Advogado pede investigação contra vereador que foi à Copa 'a trabalho' | Gazeta Digital

Quinta, 28 de junho de 2018, 13h28

viagem à copa 'a trabalho'

Advogado pede investigação contra vereador que foi à Copa 'a trabalho'

Arthur Santos da Silva, repórter do GD


O advogado mato-grossense Ulysses Lacerda Moraes pediu ao procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, Mauro Curvo, que seja aberta nesta quinta-feira (28) investigação no Ministério Público (MPE) para apurar irregularidades na viagem à Rússia realizada pelo vereador Renivaldo Nascimeto (PSDB).

Reprodução

Renivaldo na Copa

O parlamentar acompanha a Copa do Mundo de Futebol, mas justificou que se ausentaria da Câmara a trabalho.

Ulysses Lacerda pede que, caso comprovada irregularidade, dias faltosos sejam descontados. O advogado requer ainda a avaliação de possível aplicação de penalidades judiciais e administrativas.

Leia também - Renivaldo com a 'família Neymar' na Rússia

Documento obtido pelo jornal A Gazeta mostra que a chefe de gabinete Adelina Vilalva de Magalhães protocolou na Casa um ofício, que cita o artigo 110, parágrafo 2º, inciso II do Regimento Interno da Câmara de Cuiabá. A intenção do tucano seria justificar a viagem para evitar um desconto em seu salário.

De acordo com a legislação interna da Câmara de Cuiabá, o vereador que não comparecer às sessões ou, comparecendo, não participar da votação “terá descontado para cada ausência 1/8 da sua remuneração, caso não apresente justificativa no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, contato do encerramento da sessão”.

Na Rússia, Renivaldo gravou um vídeo para os cuiabanos e amigos mais próximos. O tucano se gaba de ser um torcedor “pé quente” direto do bairro Dom Aquino, em Cuiabá. Ele ressalta que foi torcer com recursos próprios, sem utilizar dinheiro público.

Atualmente, cada parlamentar ganha pouco mais de R$ 15 mil por mês.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 18 de julho de 2018

09:42 - Vereador abre seletivo para vaga na Câmara de Cuiabá

Segunda, 16 de julho de 2018

12:03 - Vereadores entram de recesso para repor energias

Sexta, 13 de julho de 2018

18:40 - Procuradora reafirma cassação de vereadores

Quarta, 11 de julho de 2018

07:08 - Ex-secretária de Saúde de Cuiabá é convocada para depoimento em CPI

Terça, 10 de julho de 2018

19:33 - Casa dos Horrores registra novo bate-boca

Sexta, 06 de julho de 2018

08:10 - Plugin criado por publicitário eterniza Câmara como 'Casa dos Horrores'

Quinta, 05 de julho de 2018

11:45 - Renivaldo Nascimento confirma 'erro' e diz que já devolveu R$ 2,6 mil ao Legislativo

Quarta, 04 de julho de 2018

07:59 - Em 'errata', vereador Renivaldo confirma que foi à Rússia passear

Domingo, 01 de julho de 2018

11:10 - TJ vai decidir se vereadores podem assumir cargos de deputado e senador

Sexta, 29 de junho de 2018

08:01 - Leis dizem que justificativas só são necessárias para evitar descontos em salário


// leia também

Sexta, 20 de julho de 2018

10:40 - Apoio do PP a Alckmin não deve interferir em Mato Grosso, garante Ezequiel Fonseca

08:06 - Composição entre MDB e DEM não agrada as bases

08:00 - Eu não faço isso, diz governador sobre negociação entre DEM e MDB

07:51 - PSL de Selma é liberado para coligar com PSDB de Taques

Quinta, 19 de julho de 2018

11:18 - OAB, Mendes, Fávaro e MDB negam negociação por indicação e falam em ilação

08:15 - Pedro Taques compara corrupção no governo Silval e na sua gestão

07:12 - Apoio do MDB a Mauro Mendes envolve TCE, TJ e secretarias

Quarta, 18 de julho de 2018

15:41 - PSL veta PSDB e mais 8 siglas dificultando candidaturas de Selma e Galli - veja documento

13:55 - Disputado por todos, Adilton Sachetti diz que anunciará aliança na 2ª

09:35 - 'É o caminho natural', diz Galli sobre aliança com o governador Pedro Taques


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 20/07/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sexta, 20/07/2018
96031af100be886f438de72020f399a8 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Países onde mais mulheres estão no governo têm menos corrupção, diz estudo




Logo_classifacil









Loja Virtual