Acúmulo ilegal de cargos públicos pode gerar demissão de servidor | Gazeta Digital

Segunda, 12 de fevereiro de 2018, 09h23

gestão de recursos

Acúmulo ilegal de cargos públicos pode gerar demissão de servidor

Ligiani Silveira, repórter CGE/MT


A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) consolidou, em uma publicação, as perguntas frequentes dos órgãos estaduais e respectivas respostas dos auditores sobre acúmulo de cargos públicos. Trata-se do segundo tema de uma série de compilados a serem disponibilizados para consulta.

O material foi produzido pela Superintendência de Controle em Gestão de Pessoas e Previdência e conta com 15 questões. A ideia é orientar os agentes públicos estaduais para evitar acúmulo indevido de cargos, prática que compromete a gestão dos recursos públicos e também pode prejudicar a prestação dos serviços ao cidadão, já que o assunto está ligado ao descumprimento de carga horária.

João Vieira

A Constituição Federal de 1988 proíbe a ocupação de mais de um cargo, função ou emprego público, exceto se houver compatibilidade de horários, em determinadas situações. Algumas dessas situações de exceção à regra são objeto de recorrentes consultas no canal "Pergunte à CGE".

A ferramenta é um dos principais produtos da CGE no cumprimento do papel de orientar os agentes públicos que atuam em atividades administrativas e prevenir a ocorrência de falhas e erros na aplicação dos recursos públicos no âmbito do Governo de Mato Grosso.

Trata-se de uma ferramenta de contato direto com o servidor público estadual via site da CGE para solicitação de orientação e esclarecimentos acerca de assuntos relacionados à gestão administrativa. A ideia é facilitar a vida dos servidores com respostas rápidas e objetivas enviadas ao e-mail do solicitante.

A consolidação de perguntas e respostas sobre acúmulo de cargos está disponível no site www.controladoria.mt.gov.br, no menu central Serviços/Publicações/Manuais/Cartilhas/2018. Clique aqui para acessar o link direto.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 05 de fevereiro de 2018

18:58 - Controladoria manda governo instalar ponto biométrico para servidores

Quarta, 17 de janeiro de 2018

14:01 - Estado tem quase 900 processos em andamento contra servidores, diz CGE

Sexta, 30 de dezembro de 2016

08:37 - Empresa rechaça acusação de fraude em contrato


// leia também

Terça, 20 de fevereiro de 2018

15:48 - Savi diz que 'não tem medo' do MP e permanece à frente da CPI

11:36 - Vereador pede que depoimento de Sílvio em CPI seja enviado ao MPF

11:05 - Estado quer trocar dívida de banco americano com Banco Mundial

09:46 - Blairo Maggi deve recuar de disputa no Senado e deixar a política

Segunda, 19 de fevereiro de 2018

15:07 - Taques diz que Botelho é amigo e merece defesa após operação Bereré

Domingo, 18 de fevereiro de 2018

09:15 - Centrais sindicais protestam em Cuiabá por 'aposentadoria digna'

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

18:21 - Advogado de Emanuel alega omissão e contradição em depoimento de delator

15:46 - PTB faz apelo para Antonio Joaquim manter filiação e candidatura em MT

09:32 - Comparsa de Silval afirma que dinheiro recebido por Emanuel era propina - veja vídeo

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

14:09 - Fábio Garcia é cotado para assumir ministério, mas ainda não há convite


 veja mais
Cuiabá, Terça, 20/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 20/02/2018
768bdb65035787436f1bc4ad07df1cf3 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Após 15 anos, Arcanjo deixa a prisão e vai cumprir regime semiaberto




Logo_classifacil









Loja Virtual