Mauro Mendes diz que decidirá até maio se será candidato ao governo | Gazeta Digital

Segunda, 12 de fevereiro de 2018, 15h15

eleições 2018

Mauro Mendes diz que decidirá até maio se será candidato ao governo

Celly Silva, repórter do GD


O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB) disse que vai decidir até maio se será candidato ou não nas eleições deste ano. Durante entrevista concedida à Rádio Vila Real, ele foi questionado ao vivo por vários ouvintes sobre sua posição política.

“Eu vou tomar essa decisão, não vou deixar pra última hora, lá pra junho, julho, não. Mas agora em abril, maio com certeza eu vou dizer sim, e é muito difícil dizer sim. Ou vou dizer não, e é muito difícil dizer não. Eu sei dessa responsabilidade que eu tenho”, disse fazendo suspense sobre a candidatura.

João Vieira

Ex-prefeito Mauro Mendes

De saída do Partido Socialista Brasileiro (PSB) desde que a presidência da legenda foi tomada pelo deputado federal Valtenir Pereira, Mauro Mendes afirma que até o mês que vem tomará a decisão sobre o partido que fará parte daqui em diante. “Certamente vou fazer essa decisão de filiação no máximo até o mês de março, dentro do prazo regulamentar pra ter a possibilidade de ser candidato nas eleições de 2018”, explicou.

Conforme já divulgado pelo Gazeta Digital, até o momento, a preferência do ex-prefeito é pelo Democratas (DEM).

Leia também - Mauro Mendes lamenta, mas diz que não tinha obrigação de ser candidato novamente

Conforme Mendes, após estar filiado, ele passará a uma segunda fase antes de decidir se será candidato, que será dialogar com lideranças políticas e com sua família. “Feito essa filiação, o próximo passo é conversar um pouco mais, dialogar dentro do partido, dialogar com pessoas representativas da sociedade, da comunidade nos bairros, nas lideranças de vários segmentos e setores pra ver se eu vou ter condições e fazer um diálogo até dentro da minha família, com minha esposa, com meus filhos, que são muito importantes!”, afirmou.

Somente depois de estar filiado, sondado o mercado eleitoral e ouvido a família é que Mendes estará pronto para então escolher a qual cargo poderá disputar a campanha, segundo ele. “Tomada a decisão de ser candidato, aí eu faço a outra análise, que é a última: a qual cargo. Nós temos 5 cargos disponíveis pra serem disputados”.

Mendes destacou ainda sua vocação para ser executivo, o que aponta uma tendência maior para ser o oponente do governador Pedro Taques (PSDB). “A vida inteira, eu sempre fui executivo, construí uma carreira profissional, eu sempre trabalhei em instituições. Desde que eu cheguei em Cuiabá, em 1981, no ano seguinte eu já fazia política”, lembrou, destacando sua militância no movimento estudantil da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e até mesmo funções de síndico que sempre exerceu, antes de se tornar prefeito.

Por outro lado, o empresário afirma que não tem interesse de ser “político profissional”, mas apenas de deixar sua contribuição para a sociedade. “Eu não vou ser político profissional, de carreira, não. Daqueles que ficam 5, 10 mandatos aí não. Eu vou dar uma contribuição! Já dei como prefeito, se eu tiver condições de dar novamente essa contribuição à sociedade, eu me apresento, falo o que penso, falo o que gostaria de fazer”, asseverou. A entrevista foi concedida na semana passada.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 20 de fevereiro de 2018

09:46 - Blairo Maggi deve recuar de disputa no Senado e deixar a política

Sábado, 17 de fevereiro de 2018

08:22 - Segurança vai para o centro do debate eleitoral

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

15:46 - PTB faz apelo para Antonio Joaquim manter filiação e candidatura em MT

Quarta, 14 de fevereiro de 2018

18:58 - PSL quer Rossato candidato e visita de Bolsonaro a MT

13:49 - CNBB diz que não irá apoiar candidatos que 'promovam ainda mais a violência'

Terça, 13 de fevereiro de 2018

08:26 - Planalto coloca Luciano Huck no radar e pressiona aliados

Sexta, 09 de fevereiro de 2018

20:17 - Taques chama Mendes de aliado e agradece críticas

14:23 - FHC confirma proximidade com Huck, mas reafirma apoio a Alckmin

Quinta, 08 de fevereiro de 2018

17:28 - Tenho prazo até 7 de abril para me decidir, diz Meirelles sobre candidatura

13:56 - Fux anuncia auditoria em tempo real em urnas no dia da eleição


// leia também

Terça, 20 de fevereiro de 2018

17:45 - Botelho diz que sabia de fraude e admite que errou ao manter contrato no Detran

17:07 - Executiva do PDT indica Viana como pré-candidato; deputado torce por Mendes

15:48 - Savi diz que 'não tem medo do MP' e permanece à frente da CPI

11:36 - Vereador pede que depoimento de Sílvio em CPI seja enviado ao MPF

11:05 - Estado quer trocar dívida de banco americano com Banco Mundial

Segunda, 19 de fevereiro de 2018

15:07 - Taques diz que Botelho é amigo e merece defesa após operação Bereré

Domingo, 18 de fevereiro de 2018

09:15 - Centrais sindicais protestam em Cuiabá por 'aposentadoria digna'

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

18:21 - Advogado de Emanuel alega omissão e contradição em depoimento de delator

09:32 - Comparsa de Silval afirma que dinheiro recebido por Emanuel era propina - veja vídeo

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

14:09 - Fábio Garcia é cotado para assumir ministério, mas ainda não há convite


 veja mais
Cuiabá, Terça, 20/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 20/02/2018
768bdb65035787436f1bc4ad07df1cf3 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Após 15 anos, Arcanjo deixa a prisão e vai cumprir regime semiaberto




Logo_classifacil









Loja Virtual