Governador Pedro Taques justifica entrega de obra da saúde inacabada | Gazeta Digital

Terça, 03 de julho de 2018, 15h45

novo cridac cuiabá

Governador Pedro Taques justifica entrega de obra da saúde inacabada

Camila Paulino, repórter do GD


João Vieira

Pedro Taques vistoriando a obra do Cridac

O governador Pedro Taques (PSDB), ao vistoriar as instalações do novo Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac) de Cuiabá nesta terça-feira (3), fez questão de reforçar que a obra ainda não está pronta. Ele argumentou que o anúncio de sua equipe de Comunicação dizendo que a obra seria inaugurada foi equivocado, pois ainda faltam equipamentos e servidores para que o local inicie os atendimentos aos pacientes.

Taques sempre teceu duras críticas à gestão passada, porque o ex-governador Silval Barbosa, inaugurou obras inacabadas ou com problemas. Ao assumir o governo em 2015 o tucano afirmava que só entregaria obra totalmente concluída.

"Lembrando que estamos entregando o prédio, não é a obra, mas em até 45 dias entregaremos os equipamentos. Estamos aqui hoje recebendo a obra da associação, não é inauguração da obra. Isso deve acontecer quando os equipamentos chegarem entre 40 a 60 dias", reforçou o governador.

A equipe teria se adiantado na entrega do prédio, pois até a conclusão total da obra - daqui a quase 2 meses - o governador estará impedido de participar de solenidades de inauguração pública ou entrega de bens públicos, por causa de sua pré-candidatura à reeleição.

Na oportunidade, Taques esclareceu que o prédio do antigo Hospital Central, cujas obras estão paralisadas há 34 anos, devem ser retomadas para que no local sejam instalados o Centro Estadual de Odontologia para Pacientes Especiais (Ceop) e o Centro Estadual de Referência em Média e Alta Complexidade (Cermac).

"Já iniciamos a 2ª parte, aqui do lado para a instalação do Ceop e Cermac. No segundo momento, neste outro prédio, o nosso desejo é que este lugar funcione como uma cidade da saúde, iniciado por este 1º prédio do Cridac", disse o governador.

A obra

João Vieira

O investimento total na obra foi de R$ 11 milhões e mais R$ 1 milhão para equipar a unidade. Os recursos utilizados foram recuperados nas ações de combate à corrupção, em parceria com o Ministério Público Estadual (MPE).

O projeto aproveitou parte da estrutura da obra parada do antigo Hospital Central e o restante da estrutura ainda será utilizada para abrigar a Cidade da Saúde.

O atendimento mensal do Cridac de cerca de 2 mil pessoas, será ampliado para 4 mil pessoas de todo o estado. A ampliação do atendimento só foi possível com a construção do novo prédio, pois a estrutura antiga não permitia mais ampliações pelo fato de o prédio ser tombado como patrimônio histórico pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).  

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 11 de julho de 2018

17:45 - TRE proíbe governador de prorrogar programa que parcela dívidas

16:44 - Taques oficializa Fábio Calmon na chefia da Ager

Terça, 10 de julho de 2018

11:00 - Mesmo com redução na arrecadação de ICMS, governo paga salários hoje

Domingo, 08 de julho de 2018

08:00 - Silval diz ter deixado R$ 4 bilhões em caixa e obras para Taques só 'pregar placas'

Sábado, 07 de julho de 2018

18:30 - Reforma tributária de Taques fica só na promessa

Quinta, 05 de julho de 2018

19:02 - Governador Pedro Taques oficializa baixas no staff

14:09 - Juiz retoma processo e marca interrogatório de militares suspeitos por grampos

Quarta, 04 de julho de 2018

13:41 - Taques diz que Silval roubou R$ 1 bilhão e quer dar entrevista como 'popstar'

Terça, 03 de julho de 2018

11:39 - Taques fica irritado com equipe de Comunicação

09:55 - Justiça suspende rescisão de contrato com Engeglobal para obras do COT do Pari


// leia também

Quarta, 18 de julho de 2018

09:35 - 'É o caminho natural', diz Galli sobre aliança com o governador Pedro Taques

07:48 - União de partidos considerados nanicos caminha para ruptura

07:36 - Wellington Fagundes mantém candidatura de oposição

07:15 - Já tem político tentando me calar, afirma Taques

Terça, 17 de julho de 2018

16:20 - Taques diz que ex-aliados já o conheciam e terão que explicar rompimento

13:55 - Zé do Pátio assume coordenação da campanha de Pedro Taques

10:00 - MDB fecha com Mauro e 'culpa' Wellington Fagundes por mudança de palanque

09:16 - Ninguém consegue enganar tanta gente por muito tempo, diz Pivetta sobre governador

07:40 - Lucimar critica Pedro Taques e cita promessas não cumpridas

07:31 - Assembleia quer mais dinheiro e deixa LDO para depois do recesso


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 18/07/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 18/07/2018
93ae6ae9690a2b7358a5399642de1263 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual sua opinião sobre o recesso dos parlamentares no mês de julho?




Logo_classifacil









Loja Virtual