Victório Galli nega aliança entre PSL e grupo de Pedro Taques por reeleição | Gazeta Digital

Quinta, 07 de junho de 2018, 13h00

nada a ver

Victório Galli nega aliança entre PSL e grupo de Pedro Taques por reeleição

Celly Silva, repórter do GD


Após ter participado de um “chá com bolo” na casa do governador Pedro Taques (PSDB), juntamente com a juíza aposentada e pré-candidata ao Senado, Selma Arruda (PSL), o presidente estadual do PSL, deputado federal, Victório Galli, disse que o encontro não significa qualquer sinalização de aliança. As  especulações de apoio ao grupo do tucano surgiram porque o então pré-candidato ao governo da legenda, o ex-prefeito de Sorriso Dilceu Rossato, estaria disposto a abrir mão da disputa por causa da possível candidatura do colega, o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT).

Chico Ferreira

Deputado federal Victório Galli

Em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta quinta-feira (7), Victório Galli disse que a especulação de coligação com o governador “não tem nada a ver” e que somente participou da reunião a pedido dos demais partidos considerados “nanicos” e membros da “frentinha”, que foram convidados por Taques.

“Eu não quis ir com os outros partidos. Foram os outros partidos que provocaram o encontro, a chamada frentinha. Ele [Pedro Taques] nos convidou pra conversar sobre política e, no PSL, nós somos educados, nós somos elegantes. Se o Wellington Fagundes também nos convidar, nós vamos ouvi-lo”, disse o político.

Leia também - Taques confirma encontro com Selma, mas nega convite para chapa

De acordo com Galli, apesar de já pensar em um "plano B" caso não haja candidatura majoritária no partido que coordena, ou seja, coligação com o candidato de outra sigla, não se sente confortável para fazer uma aliança com o atual governador.

A principal crítica que ele faz ao gestor é o fato da saúde não ter sido prioridade durante os últimos 4 anos. Galli, enquanto esteve na liderança da bancada federal de Mato Grosso, ajudou a articular o repasse de mais de R$ 80 milhões em emendas parlamentares para esta área, principalmente para a compra de equipamentos para o novo Pronto-Socorro de Cuiabá, obra ainda não conclusa.

Segundo o deputado, no encontro com o governador, este apresentou um relatório de suas atividades à frente do Palácio Paiaguás e ainda criticou sua equipe de comunicação por não divulgar todos os trabalhos realizados.

Galli ainda destaca que quem irá decidir se o PSL irá coligar com outro candidato majoritário, em caso de desistência de Rossato, será o presidente nacional e deputado federal Jair Bolsonaro, tendo como parâmetro a escolha de alguém que siga a mesma linha do grupo. “Quem estaria mais próximo seria uma cabeça de chapa que não tenha na coligação o PT e o PC do B. Essa vai ser nossa bússola, se eles forem pra direita, nós vamos pra esquerda”, afirmou. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Domingo, 24 de junho de 2018

17:02 - Mauro Mendes sinaliza que respaldo popular está viabilizando sua candidatura

15:25 - Taques reúne 7 partidos e manda recado aos rivais

14:45 - Petistas de MT lançam candidatura de Lula

09:00 - Taques tenta reaproximação e oferece vaga de vice ao PSD

08:30 - Deputado alerta que candidatos devem estar dispostos a ter vida vasculhada

07:30 - Rui Prado defende parlamentarismo no Brasil para evitar 'traumas políticos'

Sábado, 23 de junho de 2018

08:15 - Ninguém quer ver bate boca de lavadeira, diz Jayme Campos

08:00 - Taques vê complô entre Mendes e Fagundes e não aceitará ser 'esculhambado'

Sexta, 22 de junho de 2018

13:15 - PSB quer eleger 2 deputados e busca aliança com grupo de Pedro Taques

07:25 - Pedro Taques se prepara para receber verba do PSDB e iniciar campanha


// leia também

Domingo, 24 de junho de 2018

09:30 - Wilson Santos apresenta cronograma para votação da LDO na Assembleia

Sábado, 23 de junho de 2018

08:30 - Emanuel sanciona lei que o autoriza fazer empréstimo de R$ 51 milhões

Sexta, 22 de junho de 2018

10:15 - Guerra de CPIs na Câmara pode atingir a campanha de Mauro Mendes

Quinta, 21 de junho de 2018

17:09 - Por falta de documento, vereador devolve LDO à prefeitura de Cuiabá

16:20 - Câmara cria 2ª CPI para investigar 'caixa preta' dos hospitais filantrópicos

15:23 - Vereador de Cuiabá cria CPI para investigar obras 'fantasmas' de escolas

15:10 - Governo não desistirá de licitação de R$ 202 milhões para construir pontes

13:30 - Taques diz ser favorável à restrição de foro a governadores

13:13 - Taques diz que nunca convidou Mendes para compor chapa por causa de vaidade

12:30 - Veja como foi a entrevista do governador Pedro Taques na TV Vila Real


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 24/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 24/06/2018
264aa11e3277d28a72d32c9ea77980c2 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Por que o sobrepeso atinge mais da metade da população brasileira?




Logo_classifacil









Loja Virtual