz para entregar nossos sonhos ou a paciência de uma preguiça para congela-lo enquanto saboreamos o resultado de uma conquista, de um momento de prazer.

Sinto dizer, mais uma vez: “O tempo passa! Na mesma velocidade para qualquer uma dessas experiências.”

Virada do ano, todos movidos pela emoção do réveillon, dos ding-dongs natalinos, dos fogos de artifício, estamos a desejar um ano cheio de realizações. Neste momento prospectamos muitas conquistas à nós mesmos, muitas promessas, que geralmente não se concretizarão e serão os principais convidados e protagonistas da próxima festa de final de ano, com aquele discurso: "Acaba logo 2017... 2018... 2020... tantos anos... você foi um péssimo ano".

Neste sentido estou a compartilhar contigo a nossa passividade em relação ao tempo. Que simplesmente é o tempo, o tic tac do relógio trazendo a notícia de que ele está passando, nem veloz, nem vagarosamente, mas a passar, no mesmo ritmo e compasso sempre! A dizer: “Eu sou o presente, o presente que você escolhe como vai usar a cada tic tac que passa.”

Não tem jeito, aqueles seus sonhos, desejos, objetivos e promessas de final de ano não dependem exclusivamente de um ano bom, do tempo. Aqueles sonhos que aqui chamo de -Conquistas Difíceis - só irão se concretizar se você quiser muito aquilo que você diz ser seu sonho!

Você precisa comparecer aos compromissos que agendou consigo mesmo. Depende exclusivamente de você - saber que não ser aquela pessoa que você sonha - tem lhe custado muito CARO, chega de pagar esse preço, de ficar do jeito que está, pare de esperar que o tempo se encarregue da mudança.

Será muito difícil mudar, depende do seu comprometimento, não da sorte de ter um bom ano!

Conquistas Difíceis são aquelas que só vão acontecer se você estipular um objetivo, o que eu quero e para que eu quero. Mantenha o foco, persista em ultrapassar os obstáculos, permaneça fiel a si mesmo, paciência ou melhor - muita paciência - para segurar aquela ansiedade por resultados mágicos (sem esforço) e principalmente: disciplina.

Por meio da disciplina é você conseguirá conquistar resultados difíceis e de valor, caso contrario viverá a ter resultados medíocres. Diferente das conquistas que fazemos com leveza, conquistas difíceis dependem de trabalho emocional para mudança de crenças, opiniões e ir contra convites confortáveis que aparecerão o tempo todo de todas as partes e não lhe trarão resultados nenhum, diria até resultados negativos.

É ser firme quando suas vontades e desejos preferem desistir ou deixar pra amanhã o que precisa ser feito hoje.

É entender que o tempo é determinante, pois quando falamos de Conquistas Difíceis é necessário um prazo maior para se concretizarem.

Diferente de conquistas fáceis, de resultado imediato e às vezes com a sensação até de mágico, as Conquistas Difíceis requerem tempo a mais.

Como uma jabuticabeira, que você planta, rega, aduba e o tempo passa, por vários momentos você chega a ter dúvidas se ela vai sobreviver, crescer, dar frutos, mas você continua a fazer o que tem que ser feito e depois de um tempo, quando você está tranquilo, em paz, fazendo outras coisas, continuando a cumprir o seu papel, "inesperadamente" (é lógico que não, mas a sensação é essa) ela floresce, então você agradece todo esforço, todo o tempo infinito, toda a glória daquele momento, daquele resultado que se mostra ali.

Assim somos em relação às Grandes Conquistas, as Conquistas Difíceis... se fizermos nossa parte disciplinarmente, diariamente, também vamos florescer e os frutos virão.

No próximo artigo compartilharei com vocês uma conquista difícil onde aproveitei esta reflexão para fazer mudanças profundas na minha vida e em uma empresa.

Cynthia Lemos é Psicóloga Empresarial, Coach na Grandy Desenvolvimento Humano e especialista no Desenvolvimento de Líderes e Empresas. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 14 de junho de 2018

11:32 - Por que os treinamentos motivacionais não dão certo?

Sexta, 11 de maio de 2018

15:41 - É preciso acolher a dor para curá-la

Sábado, 03 de fevereiro de 2018

12:01 - A gestão do Conto de Fadas

Quinta, 25 de janeiro de 2018

17:57 - A turma de Cá, e a Turma de Lá!

Sexta, 12 de janeiro de 2018

11:41 - Problemas com Funcionário? Se não der certo, troca!

Sábado, 06 de janeiro de 2018

15:17 - Como você avalia os prós e contras de suas decisões?

Sexta, 29 de dezembro de 2017

10:05 - Quem é o seu gerente?

Quinta, 14 de dezembro de 2017

15:04 - Querida Joana...

Quinta, 07 de dezembro de 2017

10:48 - Crescer exige mudanças

Segunda, 06 de novembro de 2017

11:06 - Amizade e Liderança no Trabalho, é possível?


// leia também

Domingo, 22 de julho de 2018

00:00 - Recuperação Judicial é oportunidade

00:00 - Moedas de troca

00:00 - É meu

00:00 - Onde estão as mulheres?

00:00 - Um fenômeno chamado Bitcoin

Sábado, 21 de julho de 2018

00:00 - =Culturalmente diferentes

00:00 - Sustentabilidade, que chato!

00:00 - Enquanto isso, no Brasil...

00:00 - Declaração de voto

Sexta, 20 de julho de 2018

16:11 - Existe momento certo para trocar de carreira?


 ver todas as notícias
Cuiabá, Domingo, 22/07/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 22/07/2018
4ef8a819a707c8942c88ffed0030b579 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Começou a temporada de conchavos, alianças e acordos na política




Logo_classifacil









Loja Virtual